8 Anos Morando nos EUA – Como Eu Vim Parar Aqui

204

Essa semana completei 8 anos morando nos Estados Unidos. As vezes me sinto como se tivesse morado aqui a vida toda e outras vezes, parece que desembarquei ontem. Ao contrário do que muita gente pensa, a vida aqui não é só “glamour”. Vida de expatriada tem suas delícias, mas suas agruras também. Mas hoje, eu preciso escrever um capítulo que falta aqui no blog. Vez por outra, alguém que chega por aqui e  não acompanhava meu blog pessoal, me faz a pergunta – Como você foi parar ai? Então aproveitando que estou em comemoração mode on,  achei que já estava na hora de contar um pouco dessa história. Se você já sabe, pule esse post 😉

A verdade é que nunca tinha me imaginado morando fora do Brasil, até ter um namorado que fez faculdade na Flórida  e vivia sonhando em voltar. Eu viajava pouquíssimo na época, mas sonhava com Paris, Europa e era uma daquelas pessoas que colocavam os Estados Unidos no último lugar da lista dos lugares que eu gostaria de visitar. Posso dizer que ele, o namorado, foi o responsável por ter instigado minha curiosidade sobre o país e quanto mais eu aprendia, mais vontade eu tinha de conhecer.

Em 1998 fiz meu passaporte e tirei meu visto para os Estados Unidos, mas só fui fazer a minha primeira viagem ao exterior em 2001. Ao contrário do que se possa imaginar, eu não fui para a Flórida. Fui sozinha para Seattle, Vancouver – no Canadá e Nova York. O motivo: tinha uma possibilidade de trabalho em TI em Vancouver e a escala era em Nova York e Seattle.

 

Nova York 2001
Nova York 2001

 

Viaje com internet no seu celular

Vai viajar para o exterior? Já chegue no seu destino com o celular funcionando. A EasySim4u oferece plano de dados ilimitados em 140 países, para que você fique conectado a internet. Utilize o cupom exclusivo para leitores do blog APRENDIZDEVIAJANTE e receba frete gratuito! Veja meu post: Chip EASYSIM4U: Como usar a Internet na Europa.

O trabalho não deu certo, depois de vir a primeira vez, fiquei completamente apaixonada e o bichinho viajante não me largou mais. Tinha colocado na cabeça que eu queria morar e trabalhar nos Estados Unidos, mas eu tinha um bom emprego e um ótimo salário no Brasil e fazia questão de trabalho na área de TI. Não ia sair do país para fazer algo que não fosse ligado a minha profissão.

Mas como vocês devem imaginar, eu escolhi a pior época pra tomar essa decisão… alguns dias depois de voltar ao Brasil em 2001, aconteceu o fatídico 11 de Setembro em Nova York e as coisas foram ficando cada vez mais complicadas com relação a vistos em geral, incluindo de trabalho. Voltei em 2002 e em 2003 passei 3 meses em Nova York, entre um contrato e outro da consultoria que eu trabalhava no Brasil e como sempre, além de viajar e curtir a cidade, fazia vários contatos e entrevistas de trabalho. Tudo ia muito bem até o  ponto de: “preciso de um visto H1B”.

Em 7 de Maio de 2003, desembarquei pela 1a vez em Washington DC, para fazer uma entrevista no IDB/BID (Banco InterAmericano de Desenvolvimento). Eu lembro de muitos detalhes do dia… a data exata eu sempre lembro porque é dia do aniversário do meu pai,  mas lembro da roupa q eu vestia e muitas das sensações daquela primeira vez na cidade. Cheguei na Union Station e logo peguei o Metrô. Quando saí na estação Metro Center, aquela sensação de familiaridade… pensei: é nessa cidade que eu vou morar. Fiz a entrevista, almocei e fui dar uma volta pela cidade até dar a hora do meu trem de volta. Não tinha trazido máquina fotográfica e logo pensei: não preciso, eu ainda vou ver essa cidade muitas vezes. Visitei a Casa Branca e fui para o National Mall, entrei na National Gallery of Art e fiquei perdida entre Monets e Cezannes até a hora de pegar o trem.

Voltei para Nova York, passei mais algumas semanas na cidade e voltei para o Brasil porque tinha um contrato para começar no Bank of Boston em São Paulo. O projeto para o qual eu fui entrevistada no BID foi cancelado e eles falaram o fatídico: ficaremos com o seu curriculum.

Em 2004, depois de terminado meu contrato em São Paulo, voltei de novo para os Estados Unidos. O destino dessa vez foi a Flórida e aproveitei para viajar pelo país com algumas amigas que moravam por lá. Visitamos a California e Las Vegas pela primeira vez  e consegui uma consultoria curtinha numa empresa americana que já tinha trabalhado comigo no Brasil na Globo.com.  Quase um ano depois, eu estava de volta ao lugar que no ano anterior eu disse que ia morar… Washington DC. Aluguei por temporada um apartamento perto de Dupont Circle, mas meus dias estavam contados para voltar para o Brasil.

 

Verão de 2004
Verão de 2004  no Arizona e em DC

 

Nesse meio tempo reconectei com alguns amigos que estavam trabalhando no BID e no dia da minha despedida para voltar ao Brasil eu conheci o meu atual marido, que na época, morava na Pennsylvania, mas estava em DC fazendo um trabalho para o Senado Americano. Trocamos apenas email, avisei que estava indo pro Brasil, mas que estaria de volta em breve.

A volta para o Brasil estava planejada para acelerar a documentação para que a empresa americana que eu estava dando consultoria fizesse meu H1B.O que acabou também não dando certo, eles acabaram não levando o processo adiante porque tinham outras prioridades. Mais uma vez eu morri na praia e muitos me questionavam se essa minha vontade de ir trabalhar nos Estados Unidos não deveria ser deixada de lado, já que não tinha dado certo tantas vezes. Já cansada de tantas idas e vindas, resolvi desistir. Mas como a vida adora brincar comigo, no mesmo dia que eu desisti, recebi uma ligação do BID, sabe a entrevista que eu fiz em Maio de 2003? Pois é… Era final Setembro de 2004 e eles estavam me ligando pra perguntar se eu estava disponível para um contrato de 4 meses. Minha resposta: – Claro! O “problema”? Eu tinha que estar de lá pra começar a trabalhar dia 18 de Outubro.

As semanas seguintes foram uma correria para tirar o visto de trabalho em meio a feriados prolongados e minha mãe pra operar. Dia 15 de Outubro, dia da minha passagem de volta para Washington DC, eu estava as 4 da tarde ainda no consulado, esperando pelo visto, que tinha atrasado por causa do feriado de 12 de outubro. Peguei um táxi do consulado para o Flamengo onde estavam minhas malas e de lá para o aeroporto. Depois do checkin feito, eu postei no meu blog da época:

– Estou voltando pra casa! 

Me esperando no aeroporto em DC no dia seguinte, estava o namô (“agora-marido”) e como começamos a namorar oficialmente no dia que cheguei, fazemos comemoração dia 16 de Outubro em dose dupla.

 

ocnoape
Eu e o Namô no meu 1o apê em DC

 

Como vocês já devem imaginar, meus 4 meses de contrato foram renovados no banco e viraram anos. E do BID, acabei indo para o Banco Mundial e depois para a empresa americana que não fez meu visto em 2004 e voltei depois de uns anos pro Banco Mundial.

São 8 anos morando, namorando e viajando pelos Estados Unidos.

 

Em Las Vegas e Nova York
Em Las Vegas e Nova York no começo do namoro

 

Casamos (semana que vem a gente faz 6 anos de casados!) , tivemos o Dylan, o Nick veio morar aqui  e eu arrumei mais um filho… este blog de viagens.

Morar aqui me deu a oportunidade de viajar mais e conhecer muitos lugares que antes eu nem sonhava. Já foram mais da metade dos estados e ainda tem muitos para explorar e estou finalmente desbravando o mundo. Até hoje tem coisas que me fazem falta… a praia, a comida, a manicure. Mas a gente vai se acostumando aos poucos. A única coisa que ainda me incomoda de verdade é o frio.. e a pressão está grande pra mudar de estado, ir para algum lugar mais quentinho. Eu adoro DC, mas estou pronta para uma mudança de clima, aqui nos Estados Unidos mesmo. O marido sempre faz questão de me lembrar que DC foi um dia a cidade que eu disse que queria muito morar. Pois morei, adorei… e já estou pronta pra próxima. Eu disse pra ele que  já ganhei o direito de mudar de idéia. Concordam?

(Atualização Dezembro de 2014: Me mudando finalmente pra Orlando na Flórida pra fugir do frio de DC. Ainda vamos ficar em transição nos próximos meses, indo e vindo pra Washington DC, mas quando estiver frio em DC é em Orlando que vocês vão me encontrar! 🙂

O que os outros anos me reservam? Não tenho a menor idéia, mas não posso reclamar de emoção. Foram 8 anos intensos, com seus altos e baixos, mas muito bem aproveitados, nesse país que agora eu chamo de minha casa.

Que venham os próximos!

Quer saber se vale a pena Morar e Trabalhar nos Estados Unidos?


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$ 120,00 + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


COMPARTILHAR
Artigo anteriorIlha de Marajó: Roteiro para Um Final de Semana
Próximo artigoOnde patinar no gelo em Londres

Claudia Beatriz trocou as praias do Rio de Janeiro pela vizinhança da Casa Branca em Washington DC em 2004 e se mudou em 2014 para Orlando, onde vive atualmente. Apaixonada por Viagens e Fotografia, criou esse blog e a revista Aprendiz de Viajante. Quando não está escrevendo sobre viagens ou fotografando, a “nerd confessa” dá consultoria, treinamento e escreve sobre tecnologia, gerenciamento de conteúdo e mídias sociais.

204 COMENTÁRIOS

  1. Pra quem tinha curiosidade de saber como eu vim parar nos EUA, mas nunca teve coragem de perguntar… saiba que essa é uma das perguntas que eu mais respondo.. agora, ela tá respondida no blog, aproveitando que estou comemorando essa semana 8 anos morando no Tio Sam!

    • Li sua história e fiquei emocionada com sua História. Eu sou casada com um engenheiro civil e tenho uma filha que sonha fazer medicina nos Estados Unidos eu estou a procura de alguém q possa nos dar uma luz de como devemos proceder porque não temos nenhum conhecido lá, será q você pode mim dar uma dica? Eu desejo sinceramente que DEUS continue te abençoando muitíssimo juntamente com seu marido e filho e tenho certeza que DEUS ainda tem muitas surpresas agradáveis pra vocês. Parabéns, e torça por nós porque esse é um sonho que não vamos abrir mão por nada neste mundo. Beijos. Regina

    • Ola Claudia meu esposo morou ai 7 anos ele voltou em 2009.com a lei da legalizaçao ele pode voltar morar ai denovo nois temos 2 filhas aki no brasil.se ele volta ele pode nos levar tambem?nois nao somos casados no papel temos q casar tambem?

    • Wow cla, meus parabéns! acabei de conhecer o site e já me apaixonei, sua historia é linda, você lutou lutou lutou e no fim conseguiu vencer, olha, parabéns mesmo!
      Eu tenho 15 anos e também tenho o sonho de morar nos EUA, e essa sua história me deu mais esperanças e me fez acreditar mais ainda que, se você tem um sonho, não importa qual seja, não importa o quão difícil esteja, se você quer realiza-lo de verdade, corra atrás, pois as dificuldades são necessárias para que os dias bons possam valer a pena e no fim poder-mos dizer: foi difícil, bem difícil mas eu venci.

      Tem algumas dicas pra mim? Eu queria fazer medicina nos EUA, mas a questão de vistos e passaportes… são bem complicadas, o que eu posso fazer? bjs. Bia

    • Parabéns pela conquista..muito bonita sua história.. Também morro de vontade de ir praí..mas ainda não tive oportunidade e não conheço ninguém q me ajude..mas como tudo passa espero um dia ir também..continue aproveitando bastante por você e por todos q tem vontade mas não podem ir..fica com Deus.. Bjs..

    • Sou engenheiro de computação e tenho interesse em investir na minha carreira nos EUA.
      Ja tenho 10 anos na area de Analise, Suporte e Projetos em Infraestrutura (redes, servidores, help desk).
      Conseguiria me dar uma direção de conseguir trabalhar nos EUA? Empresas que eu possa buscar para conseguir o visto de trabalho? E qual a média salarial para um Server Analyst ou Network Admin?

    • Boa Tarde, Claudia

      Gostaria muito de poder falar com você e tirar mais alguma dúvida minha e da minha esposa, você poderia enviar o seu email partcicular? Tenho um sonho em morar nos EUA e não tive ainda oportunidade, por isso tenho algumas perguntas a serem feitas, poderiam me atender a minha solitação? Agradeço desde já e muito Obrigado

  2. Que lindo esse post, Claudia. Sua história me fez lembrar a minha. Moro em Londres há quase 9 anos, e sei bem a dor e delícia da vida de um expatriado. É tão complicado as vezes. Amo essa cidade, e exatamente por me sentir tão em casa aqui entro em conflito, coisa de gente maluca,rs. Porque aqui é minha casa, mas meu país de origem também. Sempre digo que Londres é meu namorado que me ensinou quase tudo da vida adulta, que não é lindo por natureza mas é culto, inteligente, que está sempre bem vestido e cheiroso, que me valorizou e me aceitou com sou, com quem aprendi tanto. Vitória é aquele namorado surfista, que ainda não amadureceu, mas é bonito por natureza, bronzeado de praia,cheio de disposição e bom humor. Como decidir entre os 2? É complicado! Enfim, adorei conhecer esse seu lado!

    • Liliana,

      É exatamente isso… o eterno conflito. Brasil vai ser sempre meu país, Rio vai ser sempre minha cidade, mas minha casa no momento é aqui.:)

      Ah… e adorei a comparação… Rio é meu namorado surfista tb! 🙂

  3. Oi Clau, gostei do seu relato e me identifiquei com ele principalmente na sua luta em exercer sua profissão. É o que tento fazer aqui. É uma delícia ter uma segunda ou até primeira casa, mas pra mim também é importante aproveitar toda a bagagem profissional e anos de estudos que tivemos no Brasil. E muita gente diz mesmo pra gente desistir 🙂

    • Re, nem me lembre.. essa é a versão curtinha.. mas durante a minha estadia aqui, antes de conseguir o trabalho no banco, conheci um monte de gente que estava ilegal e me dizia pra ficar, fazer outra coisa. Tinha gente com pós graduação, mestrado, que tinha jogado a carreira fora. TI sempre foi minha vida e nem é orgulho não, mas eu não sabia fazer outra coisa… no fim das contas acho q valeu muito a pena.

    • É o que acontece mesmo: a gente acaba conhecendo pessoas que largaram tudo e acham que é o mais certo a fazer. Mas quando amamos uma coisa e fazemos aquilo desde sempre, não vale a pena jogar tudo fora. O importante e mais difícil é ter paciência e acreditar que vai dar certo, que demora um pouco, mas a chance aparece. Por isso te felicito, porque vc foi paciente e não caiu "em tentação". Agora, vem cá, 16 de outubro é um dia lindo, né? heheheheh

  4. Eu era uma das que tinha curiosidade em saber como você foi parar aí, agora já sei! Legal conhecer sua história Claudia, lhe desejo sucesso sempre e muito mais anos e blogagens pela frente! (aproveito para agradecer os ensinamentos e motivações que sempre passa para nós blogueiros de viagem) 😉
    Abraço

    • Mas vc já podia ter perguntado né? 🙂 Bom que está respondido agora… hehehe
      E obrigada a você, pel carinho, sempre 🙂

  5. Claudia, muito legal seu post. Mais um pouco dá um roteiro de filme… Eu acesso sempre seu blog, você e a Luciana Misura já me deram várias dicas e idéias pra viagem. E DC será minha próxima cidade para conhecer nos USA. Neste momento estou preparando um roteiro para Espanha e Portugal, quando voltar vou planejar uma volta a NY e DC para me and my wife, Aí vou precisar muito deste blog.
    Continue blogando seu texto é muito bem feito e inteligente. Congrats!

  6. Ai, Claudia. Que máximo.
    Meu soooonho é morar nos EUA.
    Estamos no processo de visto de estudante e se tudo der certo, em dezembro iremos para os EUA para passarmos 1 ano estudando.
    Quem sabe um dia consiga ficar de vez.
    Parabéns pelo niver de EUA e de namoro.
    Beijos.

  7. Clau, eu nunca vou esquecer do dia que achei seu blog, em 2005. eu li ele de cabo a rabo. Estava num trabalho que eu odiava e sua série Sonhar é Preciso me deu um clique – acho que já te contei isso não? Lendo esse post novamente fiquei arrepiada e emocionada! Não consigo ainda acreditar que hoje você é minha amiga, minha mentora e minha sócia <3 beijos e parabéns pelos 8 anos!

  8. Clau, eu nunca vou esquecer do dia que achei seu blog, em 2005. eu li ele de cabo a rabo. Estava num trabalho que eu odiava e sua série Sonhar é Preciso me deu um clique – acho que já te contei isso não? Lendo esse post novamente fiquei arrepiada e emocionada! Não consigo ainda acreditar que hoje você é minha amiga, minha mentora e minha sócia <3 beijos e parabéns pelos 8 anos!

  9. Fiquei arrepiada várias vezes, enquanto lia "a versão curtinha" de "Sonhar é preciso", a parte que eu mais gosto em você: a determinação!
    Que venham muitos outros anos, e fala pro Marido que é pra ele lembrar: "Penso, logo… mudo de idéia!"
    Beijo e parabéns!

    • mas acho q não tão intensos qto os teus, rolou tanto vai e vem p ti.. e essa história de amor com o namô uma loucura hein?? lembro aquela histório da encomenda "certeira"do dylan num post antigo rsrsrsrs os meus primeiros 6.7 anos em Wisconsin foram bem low key, pq foi trabalhar no doutorado… depois de mudar pra FL em 2008 q a coisa acelerou… e com o nascimento do Luca então! Foi novo trabalho, baby, casa num período de 6 meses! rsrsrsrs

    • ahaha.. menina, que memória boa hein? hehehe.. por isso q quando ele vem com papo de que vamos só tentar, eu saio correndo! 🙂 E vc provavelmente teve em 6 meses o q eu tive em 6 anos. 🙂 Muita emoção de uma vez só hein!

  10. Nossa, nem eu sabia dessas idas e vindas todas! Que venham muitos outros anos intensos e felizes nessa terra que a gente chama hoje de casa. Eu já cansei de falar de Austin, mas do jeito que você é louca por praia, ainda acho que você vai pra Flórida!

    • Viu só.. 🙂 E sim, fazemos assim: vou a Austin te visitar, mas eu vou pra Flórida tá? Ai vc vem me visitar. 😉

  11. Puxa Cláudia, que legal sua história. Perseverança, atitude, desejos. Você sempre me pareceu muito determinada e agora tenho certeza que isso sempre fez parte da sua vida, pois você nunca abandonou seus objetivos e suas crenças. Eu já tinha bastante admiração por você pelo seu trabalho e vontade de compartilhar suas descobertas. Nem te falo agora!!! Parabéns pelos 8 anos, pela sua carreira, pela sua família, pelo seu empenho e pelo seu trabalho. Que você alcance agora seus novos desejos e continue sendo feliz!!! Um grande bj

  12. Clau, curti muito seu post. Não sabia da história desde o começo. Bem bacana, até para te conhecer melhor… Fiquei envolvida e a cada linha, sentia ansiedade junto com vc! rs Parabéns por todas as conquistas… elas são merecida! =)

    • É, eu estava tão acostumada com o pessoal do blog pessoal, que sabia de cada passinho, que esqueci que aqui cai meio de para quedas e não tinha um começo da história. 🙂 Obrigada pelas palavras.

  13. Que historia linda Claudia!
    Meu sonho sempre foi morar nos EUA tambem, e agora estou tento essa oportunidade, mas nao exatamente do jeito que queria.
    Vir pra ser Au Pair e melhorar o meu ingles, pra entao terminar a minha faculdade e poder trabalhar no que eu quero, que 'e Comercio Exterior em Moda.
    Estou morando em New Jersey, mas vou todo fim de semana para New York. Me encanto cada vez mais com a cidade.
    Queria parabenizar pelo blog. Amanha vou fazer minha primeira viagem planejada (Philadelphia) e usei muitas dicas que estao no blog para fazer meu roteiro. E dia 2 de novembro to indo ai pra DC =)
    Resolvi comecar meu blog sobre viagens tambem, me inspirei muito no seu blog!
    Parabens pelo trabalho.
    Beijos

  14. Claudia,

    Eu sempre tive curiosidade, mas nunca tive coragem de perguntar. Eu não conheço os EUA e não tinha muito interesse em conhecer o país. Desde que eu passei a ler o seu blog, posso garantir que os EUA fazem parte agora da minha lista de destino.
    Parabéns por todas as suas conquistas e pela sua determinação.

    bj
    Thais

    • Thais,

      foi exatamente por isso que resolvi perguntar. Normalmente quando as pessoas me conhecem pessoalmente, com o tempo elas acabam perguntando, mas online é mais dificil. Agora já sabe né? 🙂
      E legal que coloquei em vc um pouquinho de vontade de vir conhecer os EUA…
      Obrigada.

  15. Oi Claudia,
    Lindo Post, parabéns pelos 8 anos!! Eu te acompanho desde o comecinho e sei o quanto vc batalhou pelos seus sonhos. Ainda tenho O fator Aladim como livro de cabeceira e cada vez que pego o livro lembro de vc. Vc e inspiração para muitos de nos espatriados nos EUA ou mundo afora.
    bjs

    • Pois é.. vc é das poucas que sabem da história né?
      E legal vc ainda ter o livro…
      Obrigada pelo carinho Jana..

  16. Claudia! Que post maravilhoso! Gostei muito porque também sou dessas: quando eu quero eu vou até conseguir. Vc é um exemplo de mulher! Parabéns! Adorei!! Sucesso e muitas felicidades para vocês SEMPRE!

    Beijos,

    @Line_23

  17. Que legal conhecer sua história Claudia! Sempre acompanho suas dicas de viagem. Nesse ano já fiz dois roteiros aos EUA seguindo tuas dicas, por sinal, muito valiosas! Grande abraço e obrigada por compartilhar conosco tantas experiências!

    • Obrigada Grisly,

      e sabe que vc é uma minoria que sempre deixa um recadinho agradecendo ou dizendo que foi a lugar tal com nossas dicas. 🙂 Bom ter vc por aqui.

  18. Que lindo post, Clau! Às vezes as pessoas só vêem o “bolo pronto” e não tem idéia do quanto trabalho deu para achar a receita, juntar os ingredientes, e bater a massa… Metáforas à parte, a história é uma delícia de ler e a gente fica mais perto dessa pessoa querida que é você. bjokas.

    • Adorei a metáfora do bolo pronto.. e é exatamente isso Celina. Mas como o pessoal aqui já chegou na hora da “festa” não tinha como advinhar né? 🙂
      beijocas e obrigada

  19. Prezada Cláudia,

    Impossível não revisitar minha história de vida aqui nos Estados Unidos ao ler seu magnífico texto.
    Algumas diferenças e muitas semelhanças em nossas histórias. Cheguei aqui em 99 e posso lhe dizer que aqui é minha casa. Viajamos todos os anos ao Brasil por todo período de férias de verão de meu filho de 5 anos. Por mais que nosso país tenha suas belezas e nuances, afirmo a você que o “apelo” que o Brasil tem hoje para mim basicamente são a família(óbvio) e a força hercúlea para que meu filho fale correta e fluentemente o português. No mais, é só a saudade de casa, da vida sem as mordomias brasileiras, mas sem os medos e sobressaltos.
    Hoje sou dona de um website de anúncios de imóveis de aluguel por temporada no Brasil, administrado, claro, desde Miami e estamos nos movimentando para iniciarmos, se não no ano que vem, em 2014, a nossa expansão aqui e em outros países.
    Parabéns por seu blog e por sua história. Esse post conseguiu remover meus receios em escrever-lhe.
    Um abraço,

    Isabela Neves/Temporada Plus

    • Isabela,

      muito legal saber um pouquinho de vc!
      Também estou na luta pro filho falar português e te entendo muito.
      Bom que a vida online hoje permite que a gente trabalhe de lugares diferentes não é mesmo?
      Vou lá conhecer o Temporada Plus, tem sempre alguém procurando um lugar pra ficar no Brasil.

  20. Cláudia, ru não tinha lido esse post aina, tava aqui marco e adorei lê-lo, especialmente neste momento. Eu sempre quis morar…. no Rio! rs Sempre sonhei em ir a londres, claro, mas imaginava no máximo passar 1 ano ou 2, ou alguma coisa com prazo certo, sabe. Mas pra viver, sempre imaginei o Rio. Eu nasci no interior, cresci lá e sonhava em vir pro Rio e viver aqui, criar uma família, uma carreira. Já estou há 10 anos aqui e há uns 2 já penso em me mudar mesmo, sem prazos, pra outro lugar. Meu objetivo é londre,s pois sou louca pela cidade, pelo povo, pelo sotaque, por tudo. Mas pela minha carreira talvez eu tente algo nos EUA ano que vem. inclusive andei vendo o programa do Banco Mundial e do BI em DC =)

    Uma pergunta, esse seu blog pessoal ainda existe?

    bjs e parabéns por suas conquistas!

    • Jackie,

      O marido é que morre de vontade de Londres sabia? Eu queria morar uma temporada na Europa, mas só porque fica muito fácil pra ir pra outros lugares por lá.
      E quanto ao Banco Mundial, Bid e DC.. se sua carreira tem algo que dá pra fazer por lá, é uma das melhores maneiras de vir pros EUA 🙂 Se precisar de qq ajuda, me avise. 🙂
      E quanto ao blog pessoal, tem dois anos q parei de escrever nele(qdo comecei esse aqui) e migrei pra um servidor próprio, mas está no momento fora do ar, esperando rolar um tempinho pra terminar de ajeitar umas coisas nele. 🙂

  21. Muito legal sua história! Me dá mais força para ir atrás da minha…. De pequena sempre tinha o sonho de ir para Europa, mas em 2006 conheci NY e me apaixonei. Voltei em 2009 e fiquei 9 meses por lá. Em 2010 voltei a passeio. Agora estou no Brasil, mas já de olho numa nova oportunidade de ir praí de novo. Se Deus quiser, em janeiro me mudo praí! Também estou participando de um processo seletivo…. beijos

  22. Olá Claudia!

    Gostei muito do seu blog! Parabéns! 🙂

    Queria te pedir algumas informações, caso tenha um tempinho.

    Eu e meu namorado vamos fazer nossa primeira viagem ao exterior, já temos o visto e saímos no final do ano. Vamos ficar 2 meses estudando inglês na Philadelphia.
    Vi que você escreveu que seu marido é de lá.
    Estive pesquisando sobre a cidade e me assustei um pouco com relação à criminalidade. Talvez você (e seu marido) possam me esclarecer se isso realmente é verdade, se a cidade é mesmo perigosa ou se os crimes acontecem em locais específicos, de menor renda, como nas grandes cidades aqui do Brasil.

    Vamos ficar no bairro Mayfair, nordeste de Philly, e estudaremos no centro. Tem algumas dicas pra gente sobre esses locais? Que cuidados devemos tomar, etc…

    Agradeço muito a atenção!

    Um grande beijo!

    • Jhulis,

      o marido nasceu lá, mas se mudou quando ainda era criança.
      E sim, Philly tem umas áeras perigosas sim, mas eu não saberia dizer que áreas são as melhores.
      Desculpe não conseguir ajudar muito nesse ponto.

  23. muito linda essa sua trajetória até aqui ,um exemplo de determinação e de cre que é possível me deu novo animo par acreditar que um dia tbm chegaremos por ai ,tenho um filho de 14 quase 15 anos que está na batalha por uma oportunidade em ser jogador de futebol ,fazendo testes ,peneiras e determinou que é isso o que ama e quer lutar por esse objetivo ,sei o quanto é difícil quando não se tem um padrinho ajudando ,mas enfim temos que acreditar e fazer como tu ,não desistir de realizar o sonho ,parabéns por esses 8 anos em terras tão distantes mas que se sente em casa isso é o que importa ,muito sucesso e que Deus a abençoe grandemente e a toda família ,se souber de algo interessante nessa área esportiva entra em contato ,conosco rsrsrs bjs !

  24. OI Claudia

    Eu te acompanho acho que desde 2004, e vi todas as histórias e sempre torcia para que vc fosse feliz. A sua determinação foi um fator muito importante pra vc conseguir realizar os seus sonhos. Gostei de ler esse resumão. Tinha coisas que eu não lembrava.

    Beijinhos e muito mais sucesso

    Delma

  25. Sensacional Claudia, tenho 19 anos e meu sonho é ir morar nos Estados Unidos também, estou me programando para ir na metade do ano que vem, com visto de estudante e ficar de 6 a 1 ano estudando e se der certo trabalhando também. Beijão e boa sorte ai nesses anos.

  26. Claudia, Muito obrigado pela sua historia. Bom, eu sou novo, tenho apenas 17 anos de idade mas ja sei muito bem qual caminho traçar na vida, pois desde pequeno soube fazer escolhas importantes. Obrigado por compartilhar algo que sonho em fazer um dia. E que esse dia esteje cada vez mais proximo. Gostaria de manter o contato com você,
    SKYPE: keirosubr
    FACEBOOK:https://www.facebook.com/HalissonQueirozzz

    Sei que tem a vida corrida, mas ao menos gostaria de falar com você sobre tudo o que penso. E como você tem essa experiencia, compartilhar é algo que você sabe muito bem. Muito obrigado pela história.

  27. Uma curiosidade?? O seu marido é americano?? Como são as diferenças culturais entre vcs??? Morro de vontade de morar ai, aluguel é barato ,pois moro aqui em São Paulo e é um absurdo o aluguel, para se morar bem aqui tem que ganhar pelo menos 5 mil.
    bjjos

    • Elaine,

      sim, meu marido é americano. E diferenças culturais dariam um post enorme… mas a gente vai levando. 🙂
      E olha, aluguel aqui não é barato não, principalmente em Washington DC onde eu moro… fica mais ou menos nessa mesma faixa ai.

  28. Nossa… sua história é inspiradora sabia!?
    Principalmente pra mim… que tenho certeza que um dia conseguirei morar na terra do Tio Sam!!!

    Só uma perguntinha (pra me animar mais ainda rsrs)… você foi definitivamente com quantos anos morar ai?
    Tenho 21,e algumas pessoas falam que eu deveria ter insistido nisso antes… não agora que já tenho emprego fixo e faculdade…

    Enfim… pessoas que não tem os meus objetivos que eu são mais dificeis de compreender… rs

    Mas muito bacana mesmo… sua persitência e seu exemplo de que correr atrás do sonho vale a pena!!!

    Grande beijo!

      • Olar Claudia, adorei o seu blog! Parabens pelos 8 anos nos EUA, muito encorajadora sua historia. Bem querida, é o seguinte, tenho 42 anos, sou advogada, divorciada e moro sozinha. Nao falo ingles, no entanto, ultimamente veio uma vontade de sair da minha vidinha chata e pensei em sair do Brasil. Contudo, fiquei insegura por conta da minha idade, será que isso seria empecilho para recomeçar a vida fora do país, conseguir trabalho? Gostaria muito de ler sua opinião.

        Att.;

        Rosana

        Abraço.

  29. Parabéns pelo blog. Me motivou a continuar buscando conhecer esse país. Sempre deixei os EUA por último na minha lista também, mas na verdade o vejo hoje como grande oportunidade de dar um up na carreira. To sendo motivado pela empresa que eu trabalho pra ir, estudar inglês e voltar preparado ou mais preparado pro mercado da contabilidade no Brasil, porque segundo eles, contadores que falam inglês é raro no Brasil. Sei também que nos Estados Unidos, a contabilidade, é uma das profissões mais bem pagas por ai. Quem sabe me apaixono também!! Obrigado pela motivação e sucesso em suas novas aventuras.

  30. Claudia, li sua história e confesso que me senti renovada. Meu sonho , tudo que mais quero é morar nos EUA. De verdade !!! Vejo nos filmes , nos documentários ( Discovery Chanel e por aí vai,,,rsrs) me identifico tanto com este país. Sei que nem tudo é só alegria. Mas estou disposta a enfrentar tudo para conseguir realizar meu sonho.

  31. Claudia, tudo bem?

    Atualmente estou em SP, e tenho a intenção de seguir minha carreira nos EUA. Qual seria sua recomendação para alguem que tem este objetivo? Por onde começar?

    Já tenho o visto de turista, mas gostaria de ir para trabalhar em uma empresa.

    Obrigada.

  32. Oi, Claudia!
    Adorei seu texto e história! 🙂

    Moro em Brasília e estou em processo de “quase tudo certo para me mudar para NY” .
    Meu marido é de TI tbm e está sendo transferido, o que é ótimo pq tbm teremos um visto H1B.
    Estou muito animada (morar nos EUA eh um sonho antigo), mas com medo ao mesmo tempo… Sou advogada, atuo na área, tenho meu emprego, salário…. E terei que abrir mão da minha carreira profissional. Sei que não posso atuar como advogada aí, o que vira um problema.
    Ainda não sei o que posso fazer, além de estudar…

    Desejo que vc continue sendo mto feliz aí e que eu tbm seja! 🙂

    Bjos

  33. Claudia, muito bacana sua história! Meu grande sonho é passar nem que for 1 mês na Califórnia! Sou estagiária, e estou guardando dinheiro aos poucos para conseguir realiza-lo. Ler sua história me inspirou muito mais! Sei que um dia vou conseguir ficar fluente no inglês e conhecer os EUA.
    Parabéns pela família que vc construiu ai!

    Beijos Jéssica

  34. Oi Cláudia tudo bem?Eu tb gostaria de morar no EUA, mas estou muito crua de tudo.Tenho grana para comprar uma casinha lá e gostaria de algumas dicas suas.Entro sempre em sites imobiliários e fico pesquisando sempre algumas regiões.Tenho muita vontade de conhecer a Flórida que me trás uma sensação muito boa.Já houvi falar que é um dos lugares que tem a melhor qualidade de vida para idosos.Eu ainda não sou idosa rsrsr!! Mas penso em um dia me aposentar e ficar um tempo aí. Gostaria de receber dicas suas.Estou planejando ir pra Disney com meu filho de 6 anos e ter um contato com este lugar de sonho.Ainda não tirei o passaporte e nem o visto mas não vou apagar o meu sonho de um dia poder passar bons dias em minha casinha aconchegante e cheia de verde na Flórida.Quero ter contato com vc se possível.Abraços…

  35. Oi Claudia!
    Acabei encontrando o seu site na procurar de como fazer para morar nos EUA me identifiquei muito com a sua historia e que historia hein ainda bem que deu tudo certo, mesmo com os altos e baixos!
    Estou cursando ensino superior na área de TI e queria muito morar e trabalhar nos EUA quando terminar o curso. (daqui 2 anos!)
    Queria saber se você tem alguma dica em especial para universitários que estão em busca de trabalho por aí, tipo seria melhor eu focar em uma empresa Multinacional que tenha oportunidade de trabalhar em pais!?
    Agradeço desde de já , ah! estou vasculhando o site lendo os post, adorei realmente. Beijos!
    Sucesso.

  36. Claudia, li sua historia e me deu mais vontade de tentar realizar meu sonho. Bom eu sou casada á dois anos e nunca perdi a vontade de largar tudo aqui e ir morar fora (EUA). Porem tenho um medo, gostaria de algumas dicas, não sei como conseguir emprego fora meu marido é formado em Administração em Marketing eu tenho o curso técnico de enfermagem não tenho faculdade ainda, mas esse não é o problema temos muita força de vontade e para isso aceitariamos qualquer tipo de emprego no começo, só que como conseguir isso ? tenho duvidadas sobre isso sera que sera facil conseguir um emprego pois isso é necessario para sobreviver fora, com relação a moradia locação de casa ou apartamento é facil ? Espero que me ajude estou querendo fazer isso no começo do ano de 2014 mas quero antes ter uma “estabilidade”. Somos jovens não temos filhos eu acho que essa é a melhor oportunidade. Obrigada desde já.

  37. Oi Claudia, desculpa perguntar esses detalhes, até porque muitas pessoas não gostam mesmo de falar disso, se vc for uma delas, não precisa responder, viu! É que como eu não acompanhava seu blog pessoal, por esse post só deu pra perceber que vc trabalha com TI, mas vc não falou muito de idade, experiência, então minha dúvida é, quando vc começou com entrevistas nos EUA vc já tinha muitos anos de profissão e experiência? Você tinha mais ou menos quantos anos? (e essa não tem nada a ver com o assunto, mas é q eu não entendi kkk) O Nick morava no Brasil? 😀

    Sucesso! Legal saber sua história, e concordo com a pessoa que falou que mais um pouco dava um roteiro de filme, na verdade, acho que já dá =)

  38. Querida Claudia
    Sigo há pouco tempo o Aprendiz e o fato de você morar no meu lugarzinho preferido dos Estados Unidos sempre me chamou bastante atenção. Adoro história norte-americana e sempre que vou a DC encontro as mesmas coisas mas sempre com um olhar diferente, ou procuro por algo que vi em algum livro…é sempre uma viagem na viagem. Sempre tive uma vontade secreta de morar aí, mas como o trabalho do meu marido está ligado a logística portuária – fica um “pouquinho” difícil 🙂
    Obrigada por compartilhar sua história conosco, é sempre bom ter histórias de perseverança.

  39. Olá Claudia como vai td bem com vc , pesquisando ak na web , vi que existem collegios que ofereçam curso de inglês gratuitos a estrangeiros , vc saberia me dizer se conhece algum , penso em ficar uns 3 meses no final do ano e ainda estou na faculdade , e nesse tempo de facul quero ir aos EUA todo final de ano, qualquer informação ficarei agradecido, muito obrigado e legal sua historia nos Estados Unidos

  40. Ola Claudia, td bem!
    Estive lendo seu depoimento, e nossa que luta hein mas gracas a Deus deu tudo certo!
    Ref. a area de TI ai nos EUA, é uma área boa, digo valorizada? os profissionais tem oportunidades? o salario é bom?? , logico que isso levando em consideração a formação academica, e pos graduação!!

  41. Nossa, que história de idas e vindas, mas com um final feliz! Pq a vida faz isso com a gente né?! Adorei seu depo, vou continuar “fuçando” no seu blog, pois tenho certeza que encontrei a pessoa certa para me inspirar a mudar de vida!!!! Boa sorte para vc!!! Bjsss

  42. Adorei sua história e me senti mais motivado ainda a tentar os EUA.

    Tenho uma pessoa que irá fazer doutorado nos EUA e não gostaria de ficar tanto tempo afastado.

    Mas conto com 2 grandes motivos que me impede de enxergar os EUA como algo fixo mesmo que por um tempo.

    Não falo inglês e tenho dificuldades absurdas com isso…

    Estive na California e foi um desastre.

    Mas tenho até agosto de 2014 para ao menos me desenvolver mais neste fator… talvez me comunidade eu ainda consiga a tempo rs…

    O segundo fator é, vou acompanhar uma pessoa com uma bolsa de estudo, que será para suas despesas, o que dirá de ter um agregado junto.

    Mesmo que eu leve um din din, ainda será insuficiente para minha permanecia por tanto tempo.

    Seu blog me deu um pouco mais de esperança, já que tantos impecilhos foram criados e você ainda sim, permaneceu no seu sonho.

    Espero também conseguir realizar o meu e ficar perto de quem tanto quero.

  43. Boa noite!!! Adorei o post. Tenho acompanhado muito o seu blog.
    Gostaria de uma opinião sua. Sou da área de TI tmb e tenho muita vontade de trabalhar e morar nos EUA, porém ainda estou aprimorando meu inglês para obter proficiência. Você acha que idade é um empecilho? Tenho 26 anos… Não será muito tarde tentar com uns 27 anos? Sabe dizer como é o mercado de trabalho para desenvolvedores PHP? Estou na área a 7 anos.

  44. Cláudia,
    Linda história! De perseverança, principalmente. Parabéns por tanto esforço e por ter conseguido o que tanto sonhava.
    Ab,
    Cinthia.

  45. Claudia, parabéns pela história! Tenho uma tragetória parecida com a sua. Também sou da área de TI, tentando ir para os USA. Já morei/trabalhei na India e Argentina com TI. Consegui um projeto nos Estados Unidos, mas na hora do embarque o projeto foi cancelado e acabei ficando no Brasil.. Vc poderia me passar seu email para trocarmos algumas informações? Obrigada!

  46. Parabéns. Poucas pessoas conceguem essa proeza, talvez por não ter a coragem e persotência que você teve. Eu mesmo não tenho. E ei sonho em conhecer, trabalhar, mas eu se que esse sonho eu nunca irei alcançar. Felicidades e que Deus continue te abençoando.

  47. Parabéns, pela sua história de vida. tenho uma vontade enorme de sair do Brasil e morar em Nova York ou Miami, assim que terminar meus estudos daqui a uns 3 anos e poder trabalhar na minha área (Arquitetura).
    sucesso, que possamos conseguir nossos sonhos.

  48. Olá meu nome e Edson tenho 18 anos faço Direito estou no 2° período amo os EUA mais só viajar para mim não e o bastante quero morar ai sabe e tipo cada um fala uma coisa cada site diz um modo diferente de como virar cidadão permanente desse maravilhoso pais quero saber oque tenho que fazer certo se posso conhecer alguém e casar e ficar uns 5 anos e largar só para ganhar nacionalidade o jeito mais rápido para que eu poça comprar minha casa e apenas estudar ai fazer Direito nos EUA tenho dinheiro para morar em NY mais quero ser legalizado poder andar livremente sem problemas me ajude estou precisando urgente de uma pessoa que possa me aconselhar para mudar do Brasil desde já te agradeço muito meu e-mail e edson-cesar@hotmail.com

  49. Olá Cláudia, eu tenho esse sonho americano sinto que nasci na américa errada, mas me diga, em que posso trabalhar aí, vi que disse que não tem manicure? Como assim? Será que seria uma boa pedida trabalhar como manicure aí e descolar o pão de cada dia?
    Me diga se sim e quais as medidas que devo tomar pois tô com poucas economias para ir e me sustentar por poucos dias e como conseguir a cidadania.
    Obrigada querida que Deus continue te abençoando

  50. Demais, Cláudia. Apesar de eu seguir o blog, sempre me perguntava “como é que ela foi parar lá”. Linda história, cheia de altos e baixos, emoções que deram frutos. Parabéns, sucesso. bjos

  51. Olá, Cláudia! Estou morando em DC há 5 meses e assim como você tinha os Estados Unidos como último país na minha lista, mas confesso que DC mudou meu pensamento. Adoro seu blog e sempre acompanho as postagens. Muito bacana a sua história!
    Muito sucesso para você! 🙂

  52. Adoro o Aprendiz de viajante, toda vez que viajo leio seus posts primeiro para pegar as dicas! Parabens!
    Poxa Claudia, me identifiquei demais com sua historia. Eu trabalhava em um Banco em Recife e foi desligada. Em 15 dias, arrumei minha vida e vim embora. To fazendo mestrado em finanças aqui na Virginia. Tenho algumas amigas que trabalham no Banco Mundial e ja mandei meu curriculo para la, mas por ja morar e estudar aqui a unica possibilidade é um estagio la. Voce tem alguma dica para mim? Onde poderia procurar uma oportunidade como essa que vc teve no BID e no Banco Mundial? Site ou algum outro orgão especifico?
    Agradeço muito se tiver algumas dicas 😉
    Sucesso sempre!

    • oi Luciana,
      para ver as oportunidades é mesmo através do site do Bid e Banco Mundial. Minha área é TI, então não sei muito como é a área financeira, mas acredito que deve ser o lugar certo. Ficar de olho… 😉

  53. Olá Claúdia adorei a sua história, até porque sou apaixonada por viagem, embora falando francamente não conheço os Estados Unidos. Pois justamente parecido com o teu caso, nunca me bateu vontade de conhecer ou pensar em viver lá. Mas lendo os teus comentários confesso que me aguçou a curiosidade. vivo em Lisboa a 8 anos e conheço alguns países e cidades da Europa. Gosto muito daqui. O único problema é a crise que se bateu por aqui. Muitas vezes pensei em sair daqui. Só que para o Brasil não pretendo voltar. Só me resta os Estados Unidos. Mas… o maior problema… não tenho contacto de ninguém conhecido que vive lá. Trabalho na área de estática e preciso de uma consultoria a esse respeito. gostaria de ir para um estado menos frio pois brasileiro não suporta frio. Gostaria de saber sobre o mercado de estética nos Estados Unidos e Quais as minhas chances. Uma vez que Já não sou tão jovem como gostaria. Muitas felicidades, quero dizer que adorei essa parte da tua historia. muitos beijinhos. Gosto que me chame Lia
    Lia Ferreira

  54. Adorei o seu relato, lindo e apaixonante, assim como o seu blog que é muito bem escrito!! Mate a minha curiosidade rs, o seu inglês já era fluente na época das entrevistas de trabalho? Como adquiriu fluência no idioma e autoconfiança para as entrevistas? Meu marido também é da área de TI e gostaria de obter mais êxito para candidatar-se às vagas no exterior. Obrigada. Boa sorte e muito sucesso!!

    • Patricia,

      eu dei sorte que lá no banco interamericano de desenvolvimento estava trabalhando para o Brasil e com uma equipe quase toda brasileira. Fiz uma entrevista em inglês, mas as outras foram mesmo em português. Depois de 2 anos aqui que comecei a fazer entrevistas a serio em inglês… para pegar fluencia, só mesmo passando uma temporada por aqui.

  55. Adoro o teu blog Cláudia e fiquei encantada com a tua história!Ela serve de incentivo para muitas pessoas!
    Sou médica no Brasil e ,quando me aposentar(vou me aposentar ainda “jovem”),pretendo morar fora do país!
    Tenho nacionalidade portuguesa(presente do meu falecido pai ), fato que facilita a minha moradia em qualquer país da União Europeia(não pretendo morar em Portugal). Penso Londres, Paris,Barcelona,Holanda ou Alemanha.
    Sou uma viajante crônica,já conheço diversos países e já fui incontáveis vezes aos EUA\Canadá.Adoro os EUA e o Canadá,mas ,para morar,não gostaria de ser uma ” ilegal”,por este motivo escolhi a Europa para terminar meus dias !
    Por enquanto,continuarei minhas ANDANÇAS por este mundão de DEUS ,que é muito lindo !
    Parabéns pela história e pelo blog !

  56. Oi Claudia tenho 65 anos quase 66. Tenho muita vontade de fazer intercâmbio e aprender inglês. O que você acha, quanto tempo e onde seria o melhor lugar para tal. Adorei o seu blog. Sempre pensei em fazer isso, porém quando mais moça tinha marido, filha pequena, trabalho, etc… hoje sou aposentada, viúva e com filha adulta porque não me aventurar. Só vai depender das condições financeiras. Beijos

    • oi Ilda, que legal! Há cursos em vários lugares dos Estados Unidos. O ideal é ir para um lugar onde poucas pessoas falam inglês. Muita gente escolhe San Francisco, que tem escolas ótimas. E tempo, depende mesmo do seu dinheiro. UM mínimo de 3 meses para valer a pena. E boa sorte!

  57. Ola Claudia,

    Mas como funcionou em questão da sua cidadania? Você chegou a ficar ilegal no EUA?
    A mãe do meu marido ‘e cidadã americana e o dele esta saindo agora. Estou pensando em ir junto para morar, só que não legal a principio.

    Atenciosamente,

    • Jenifer,
      não.. nunca fiquei ilegal e isso é uma das coisas mais importantes a se prestar atenção: não fique ilegal porque isso pode prejudicar todo o seu futuro, principalmente porque agora tudo é conectado, todas as informações de entrada saída e etc. Se ele vai receber o dele, melhor dar logo entrada no seu processo e fazer tudo pelo lado legal.
      Nas primeiras vezes que eu vim, fiquei dentro da permanência do meu visto de turista e sem trabalhar, pq meu trabalho de consultoria era pelo Brasil. Quando vim para trabalhar, o IDB e Banco Mundial me deram o visto de trabalho G4, que eu fiquei com ele até casar e aí então tive o Green Card. Se não tivesse casado, teria ficado com o G4 até hoje, que é do Banco Mundial.

  58. bom… de fato a sua história é muito linda mesmo ! mas nem para todo mundo é tão fácil assim entrar e sair dos EUA tantas vezes que nem você , eu falo por mim ! tentei tirar meu visto de estudante e ele me foi negado ! mas porque ele foi negado ? simples… foi negado pelo fato de eu não ter grana e ser pobre ! a companhia de ballet de lá iria pagar tudo pra mim (alimentação, hospedagem e etc… ) . Mas como eu sou brasileiro (risos ) eu estou indo novamente esse ano (com meu I-20) tentar tirar um outro visto ! espero que dessa vez dê certo ! 😀

    • Jhont Klismann eu juntei dinheiro por mais de 10 anos para fazer a minha primeira viagem internacional. Consegui tirar meu passaporte em 1998 quando as leis não eram tão rígidas como agora, mas ganhava 4 salários mínimos na época. Só viajei pela primeira vez para o exterior em 2001. Não é fácil não, mas se é seu sonho… não desista!

  59. Oi Cláudia,

    Muito legal sua história. Assim como você são milhares de pessoas com os mesmos sonhos. Inclusive eu.
    Sou formada em Contábeis, porém minha preocupação é o inglês. Consigo me virar tranquilamente, já fiz intercâmbio na época da faculdade, mas meu sonho mesmo é trabalhar e morar nos EUA. Quando você foi, tinha o inglês fluente? Estou tentando uma forma de conseguir algo, mas me sinto insegura pelo inglês. Estou com 28 anos e sinto necessidade de me apressar se quiser realizar meu sonho.

    Pode me ajudar?

    Obrigada,

    Joana

    • Joana,

      já me virava bem, mas não era fluente não. A vantagem pra mim é que fui trabalhar numa área no Banco interamericano de desenvolvimento que lidava com o Brasil e a equipe era toda brasileira, então isso facilitou. Depois de alguns anos eu fui trabalhar numa empresa americana, aí sim com inglês fluente! 🙂

  60. Super Legal. Eu invisto demais na minha carreira, trabalho com TI, sou formado em Administração e Análise de Sistemas. Trabalho numa empresa Volkswagen no Brasil, e tenho o maior sonho de ir morar nos EUA, buscar uma oportunidade de trabalho e ficar na terra do Tio Sam. Parabéns, em breve se Deus quiser serei eu.

  61. Claudia, li seu blog pessoal ano após ano, acompanhei qdo começou a namorar, os planos de levar seu filho pros EUA, qdo ficou grávida… dps, qdo o blog acabou, “te perdi”.
    Que surpresa maravilhosa te reencontrar aqui nesse blog de viagens, que é mesmo sua cara!
    Me sinto uma amiga antiga que te encontra!
    Que delícia!!!!!!
    Amava seu blog e eu era novinha qdo o lia, hj tenho 27 anos e fui picada pelo bichinho da estrada tb, amo viajar!
    Não te largo mais.
    Beijos

  62. Olá Claudia,
    gostei muito do teu post. Sou da área da Educação, professora de Ingles, e tmb não me acostumaria em fazer outra coisa. O que vc pode me falar sobre a área de educação aí e de se morar com filhos (tenho 2 meninos) nos EUA ??
    Grata
    Bjkas

    • Christiane,

      não conheço a área de educação pelo ponto de vista profissional, então não saberia te dizer como é o mercado. Mas vejo muitos professores de outros países. Agora, professora de inglês eu imagino que seja uma área dificil aqui, já que há vários nativos. E para morar filhos é igual em qualquer lugar do mundo… tem suas felicidades e agruras.

  63. Adorei, sempre tive vontade de fazer o que essa moça fez , me jogar , aprender inglês , mas me faltou coragem , hoje com 57 anos, desempregado, estou tentando arrumar um emprego nem que for de caseiro em Miami ou Orlando para morar e aprender inglês e conhecer e viajar por todo EUA….., fui a N.Y, Chicago, Iowa(Johnston)Miami e Orlando em set. 2012, e adorei tudo foi maravilhoso , sempre tive uma resistência a Terra do Tio Sam , mas fui vi e gostei …… Parabéns Claudia, vitoriosa você abração, saúde e felicidades …
    Niko

  64. Oi Clau! Adorei o seu post! Conheci o adv quando entramos na rbbv mas ultimamente ele nao sai dos meus favoritos! Isso porque em agosto embarco pra DC (pra fazer meu mestrado) e, assim como voce contou no comecinho, eu era uma pessoa que sonhava muito mais em morar na europa do que nos eua! Mas estou amando essa ideia de morar ai e seus posts estao me fazendo ficar mais “familiarizada” com a cidade que ja sinto que vou amar!
    Quem sabe um dia nao nos encontramos pra uns drinks em alguns dos restaurantes que voce listou naquele post e conversamos mais sobre blogs, brasil e eua?
    Beijos!

  65. Oi Claudia, em toda minha vida nunca tive vontade de ir aos USA, meu sonho sempre foi a Europa. Mas sempre existiu um lugar nos USA que eu tinha vontade de conhecer que era Las Vegas e finalmente em 2013 fui passar uma semana lá e lógico me apaixonei e hoje posso dizer que moraria lá sem o menor problema. Em dezembro 2014 vou com uma amiga e minha irmã passar 20 dias entre Nova York, Las Vegas e Miami. De Nova York pretendemos ir um dia para Washington. O que você aconselha para quem tem apenas um dia para a cidade ?
    Obrigada e parabéns, adorei o seu post e tudo o que você coloca no Aprendiz de Viajante

  66. Eu amei a sua história e gosto muito do seu blog. Fui para Orlando pela primeira vez em abril e peguei suas dicas de Orlando. Deram muito certo, foi tão bom que já estou pensando em fazer aquela viagem de São Francisco à las vegas de carro.

  67. oi claudia tambem estou querendo juntar um dinheiro e ir morar nos eua ,eu sei que tem que ter passaporte visto essas coisas quero sair do brasil acho que aqui nao vai me oferecer nada nao eu quero morar ai no exterior para ver como e a vida num pais de primeiro mundo

  68. Adorei sua trajetória, parabéns!
    Eu tenho 17 anos, meu sonho é morar em EUA. Já terminei o ensino médio, estou no último período do curso de inglês, e claro, por amar tanto o idioma, eu falo fluentemente. Agora, meu momento é: ” Qual faculdade devo fazer?”.
    Ando me fazendo muito essa pergunta. Você me daria dicas de cursos de faculdade que futuramente me dariam oportunidades de viajar pra fora!? Gosto muito da área de informática. Obrigado, um grande beijo, adorei vc!

  69. Olá,eu acho seu blog muito bacana.E tenho uma duvida,você disse que é da area de TI.Eu gostaria de saber em qual curso você se formou,porque estou tentando decidir qual curso escolher pra estudar na faculdade esse ano. 🙂

  70. Olá, bom dia!! sempre sonhei de morar nos estados unidos, depois ter conhecido a teens missions, aqui no brasil, pois não deu certo de trabalhar nessa misão, hoje tenho 37 anos, no final de meu curso de letras português. formando pra professor, quero saber se tenho chance de trabalhar nessa área como professor aí nos estados unidos? aguardo resposta…

  71. Olá Cláudia..
    Parabéns pelo sucesso! Vc conhece algum(a) psicólogo(a) por aí? Tenho procurado saber como é o mercado na minha profissão nos EUA? Tenho pensado em fazer cursos, quem sabe um mestrado aí. Abraços

  72. Olá Claudia, que documentos são necessários ou precisos para ter um visto de trabalho. Que procedimentos são feitos? É muito dificil uma empresa tratar e apoiar esses vistos? Por acaso não tens nenhum amigo/amiga que trabalhe na área de marketing e vendas e precise de alguém nessa area. 🙂

    Beijinhos obrigada

  73. Olá, muito bom o post gostei bastante da historia. Bom deixa perguntar, daqui a 3 anos eu estarei formado em T.I e tambem terei completado minha Pós em Governança de T.I, o que eu queria saber é se com tudo isso facilitaria para eu tirar um visto de trabalho, ou você sugere outro jeito para eu ir para os EUA ? (Mais Especificamente em Seattle, WA). A respeito de parte ficanceira eu teria por volta de 26mil reais para levar comigo, isso ajudaria por quanto tempo ? Desde já agradeço !! “__”

    • Rafael,
      dificil prever como o mercado estará até lá, mas fique de olho nas oportunidades desde já. E quanto a questão financeira também vai depender da taxa de conversão na epoca e de como você vai viver aqui… pode durar alguns meses ou menos de 1. 🙂

      • Oi amiga! atualmente moro no Brasil e penso em trabalhar por 3 meses aí nos Estados Unidos.
        trabalho na área de vendas e estou estudando o idioma Inglês!
        é possível eu trabalhar para mim mesmo aí.
        aqui eu trabalhos com as publicações da Casa Publicadora Brasileira.
        Eu tenho chance de conseguir isso e como faço?

  74. Olá Claudia, eu e meu marido estamos pensando seriamente em abrir uma franquia em Miami e nós nos encaixamos no visto E2. Estamos em fase de pesquisa e gostaria de ter uma ideia de quanto se paga pelas contas básicas, tipo água, luz, telefone, tv a cabo, internet… estamos tentando fazer uma planilha de custos, será que vc conhece algum site onde possa pesquisar, se vc puder me mandar por email eu agradeço imensamente.

  75. So de pensar que acompanho o seu blog ha anos, e o mesmo com a Helo! Nao as conheco pessoalmente, mas as vezes parece que sim 🙂

    Faco 20 anos de States dia 13 Dezembro. Tem dia que parece que foi ontem que a minha familia se mudou para ca. Outras vezes, parece que nasci aqui!

    Beijos!

  76. Olá! Tudo bem?
    Sua história foi inspiradora pra mim!!! 🙂
    Você mudou tinha quantos anos? Tenho 26 e quero muito mudar para os EUA ou Canadá, estou mais para o Canadá, porque a chance de emprego lá é maior e mais fácil. Sou jornalista, falo inglês e espanhol e tenho MBA. Mas não sei como conseguir emprego na minha área nesses países. Você tem alguma dica?

    ps: sinto que preciso mudar logo, porque depois ficaria sem coragem sabe?

    obrigada!!! beijos

  77. Que história encantadora, sou fascinada por viagens pena que meu esposo não gosta muito. Quando eu era mais jovem pensava em morar na Austrália, porém não deu muito certo, e nem tentei mais! Um dia ainda vou nem que seja a passeio. 😀

  78. Oi Claudia,

    Conheci agora pelo “google” seu Blog.
    Quais bancos aqui nos EUA contratam Brasileiros para trabalhar? Você saberia me informar algum que eu conseguisse aplicar?
    No momento, estou morando aqui nos EUA fazendo um curso de Inglês.
    Valeu.
    Se possível, me responder por email.
    tavaresantunes@hotmail.com

    Igor Tavares

  79. Oi Cláudia!

    Adorei ler tudo isso sobre DC! também moro aqui e, faço minhas todas suas justíssimas palavras sobre esta cidade tão especial. O único que me falta aqui, (mais que a praia…) é conseguir trabalhar! Venho tentando vagas no BID, na OEA e Comissões Brasileiras, mas não consigo abrir uma portinha sequer. Nem os contratos temporários de Consultoria que o BID oferece! Mas meu amor por essa cidade me faz seguir tentando!
    Vou provar suas dicas de restaurantes, tem alguns que não conheço e para seu marido que gosta de Indiano tem um aqui no meu condomínio muito bom, London Curry House. Fica em Alexandria, não sei se é longe para vc, mas talvez quando venham passear por Old Town, fica perto.
    http://www.londoncurryhouse.com
    Ah! Parabéns pelo trabalho no Vapiano. Sempre vou ao da M St. e sempre paro para admirar as fotos, paixão que também tenho, foi um prazer conhecer a autora!
    Bjos
    Jane

    • ola gstaria de mrorar para os eua,mas assim eu quero ir para morar,eu posso trabalhar lavando carros e etc,qualquer sub emprego,.Pois o sonho amercano realmente existe ? olha só aqui tenho cmo me sustentar, mas eu tenho problemas de saúde, será que eu consigo ir ? sou depressivo, essa entrevista para conseguir o vistoé feito em brasilia ? eu nao tenho o ensino medio, como fica nao tem nada a ver ? vou faer curso de ingles,ja sei um pouco mas vou fazer.

      motivo ? o brasil nao da mais, coisas caras, vi uns carros a venda por 2,400 dólares, com esse dinheiro pego a vista, e aqui que compro cm isso ? um pau veio, de primeira somente para se locomover acho que basta um carro bem barato,ai quando se estabilizar ai sim compra um carro bom, e sinceramente ninguem respeita ninguem, constituição governo passa por cima, ai nota-se que nao.

      obrigado, ta ruim a resposta devido ao teclado do notebook.

  80. Que história hein!?!?
    Foi bom saber como foi sua chegada aí.

    Bom, eu tenho o sonho desde pequena de ir morar nos EUA, particularmente gostaria de morar em uma cidade pequena na Califórnia. Meus pais ainda não concordaram totalmente com a ideia mas sei que quando chegar a hora vão me apoiar…

    Vou seguir sua dica de procurar agencias de imigração. Sei que ainda falta um tempo pois quero acabar o curso de inglês, mas assim como vc espero um dia poder realizar esse grande sonho.

    Beijos

  81. Oi! Sua história é motivadora… Bom, resido no EUA e possuo green Card, ainda estudo, não possuo fluência na língua. Gostaria de saber quais os requisitos para se trabalhar em um banco americano e, se desejar, pode informar a média salarial? Esse é meu sonho profissional. Obrigada!

    • Anna,

      primeira coisa é precisa de fluencia na lingua. E eu trabalho num banco internacional e não americano. E esse banco não é banco com agências, então não tem “caixa” de banco, gerente e etc. Você tem que entrar num banco e ver os requisitos para cada cargo. 😉

  82. Parabéeeeens primeiramente pela pessoa que você é, pois mesmo não dando certo algumas vezes tu não desistiu. Extremamente linda a tua história!! Estou no 2 ano da faculdade, tenho uma tia que mora nos EUA e tenho vontade de ir conhecer este país, e quem sabe passar uma temporada. E sobre mudar de cidade!? Vá em frente, a estagnação não agrega em nada!! Bjos linda!! ♥

  83. sou brasilheirro nunca fui pros us mas quero ir pra morar trabalhar viver la oque tenho que faze ja que nao tenho familiares direto ou sangue distante dos us como faço pra ir legalmente tudo certo e fica de boa de dor de cabeça

  84. Oi Claudia,
    que legal a sua história. Eu também aterrei no Brasil há 3 anos e meio e por aqui fiquei. Vida de expatriado não é tão doce como todo o mundo pensa, mas é bom podermos viver no país que escolhemos.
    Beijo,
    Joana

  85. Morei no Brasil até os 20 anos de idade e fui para Philadelphia. Fiquei lá 6 meses e de lá fui para Newark, 1 mês depois fui para Boston e fiquei lá por 15 anos. Agora finalmente tomei coragem de sair do frio e vir para a Florida. Foi uma decisão difícil, ficou família em Boston, história e muita saudade, mas estou adorando a vida praiana. O calor excessivo do verão vale mais do que a quantidade absurda de neve que tínhamos que limpar por todo o inverno. Prefiro 2 meses de calor excessivo do que 6 meses de frio por ano. Estou muito feliz aqui, parece que minha chama se reacendeu e me sinto mais viva desde que cheguei. Aconselho você a pelo menos tentar morar em uma cidade mais quente, você pode se apaixonar como eu.

    • Thais meu sonho e morar na florida só que não tenho parentes ai , tem alguma outra forma para mim trabalhar , morar e viver ai na florida meu ajude por favor !!

  86. Ola Cláudia

    Amei sua historia e lhe parabenizo. E gostaria de uma sugestão. Tenho 36 anos formado em marketing e analise de sistemas no Brasil com especialização e em Gestão de Pessoas. Nunca tinha pensado em morar no EUA mas no carnaval de 2014 conheci uma pessoa que mora em Washington DC e me apaixonei por ele. Desde então ele me visita a cada dois meses no máximo três(no Brasil) e no último mês o visitei passamos 20 dias maravilhosos no EUA. E desde que voltei para o Brasil, não consigo mais dormir(risos), tranquei meu curso de mestrado e decidi morar com ele em Washington DC. Porém preciso pelo menos de uma possibilidade de trabalho, o que você me sugere , por onde devo começar. Estou decidido porém perdido.
    Beijos.

  87. Bom dia. Também sou profissional de TI, certificado Microsoft e com 8 anos de experiencia. Tenho grande vontade de ir para morar com minha família nos Estados Unidos. Já conhecia o site dice informado em seu vídeo e entrei com meu currículo. Várias empresas me procuraram mais esbarrei em problemas de inglês e visto, onde meu inglês estava precário. Melhorei ele muito, porém a parte do visto ainda é um priblema, pois o meu é B1/B2, e as pessoas estão pedindo vistos que possa trabalha. Neste caso, o que recomenda, se as oportunidades estão existindo, minha experiência é boa e pela que estou interpretado, meu currículo está favorável às vagas?

    Obrigado pelo auxilio desde já.

  88. Oiii, tenho que fazer vestibular e sempre quis estudar nos Estados Unidos, já visitei várias vezes e amo ny!! Sempre quis morar lá!!! Então, tem como você me dar uma dica de quais profissões estão em alta, e oque devo fazer pra morar em nyc??

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui