Os bairros de Buenos Aires

19

Como qualquer outra grande cidade do mundo que recebe muitos turistas, volta e meia um bairro de Buenos Aires o qual ninguém nunca tinha ouvido falar antes vira super hipster e enche de restaurantes e lojas bacanas. Mas as áreas básicas da cidade, aquelas que a maioria das pessoas fazem questão de conhecer e que são rapidamente reconhecidas nas fotos e nos cartões postais, continuam populares e cheias de atrativos.

Resolvi fazer então um mapinha e uma lista que explicam onde ficam os bairros que, entra moda sai moda, não saem do roteiro dos visitantes e o que tem de especial pra ver em cada um deles (o mapa que fiz no Google Maps com todas as divisões está no fim do post, clique para visualizá-lo com as legendas em outra página).

mapa de buenos aires

Microcentro, San Nicolás e Monserrat

O Microcentro não é reconhecido como um bairro, mas é uma região delimitada por 4 grandes avenidas (Mayo, Córdoba, 9 de Julio e Leandro N. Alem) e que concentra ícones da cidade como a Calle Florida (parte dela), Galerias Pacífico, Casa Rosada, Obelisco, Café Tortoni e Plaza de Mayo. Por ali estão muitos escritórios, é uma região bem corporativa. O Microcentro ocupa em sua maioria o bairro de San Nicolás e um pouquinho de Monserrat os quais, fora o próprio Microcentro, não têm grandes atrações para os turistas. Monserrat principalmente, serve como um link  – se você estiver a pé, vai passar por lá pra ir de San Telmo a Recoleta, por exemplo.

Aproveite que você vai ver a Casa Rosada e entre na Catedral Metropolitana, onde estão os restos mortais do libertador da América, San Martín, veja também o Cabildo, antiga casa do governo e hoje funciona como museu.

 Casa Rosada, Microcentro
Casa Rosada, Microcentro

Palermo

Eu acho que o Palermo é o bairro queridinho dos brasileiros que já foram a Buenos Aires mais de uma vez. Todo mundo se encanta com as lojinhas, ateliers, cafés e restaurantes que tem aqui. Sempre tem um lugar novo abrindo as portas. Mas o bairro é imenso e pode gerar uma certa confusão, já que existem um monte de “sub categorias”, como Palermo Chico, Palermo Viejo, Palermo Soho, Palermo Hollywood e por aí vai. Além disso a região de Las Cañitas também fica dentro do Palermo.

palermo
Palermo Viejo

 

Palermo Chico
Palermo Chico

O Palermo com os lojinhas legais e etc fica no Palermo Viejo. O Palermo Chico quase não é visitado por turistas, ali ficam umas mansões que até são lindas e tal pra tirar foto, mas não tem muito o que fazer – esse pedaço fica ao leste da Avenida del Libertador.

Mas o Palermo Viejo também tem sub divisões (não oficiais), e as mais conhecidas são o Palermo Hollywood, Palermo Soho e mais recentemente Las Cañitas também passou a fazer parte do roteiro turístico graças a uma onda de novos restaurantes que abriram por lá nos últimos anos. No Palermo Soho tem uma concentração imensa de lojas e lugares para comer, um mais bacana que o outro (veja o mini guia de Buenos Aires – muita coisa da lista fica nessa área).

Acho que um símbolo do Palermo Viejo são os “Bosques de Palermo”, uma área verde imensa e que merece uma visita, principalmente em um dia de sol. Algumas das atrações são o Planetário, Jardim Japonês e jardim das rosas. Logo ao lado desse parque fica o Zoológico da cidade, uma boa ideia de passeio para quem está com crianças. (O Zoo foi fechado em junho de 2016)

Parece que o clima de “parque” continua por todo bairro, que é bem arborizado e tem mesmo um jeito mais calmo que o resto da cidade. Pra ser bem honesta, da última vez que visitei Buenos, achei o Palermo um verdadeiro oásis na cidade – parece que você está tão longe do centro mas ao mesmo tempo tem aquele clima de lugar bacana que poucos lugares conseguem ter.

La Boca

O bairro que é a casa do time de futebol Boca Juniors – o estádio La Bombonera, aliás, é uma atração turística – é também conhecido pelo Caminito, rua cheia de casas coloridas que tornou-se uma espécie de símbolo da região.  As cores não estão apenas no Caminito, mas o charme de La Boca já não é o mesmo. O turismo tomou conta das ruas, mas não de uma forma legal, foi meio desenfreado, exagerado: está tudo um pouco descuidado e o restaurantes e cafés de tango disputam atenção dos turistas com música alta e garçons te chamando. Claro, a comunidade ainda vive lá, e muita gente ainda de maneira precária. Os preços estão inflacionados, mas acho que ainda vale a pena dar uma passada – não apenas pra andar no Caminito mas também para visitar a Fundación Proa e ver a velha ponte ferroviária que corta o Rio da Prata.

La Boca
La Boca

 

La Boca
La Boca

San Telmo

É o bairro da famosa feira de antiguidades e também de lugares pra ver tango. Apesar do dia oficial da feira ser domingo, hoje em dia dá pra encontrar barracas lá até dia de semana – isso sem falar das lojas. Acho que não há bairro na cidade com atmosfera mais boêmia!

Puerto Madero

A área portuária foi revitalizada em meados da década de 1990 e hoje é um dos lugares mais bonitos de Buenos Aires – o “calçadão” é cheio de restaurantes e hotéis. Outro ícone da região é a Puente de La Mujer, projeto que fez parte da revitalização. É legal andar por lá no fim do dia, principalmente se for primavera/verão e tomar alguma coisa, de preferência com vista para o Rio.

Puerto Madero
Puerto Madero

Recoleta

Ou seria a Paris de Buenos Aires? Comparações a parte, esse é o bairro “chique”, cheio de lojas caras mas também praças lindas e construções super fotogênicas, de fazer você ficar olhando pra cima. Um dos locais mais conhecidos do bairro é o Cemitério, onde está sepultada Evita Perón. Ali perto estão também o shopping Buenos Aires Design Center, a escultura de flor ‘Floralis Generica’ (que inclusive abre e fecha em diferentes horários do dia) o Museo de Bellas Artes e também o Malba.

É gostoso se perder nas ruas da Recoleta, e escolher uma café para tomar um submarino como um tostado de jamón y queso.

Cemitério da Recoleta
Cemitério da Recoleta

 

Escultura, Recoleta
Escultura, Recoleta

 

submarino e tostado
Tomando um submarino e comendo um tostado… ah, Buenos Aires!

Retiro

No Retiro fica a Plaza San Martín, onde começa a Avenida Santa Fé. O bairro conecta o Microcentro com a Recoleta, e por ali também fica o shopping Patio Bullrich – quase na divisa com a Recoleta.

(Clique no mapa abaixo para abri-lo no Google e ver as legendas de cada região)


View Regiões de Buenos Aires in a larger map

 


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$ 120,00 + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


19 COMENTÁRIOS

  1. Estive em Buenos Aires em Set/12 e gostei da cidade, mas não é a cidade que colocaria na minha lista para voltar, acho que conheci o que queria ver e foi legal 🙂 Passamos 8 dias inteiros na cidade e foi uma viagem bem tranquila, estilo “slow” 🙂 Não tivemos problema com transporte, notas falsas e tudo mais 🙂 A única reclamação eram as “cacas” dos cachorros em exagero. Fiquei em Palermo e tivemos dias super legais na cidade. Recomendo um restaurante/café chamado Casa Mua que ficava bem pertinho do meu hotel (Hotel Costa Rica super recomendo, a equipe era show). Os pratos eram maravilhosos, o atendimento execlente e super aconchegante.

    Foi isso!
    Bjokas

  2. Se você estiver indo para Buenos Aires, comprar nas bancas de revistas da cidade uma NOVA revista chamada “ALL INCLUSIVE” que tem tudo, tudo, TUDO sobre: hotéis, restaurantes, cafés, danceterias, bares, Tango & “milongas”, lojas, outlets, passeios e escapadas ao “interior” (provincias)! Também tem MUITOS mapas!!!
    Julián

  3. Olá, adorei a reportagem! Estou querendo muito ir à Argentina…Gostaria de saber os restaurantes mais baratos e lugares legais para ir à noite como baladas e etc…Você teria como me indicar alguns?

  4. Estamos pensando em ir para Buenos Aires um pouco antes do reveillon e passar a virada lá, para fugir do agito. Soube que a cidaee fica vazia e que tem um baile de virada no bairro de palermo. A minha dúvida é quanto ao funcionamento dos estabelecimenoecimentos comerciais , pontos turiscos e retaurantes nesses dias. Se alguém puder me ajudar…

  5. Nós já ficamos hospedados na Recoleta (Hotel Ce Diseño – muito bom), achei é muito limpa, segura, ideal para fazer tudo a pé; Palermo (Fierro Hotel – sensacional e Howard Johnson – muito bom), o bairro tem alguns pontos abandonados, sujos, mas tem ótimos restaurantes; Centro (Lafayette Hotel – decente), acho muito pega-turista e inseguro. Nós gostamos muita da região de Colegiales e Belgrano, apesar de termos ficado em um hotel ruim (Crystal Palace). Porém, ainda não temos certeza sobre a segurança do bairro, vc saberia informar?
    Estou escrevendo um blog, sem qualquer interesse comercial, para ajudar os demais viajantes. Tem 03 posts sobre Buenos Aires.
    Caso alguém tenha interesse:
    http://www.comidaparaviagem.wordpress.com
    Obrigado!

  6. Muita info legal! Parabéns! Vou pra lá em janeiro e to pensando em alugar um ap mobiliado. Qual bairro vc sugeriria? Visando facilidade de acesso aos pontos turísticos e segurança? Obrigada

  7. Amei BAires. Fomos Em Lua De Mel, em 2011. A crise não tinha chegado, então tinha muita coisa barata. Não deixem de passar na Lacoste de Palermo Hollywood. É espetacular! Andamos de Palermo a Recoleta, passamos por ruas extraordinárias. Puerto Madero é linda! Super recomendo.

  8. Poxa,
    Buenos Aires tem tantos outros locais além dos citados acima.. Villa Crespo, Caballito, Las Cañitas..Chacarita, Barracas, Belgrano…
    Povo só visita o que todo mundo visita..
    Viagem sem graça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui