Mochilando em Barcelona

26

Nesta visita a Europa, não podia deixar de passar pela Espanha. E o destino escolhido foi Barcelona. Meu vôo de Paris foi na Ryanair, companhia “low cost” da Europa. Eram quase duas da manhã quando cheguei ao albergue, depois de levar mais tempo entre Paris e aeroporto e aeroporto e Barcelona, do que no avião.

Plaza Real

O albergue que escolhi, fica na Plaza Real, no meio da muvuca de Las Ramblas e cheguei com a noite rolando solta nos bares em volta e eu só querendo cama. O albergue é cheio de modernidades, uma chave eletronica que abre a porta do quarto, dá acesso ao elevador e abre a porta do armário. Estou num quarto pra quatro pessoas e nao vi a cara de ninguém, porque ja estava todo mundo dormindo. Demorei pra dormir e hoje acordei com dor de cabeca. Tomei um Tylenol, fui tomar café da manha que esté incluido no preço da diária e achei que ia ser uma roubada, mas até que era decente: Você podia escolher entre café, chá e chocolate quente e entre pão com manteiga ou geléia, ou Croissant ou Muffin. Escolhi Croissant e chocolate quente e parti pro roteiro turistico.

Las Ramblas

Comecei por Las Ramblas, uma rua animadíssima em Barcelona, com vários restaurantes e barzinhos. É sempre recomendado nesta área atenção com cameras e carteiras, mas eu não vi nada. E fui caminhando até achar uma estação de Metrô.

Comprei um bilhete de metrô com viagens ilimitadas pro dia inteiro e fui pro Parque Guell que é onde fica o Museu do Gaudí.

Park Guell - Gaudi
Detalhe no Park Guell

Tirei fotos, passeei pelo parque que é uma loucura de lindo. E loucura é mesmo o que vem a mente, quando se olha cada detalhe. Aproveitei para comprar uns souvenirs pra mim e pra sogrinha por lá.

Barcelona vista do Parque Guell

Peguei o metrô novamente, dessa vez com destino a Sagrada Familia, que é a famosa igreja de Barcelona que teve Gaudi como arquiteto. Ao contrário do que todo mundo pensa, a idéia original pro estilo neo gótico não foi do Gaudi, mas do arquiteto Francisco de Paula del Villar.

Igreja Sagrada Familia

A construção começou em 1822 e somente um ano depois o Gaudi foi apresentado como arquiteto líder. Ele decidiu mudar tudo para seu estilo modernista. Gaudi morreu em 1926 e a construção diminiu seu ritmo. Até hoje a igreja não está pronta, mas pode e vale ser visitada.

Detalhe da igreja Sagrada Familia

Saindo de lá, voltei para metrô. E por falar em metrô, minhas impressões… ele é mais espaçoso e melhor sinalizado que o de Paris, e apesar de ter achado a cidade meio zoneada, gostei muito. Os caras assoviam e mexem na rua, mas nao chegam perto pra tentar conversar, como em Paris. Alguns elogiam, mas é só. Ronaldinho Gaucho é o Rei por aqui. Tem fotos dele em toda parte, camisas e muita coisa do Brasil. Depois de tirar fotos na Sagrada Familia, peguei o Metro e fui ate o Porto e dei uma voltinha pela Rambla Mar, que vai ladeando o porto.

Port Veil - Rambla de Mar

Queria ter ido no Estadio Olimpico, mas desci errado, entao acabei chegando na Estátua do Colombo, que fica no final da Las Ramblas.

Cristovao Colombo no final das Las Ramblas

Como já era hora de comer e eu estava em frente a Rua Las Ramblas de novo, resolvi achar um lugar pra almocar. Aqui tem Subway, Burger King, Mc Donalds, KFC mas resolvi comer comida decente. Queria muito comer uma Paella, mas como meu estômago nao estava muito bom, resolvi nao arriscar. Vi um restaurante chamado Brasil e fui correndo olhar o cardapio, doida pra achar um arroz com feijao, mas soh tinha comida espanhola mesmo. Mas achei um bife com ovo batatas fritas e salada que era tudo que eu estava precisando.

Almoçando no Restaurante Brasil em Las Ramblas

As coisas em Barcelona sao muito mais baratas que em Paris, mas tem umas peculiaridades: o refrigerante foi metade do preco da comida e eu nao tinha checado o cardapio de bebidas! Insano! Mas valeu.

Continuei minha caminhada por Las Ramblas ate chegar na Praca Catalunya e mais fotos.

Peguei uma rua paralela voltando pra passar pela Catedral e no caminho achei uma loja de revelacao que passava do memory card pro CD por 2 Euros. Nem acreditei. Preciso dizer que ja enchi os dois cartoes de memoria? Um de 1 giga e outro de 512 MB. A Catedral esta todo envolta em ferros, estao renovando, mas entrei na igreja e um coral estava cantando. Assisti duas musicas e fui me embora.

Resolvi achar um internet café pra descansar um pouco antes de continuar minha jornada. Como só anoitece depois da 9:30 da noite, fica mais tranquilo de fazer tudo.

Meu fim do dia em Barcelona ontem foi quase decepcionante, tentei ir ao Castell de Montjuic achar as fontes magicas, que são chafarizes com musica e luz, mas me mandaram pra dois lugares diferentes e nada de encontrar. Pelo menos, a vista da cidade era muito legal. Como estava cansada, resolvi deixar pra lá. E desci de novo. Deu umas voltinhas pelas ruelas sem pressa.

Passei no mercado St Josep e comprei carambola, fazia seculos que nao comia carambola e tinha tamarindo também, além de outras frutas que nao se acha nos EUA.

Frutas frescas no mercado

Cheguei no albergue já quase 11 da noite e a festa tava rolando solta, cerveja 2×1 e tapas, mas subi pro quarto pra arrumar a mala e tentar dormir cedo. Fui tentar saber as horas e descobri que perdi meu celular. Pior é que não tenho a menor ideia de onde foi, porque desde o primeiro dia que nao procuro por ele.

Tentei dormir sem sucesso… chegaram duas meninas novas no quarto, acho que alemas, depois veio um cara pra trocar o colchao de uma delas e por fim, chegou um outro cara, que tava tao bebado que o quarto inteiro ficou fedendo. Quase 4 da manha foi a hora que consegui dormir. Hoje acordei as 6:30, medo de perder a hora. E abro os olhos e dou de cara com o mocoilo que chegou bebado dormindo soh de cuecas… achando que estava em casa. Ninguem merece. Acho que ele estava achando que uma das tres meninas do quarto podia gostar da vista, mas o cabra eh feio que doi, entrou na fila meia duzia de vezes e se acha o gostoso. De qualquer maneira, fiquei impressionada com a falta de educacao de algumas pessoas que nao tem a menor nocao do que seja conviver em grupo. Mas são coisas que você tem que estar preparada pra aguentar se escolher ficar em albergue. 😉

De manhã, aproveitei pra postar na internet do albergue que é de graça, no unico horario que dá pra postar, porque sempre tem uma fila enorme e agora esta todo mundo dormindo. Fiz o check out antes, porque tinha que ir pro aeroporto partir pra Roma, mas estava esperando o café da manha, de grátis, que só abre as 9. O staff do hotel muito atencioso. Como eu era a única acordada, colocaram música brasileiras, mas escolherem pagode 🙂 provavelmente a minha última escolha, mas tá valendo!

Barcelona deu um gostinho de Espanha, mas preciso voltar e com calma.

Como chegar:
Peguei um vôo low cost da Ryanair de Paris para Girona(Barcelona), que fica bem fora da cidade. Atualmente a Ryan já tem vôos que te deixam direto em Barcelona(BCN). Tanto os aeroportos de Paris como em Girona ficavam distantes do centro, mas a Ryanair tem um esquema de transporte rodoviários, que é preciso ter atenção, porque normalmente é mais caro que a passagem aérea, deles, então tem que ver se é vantajoso.
Do Brasil, várias empresas aéreas voam para a Espanha. Avianca e Ibéria fazem voos diretos de São Paulo e Rio de Janeiro.

Onde ficar:
Eu fiquei neste albergue: Kabul Barcelona Hostel
Plaza Real 17, Barcelona, ES – Bem no meio de La Ramblas.
Tem café da manhã e internet 24 horas gratuita.

Pra quem pretende passar um tempinho em Barcelona, uma opção são os apartamentos por temporada. Abaixo os links dos sites mais populares:

Apartment in Barcelona/
Rentals
City Siesta

Post publicado originalmente em Maio de 2005 no meu blog pessoal.


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$ 120,00 + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


26 COMENTÁRIOS

  1. Morei um ano em Barcelona e sou apaixonada pela cidade. Tem que voltar com calma mesmo, pegar onibus em vez de metro (que eh uma dica boa em paris tambem) e passear pelas ruas de Gracia e visitar Girona, que eh fantastica.

    • Em Paris eu fiz isso, andei de ônibus ao invés de metrô.. vc consegue ver mais da cidade não é mesmo? Minha ida a Barcelona foi corridíssima, quero muito voltar, agora com a família toda.

  2. Foi o que eu achei também. E o mapa das linhas de ônibus de Barcelona é o melhor mapa de redes de transportes que eu já vi. Cada linha com uma cor diferente e dá pra ver direitinho o caminho de ônibus e onde ele para. Toda vez que queríamos ir a algum lugar, primeiro olhávamos se dava pra chegar de ônibus. Se desse era assim que íamos. Se não desse, olhávamos o mapinha do metrô. Tinha muito lugar que era muito mais conveniente ir de ônibus. Montjuic era uma desses lugares pois o ônibus para em frente ao parque olímpico.

    Depois que andei de ônibus em Barcelona passei a tentar mais em outras cidades. Dei a dica para os meus pais quando foram com meu irmão, minha cunhada e o filho de 3 anos para Paris. Eles acharam bem melhor pegar o ônibus pois evitavam os looooongos túneis parisienses carregando criança pequena.

    Não sei se vc reparou quando esteve lá, mas Barcelona (e a Espanha em geral) é excelente para crianças. O que não falta é parquinho pra todo lado para as crianças brincarem. Um dos meus passatempos favorito era passear nas praças pra tirar foto das crianças brincando: http://www.flickr.com/photos/guerson/354033158/in/set-72157611863203974/

    Parabéns pelo blog. Gostei muito do design!

    • Eu peguei um onibus apenas por lá, mas achei bem tranquilo. Nem sei porque cargas nao peguei mais. Tem esse passe de dia inteiro pra ônibus também ou é só pro metrô?
      E concordo, excelente pra crianças. Fui dessa vez sozinha, mas fim do ano volto com a familia toda!

  3. Eu acho que quando estamos num país ou cidade diferente, temos um pouco mais de receio de pegar ônibus pois não conhecemos o lugar. O metrô é super popular com turistas por causa disso – você não precisa conhecer o lugar, falar o idioma, basta saber o nome da estação onde tem que descer. É meio que como pegar um elevador, né? 😉 Nós quase não víamos turistas nos ônibus em Barcelona. A unica exceção era o ônibus para Parc Guell (uma boa dica, aliás, pois ele pára em frente da entrada do parque, não tem que subir ladeira). Acabávamos sempre batendo papo com alguém no ônibus e era também bacana para observar a cidade. E agora está ainda mais fácil pois quando fomos embora eles estavam colocando um sistema eletronico dentro dos ônibus que anunciava a próxima parada.

    Quanto aos bilhetes, em Barcelona o transporte público é tarifado por zona, ou seja, o mesmo bilhete pode ser usado em ônibus, metro, trem, e tram dentro do perímetro urbano. Tem um dispositivo dentro do ônibus onde vc coloca o bilhete e ele marca a passagem. Se precisar pegar outro ônibus (fazer conexão) basta inserir de novo no outro ônibus e ele lê como uma conexão e não cobra a passagem.

  4. É sempre bom rever estes passeios por Barcelona, que é linda d+! Ainda mais com tantas obras projetadas pelo Gaudi, que torna tudo mais bonito, colorido, especial. Sou grande fã. É uma cidade que merece vários dias de visita, pois tem muita coisa para se ver.
    Aproveito p/ te convidar para conhecer meu blog: http://www.flashesdeviagem.blogspot.com
    Faz pouco tempo que comecei a escrever, é um “lançamento” atual, mas já tem muitos posts, vai lá ver! 😉
    Até!

  5. Barcelona foi uma passagem muuuuito rápida, só pra dar o gostinho mesmo… e comer uma bela Paella! Mas já resolvi que volto lá assim que der!

  6. Bom dia, sempre leio seu relatos sobre viagens, sei que vc tem vasta experiencia no assunto 🙂
    Preciso confirmar uma informação, 2 pessoas vão a Vigo/Espanha passear na casa de uma estudante brasileira, vão descer em Madri, não possuindo em mãos voucher de sua estadia pois, ficará em uma residência, o que fazer para comprovar essas estadia lá?
    É obrigatório uma carta convite?
    Essa carta é qualquer tipo de carta? Ou é alguma coisa especifica?
    Como ter acesso a Madri sem ser barrado na entrada?
    Podes me ajudar?
    Desde ja muito obrigado e parabéns pelas viagens maravilhosas e pelos relatos deliciosos

  7. Oi, querida. No Kabul você ficou em quarto feminino ou misto? Eu tenho 19 anos e vou fazer um mochilao com minha prima em abril, mas para os dias que va,mos ficar só tem quarto misto avaiable, e eu estou um pouco apreensiva! Será que pode ser uma dor de cabeça? Obrigada pelas dicas!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui