Machu Picchu no Peru

17

Machu Picchu no Peru é provavelmente um dos destinos mais incríveis do mundo e depois de conhecer um pouco da história peruana no Vale Sagrado dos Incas, cheguei na estação de Ollantaytambo debaixo de muita chuva, para pegar o trem rumo a realização de meu sonho mais antigo…conhecer as ruínas da cidade histórica de Machu Picchu.

Sinceramente eu sempre achei que essa viagem seria um perrengue, não sei porque. Uns reclamam do preço, outros falam que é possível ir de ônibus, e ainda existe a possibilidade de fazer uma caminhada de quatro dias através da trilha inca.

adv-machu-picchu-01

É verdade que a experiência não começou bem. Eu ainda estava no alto das Ruínas de Ollantaytambo quando as nuvens começaram a chegar e o tempo fechou. Em 10 minutos o temporal estava formado, menos mal que a van nos deixou perto da estação.

Trem Ollantaytambo – Machu Picchu

adv-machu-picchu-02

SEGURO VIAGEM COM 5% de desconto + 5% no boleto

Vai viajar? Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa e recomendado na maior parte das viagens para o exterior. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5 e ainda mais 5% se você pagar no boleto.

Esqueça ônibus, carro, lotação…o trem é o único meio de transporte para chegar diretamente em Aguas Calientes, a cidade que serve como porta de entrada para Machu Picchu. Há gente que vai de ônibus até certo ponto e caminha duas horas ou mais, para economizar. Se quiser saber mais, leia esse post com dicas sobre como ir barato para Machu Picchu.

adv-machu-picchu-03

A estação de trem é pequena e fica ainda mais apertada num dia de chuva, mas nada que tenha atrapalhado aquela ansiedade gostosa de chegar num novo destino, ainda mais sendo Machu Picchu. A área é até bem organizada, com uma cafeteria onde é possível comprar lanches, bebidas e relaxar um pouco antes da viagem.

Viaje com internet no seu celular

Vai viajar para o exterior e quer manter seu número no whatsapp? Já chegue no seu destino com o celular funcionando. A EasySim4u oferece plano de dados ilimitados em 140 países, para que você fique conectado a internet. Utilize o cupom para ganhar frete grátis: APRENDIZDEVIAJANTE! Veja meu post: Chip EASYSIM4U: Como usar a Internet na Europa.

adv-machu-picchu-04

Existem diferentes trens e classes de bilhetes, vendidos online por duas empresas: Peru Rail e Inca Rail. Minha viagem foi na classe executiva da Inca Rail, que custa a partir de 55 dólares o trecho, com duração de 90 minutos.

adv-machu-picchu-05

adv-machu-picchu-05b

As poltronas são confortáveis e até oferecem serviço de bordo, que dá direito a uma bebida e snacks, mas nada que matará sua fome. Se você gosta de café, te garanto que é delicioso!

adv-machu-picchu-06

Os únicos pontos negativos da viagem de trem é o espaço interno, que é bem apertado mesmo na classe executiva, além da franquia de bagagem, que não permite malas grandes. Por isso mesmo, existem armários nas estações.

Aguas Calientes

Chegamos no finalzinho da tarde na pequena cidade de Aguas Calientes, de onde saem os ônibus que fazem o último trecho para chegar em Machu Picchu. De tão pequena, tudo é feito a pé, e foi caminhando que atravessei a enorme feirinha de artesanato, o Rio Urubamba e cheguei no excelente Sumaq Hotel, para mim o melhor de toda a viagem ao Peru.

adv-machu-picchu-07
Feirinha de artesanato em Aguas Calientes

O jantar no hotel estava marcado apenas para as 21hs, então fiz o check-in e parti para explorar um pouco da cidade. Seu nome oficial é Machu Picchu Pueblo, mas ficou mais conhecida como Aguas Calientes devido as fontes termais que deram origem as piscinas de água quente.

adv-machu-picchu-08
Bares e restaurantes na praça central

Após poucos minutos encontrei a charmosa Plaza de Armas, a principal praça de Machu Picchu. Fiquei ali apenas esperando o tempo passar, mas impressionado com a estrutura turística. Apesar de apenas 1.600 habitantes, existem mais de 100 opções de hospedagem e tantos outros restaurantes, todos concentrados numa mesma região.

adv-machu-picchu-09
Plaza de Armas

Passei também pelo mercado municipal, mas é melhor nem comentar!

adv-machu-picchu-10
Jantar no Sumaq Hotel

O jantar foi sensacional, com o tradicional ceviche como entrada, e salmão grelhado para o prato principal. Claro, sempre acompanhados do famoso Pisco Sour, bebida tradicional do Peru.

adv-machu-picchu-11
Quarto no Sumaq Hotel

Acabou o jantar e fui logo dormir, pois planejei acordar as 5 da manhã para tomar o café bem cedo e ser um dos primeiros a pegar o ônibus. Dormi bem demais, com a porta da varanda aberta para escutar com mais força o ruído do Rio Urubamba.

A subida para Machu Picchu

Nosso guia já havia comprado os bilhetes de ônibus de Aguas Calientes até a entrada do parque, então saí do hotel e fui direto para o ponto. Não fui no primeiro ônibus como estava planejando, mas ainda era bem cedo e não peguei fila alguma.

adv-machu-picchu-12
Ponto de ônibus

Saiba que esse é o único bilhete que não é possível reservar online, então preste atenção no planejamento. Existem duas opções: comprar em Cusco ou Aguas Calientes. Compre em Cusco caso esteja planejando ir em voltar de Machu Pichu no mesmo dia, pois evitará perder tempo na fila das bilheterias em Aguas Calientes. Se pretende dormir em Aguas Calientes, compre as passagens logo que chegar. Veja mais informações aqui.

adv-machu-picchu-13
Bilhetes de ônibus e entrada para Machu Picchu

Os micro-ônibus são confortáveis e o trajeto dura cerca de 25 minutos. No caminho é possível ver as escadarias e alguns turistas que decidiram não pagar 24 dólares nas passagens de ida e volta. Caminhando, no site oficial diz que demora 45 minutos, mas já ouvi relatos de gente que demorou 4 horas. De fato, o trajeto a pé é bem difícil e recomendado apenas para quem tem bom preparo físico e tempo de sobra.

adv-machu-picchu-14
A chegada em Machu Picchu
adv-machu-picchu-14b
Bar, restaurante e lojinha

Cheguei pouco antes das 7 da manhã (os portões abrem às 06:00) e entrei no parque sem pegar filas (não se esqueça de levar o passaporte, ou outro documento de identificação). Esta entrada sim recomenda-se comprar com antecedência pela internet, mas antes é preciso ver a disponibilidade de ingressos, pois é permitida a entrada de apenas 2500 pessoas por dia. No site oficial é possível ver o número de ingressos restantes, e logo em seguido fazer a reserva para a data escolhida. É possível sim comprar pessoalmente nas oficinas de turismo em Cusco e Aguas Calientes, mas não há como garantir disponibilidade. O melhor mesmo é se planejar.

adv-machu-picchu-15
Portão de entrada

 

adv-machu-picchu-15b
Entrada de Huayna Picchu, já dentro do parque

Dizem que se você quiser entrar apenas em Machu Picchu, comprar com 3 ou 4 dias de antecedência é suficiente. Caso você queira fazer a trilha para subir a montanha mais alta, Huayna Picchu, então a reserva deve ser feita com 2 meses de antecipação.

E finalmente…Machu Picchu

Machu Picchu, também conhecida como “cidade perdida dos incas”, foi a capital espiritual do império e certamente está entre as mais famosas ruínas de todo o mundo. Considera Patrimônio Mundial da UNESCO e uma das Sete Maravilhas do Mundo, a cidade sagrada é…

adv-machu-picchu-16
A primeira vista de Machu Picchu

Bom, adjetivos não faltam, mas é fato que foi um dos lugares mais incríveis que já vi. Muita gente acha que é só um monte de pedra, não vale a pena ir, muito cheio. Enfim, eu achei sensacional, mas é claro que chegar lá da maneira certa me ajudou muito a ter uma experiência positiva.

adv-machu-picchu-17
Até a lua apareceu logo após o amanhecer

Na minha opinião, chegar bem cedo é a melhor forma de garantir isso, e apenas um amigo do grupo que estava comigo fechou a ideia. Foi top, pois andamos por toda a cidade praticamente sem turistas, e ainda com a luz perfeita para fotos, culpa do sol que deu o ar da graça apenas nas primeiras horas da manhã.

adv-machu-picchu-18
Os terraços agrícolas iluminados pelo sol
adv-machu-picchu-18b
Uma das lhamas de Machu Picchu

Após caminhar por boa parte das ruínas, às 09:00 da manhã fui ao encontro do restante do grupo e também do nosso guia, para agora sim começar a aprender sobre Machu Picchu.

adv-machu-picchu-19
A praça central de Machu Picchu

adv-machu-picchu-19b

A construção da cidade sagrada dos incas foi toda planejada, dividida em setores específicos para cada utilidade, como agricultura, armazenamento, moradia, templos e até estudos astronômicos.

adv-machu-picchu-20
O Templo do Sol, única construção curva da cidade sagrada

Existe a idéia de que os incas sempre construíam as cidades em pontos energéticos muito altos, o que trouxe a cultura do misticismo para os visitantes de Machu Picchu, que acreditam ser um lugar onde as pessoas podem se energizar. Um dos motivos para essa crença é que devido à formação rochosa das montanhas, compostas primordialmente de granito e cristais de quartzo devido a erosão, a carga energética é muito forte.

adv-machu-picchu-21

Acredita-se que essa característica é mais forte em alguns pontos, principalmente onde encontra-se a pedra Intihuatana (“onde se amarra o sol”), e esse mito – ou verdade – ocasionou muitos problemas de conservação. Como sempre utilizamos repelente e protetor solar, isso estava danificando a rocha.

adv-machu-picchu-22
Sentindo a energia de Intihuatana

Hoje em dia a área é isolada, sendo possível apenas passar em frente ao local. O fato derradeiro para esse isolamento foi a queda de uma grua que danificou ainda mais a pedra, quando uma marca de cerveja peruana estava gravando um comercial de televisão.

adv-machu-picchu-23

Enfim, essas são apenas algumas das histórias de Machu Picchu, e cada pessoa que visitá-la certamente terá diferentes experiências e opiniões. Claro que é importante ler, aprender e obter mais informações sobre sobre a cidade sagrada, mas não deixe de ir e vivenciar suas próprias sensações.

Machu Picchu é sensacional e vale muito a visita!

E você? Já visitou Machu Picchu ou tem na lista pra visitar? 

——-

A viagem foi um convite da CVC  e PROMPERÚ , mas as opiniões aqui publicadas são de livre expressão do autor.


Vai Viajar?

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.


17 COMENTÁRIOS

  1. Gostei bastante do artigo! tenho viagem marcada para o Peru e Machu Pichu será um dos lugares que visitarei, sempre esteve em minha lista. Obrigada pelad dicas.

    • Oi Camila,

      Os guias da viagem são todos da Viajes Pacifico, agência parceira da CVC.

      Se você for por conta, pode conseguir alguma indicação em seu hotel em Aguas Calientes, ou mesmo na entrada de Machu Picchu. Muitos guias ficam lá oferecendo o serviço.

      Abraços

  2. Excelente relato sobre sua viagem. Senti falta apenas a respeito dos efeitos da altitude. Estou planejando ir em 2017.

  3. Ola, Guilherme. Boa tarde. Você recomenda só passar 2 noites em Águas Calientes? Quanto em média gastasse com uma viagem para Machu Picchu? Quero programar para 2018, mas não tenho ideia de valores. Maio é uma boa época pra ir? Abs

  4. Olá, Guilherme, excelentes dicas. Gostaria de passar mais algumas em relação a Machu Picchu. Uma opção muito boa para se chegar à cidadela é pelo Caminho Inca, a antiga rota dos incas. Outro detalhe importante também é o acesso a essa maravilha. Desde julho deste ano foram impostas novas regras de entrada que será feita em dois turnos, sendo o primeiro das 6 às 12h e o segundo, das 12 às 17h. Um abraço.

  5. Nossa, adorei suas fotos!, parabéns pelo post. Tive a oportunidade de conhecer Machu Picchu junto e a verdade foi uma das grandes experiências da minha vida, conhecer a cidade perdida dos Incas. Espero voltar novamente.
    Parabéns pelo blog!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui