O Festival de Arte na Histórica Leesburg e a Harpista

Pouco mais de 40 minutos de carro, bem pertinho do aeroporto Dulles(IAD) em Washington DC fica Leesburg. Uma cidadezinha histórica no estado da Virginia que é mais conhecida pelos visitantes que vem a DC por causa do Outlet que fica na área. Antes ou depois de uma visitinha ao Outlet, não deixe de visitar o centro da cidade e andar pelas galerias de arte e lojinhas da região.

Predios historicos Leesburg

Predios Historicos em Leesburg

Se por acaso você estiver na área na 1a Sexta-feira do mês, não perca o evento “1st Friday Leesburg“, que acontece todo mês. As galerias de arte e lojas em geral abrem para o público, fotógrafos expõe suas fotos, há música, diversão e alguns locais oferecem comida e bebida. Um dos eventos mais concorridos da noite são as degustações de vinhos, servidas pelos vinhedos da região. São mais de 45 lojinhas com atividades acontecendo simultaneamente de 6 as 9 da noite. Antes de vir, imprima o roteiro e mapa que diz onde estarão acontecendo os eventos.

Nossa primeira parada foi numa Galeria de arte, onde Dylan viu um quadro e disse “Starry, Starry Night”. Não, ele não acertou o nome do quadro, mas era um outro quadro também do Van Gogh. E embaixo deste quadro, uma paisagem do Rio de Janeiro, do alto da vista chinesa. Começamos muito bem a nossa visita.

Logo ao lado, vimos uma festa super animada e ficamos em dúvida se era mesmo do evento ou alguma festa particular.

A festa da janela

A festa da janela

Tinha comida, bolo, música e vieram nos buscar na porta e convidar para entrar. O lugar, Carter Braxton Preferred Properties que durante a semana é uma Real State Company, ou Imobiliária, estava super animado. A RiverCreek Band, que é uma banda local de “Soft rock e Blues”, estava tocando e ficamos por lá apreciando a música.

Rivercreek band

Rivercreek band

Comidinhas

Comidinhas

Nossa próxima parada foi no Green Tree Restaurant, onde acontecia um concerto de música clássica com violinos, violocenlos e violas. E eu tendo que balancear entre o Dylan que adora e o Nicollas que fica entediado em 10 minutos de música clássica.

violinos

Violinos no Green Tree

Visitamos as galerias de fotógrafos e arte e algumas lojinhas de doces e bugingangas. E essas lojinhas são um charme, com a arquitetura da cidadezinha histórica dando um toque especial.

Lojinhas em Leesburg

Lojinhas

detalhe de uma das lojas

Detalhe de uma das lojas

Terminamos a noite em outra imobiliária que tinha como artista principal uma harpista.

A harpista

A harpista

Depois de algumas músicas, ela notou o interesse do Dylan, que mal piscava. Ela então perguntou se ele queria tocar com ela. Ele nem pensou duas vezes e mais que depressa se sentou na cadeira dela. Mas com os braços ainda muito curtinhos, não conseguiu alcançar as cordas. Então ficou a lado da harpa enquanto ela ia ensinando para ele como fazer os sons.

dylan e a harpa

Dylan tocando a harpa

A carinha dele de felicidade, vendo o som sair da harpa foi daqueles momentos Mastercard. É muito bom quando eles tem essa oportunidade de tocar instrumentos que normalmente são tão inacessíveis. Com essa visita ganhamos a noite e ele na volta para casa, não parava de falar da Harpa.

E como cada mês eles tem algo diferente, com certeza voltaremos ao Festival na 1a Sexta-Feira dos próximos meses!


Comments

  1. Marina Fanti says

    Que experiência interessante você teve! Adorei! E eu, que nunca fui muito chegada aos Estados Unidos até fiquei com vontade de conhecer estes lugares! Parece mesmo ser tudo um charme!

    Essa é mesmo a ideia de fazer um blog, para mim; compartilhar experiências legais que tivemos e, por tabela, inspirar outras pessoas a se jogarem na estrada, sguindo quiçá, os mesmos caminhos que nós percorremos…

    Sucesso para vc com seu ótimo blog!

    Bjs

    Marina
    http://www.comopenaaustralia.blogspot.com
    http://www.ukprabrasileirover.blogspot.com

Trackbacks

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *