10 Coisas Imperdíveis no Museu Nacional de História Natural em DC

17
museuhistorianaturalmain
museuhistorianaturalmain

O Museu de História Natural em Washington DC é um programa que eu recomendo pra todo mundo, de todas as idades, como uma das atrações imperdíveis de DC, não pode deixar de ir de jeito nenhum. Os motivos são muitos e o 1o deles: é um dos melhores museus de História Natural que eu já visitei e é gratuito! Parte da rede de museus do Smithsonian, ele é enorme e muita gente me diz que é difícil saber o que é mais legal de ver quando se tem pouco tempo. Além das exposições permanentes, tem sempre coisa nova. Sortuda que sou, morando aqui já pude visitar muitas de vezes, mas muitas mesmo de as vezes ir 3 ou 4 vezes no mesmo mês. De entrar só pra ver uma coisa específica por uma horinha ou passar o dia inteiro, tem sempre algo que não deu pra ver, ou alguma exposição diferente. Para quem tem crianças e em épocas de temperatura extrema na cidade: ou muito frio no inverno, ou muito calor no verão, o museu é também um refúgio e uma ótima opção para entreter as crianças. Mas não se engane… os adultos também adoram e se divertem muito neste museu.

 

museudehistorianatural
museu de historia natural

 

Eu sei que nem todo mundo tem a chance de vir pra cá e poder ver tudo calmamente, então este post é pra você, que vem a cidade correndo e precisa fazer o máximo em pouco tempo. Resumir que tudo é imperdível seria mais fácil, mas aqui vão as 10 coisas que a gente visita sempre e que são as favoritas do Dylan. Tudo testado(muiiitas vezes) e aprovado pelo nosso maior controlador de qualidade. Em todas elas você pode ou visitar rapidinho, só olhando e tirando fotos ou então passar mais tempo, fazendo todos os experimentos que tem em volta da exibição, descobrindo os cantinhos.

1. O Elefante na Rotunda

Viaje com internet no seu celular

Vai viajar para o exterior? Já chegue no seu destino com o celular funcionando. A EasySim4u oferece plano de dados ilimitados em 140 países, para que você fique conectado a internet. Utilize o cupom para ganhar frete grátis: APRENDIZDEVIAJANTE! Veja meu post: Chip EASYSIM4U: Como usar a Internet na Europa.

Esse não tem como perder… utilizando a entrada do National Mall, é a primeira coisa que a gente vê depois de passar pela segurança. Tire uns minutinhos pra observar a sua volta no Hall de entrada e olhar pro alto e ver a rotunda com a clarabóia. A arquitetura é lindissima.

 

rotunda
Rotunda

 

E no meio dessa rotunda, fica um enorme elefante africano com a tromba em sinal de alerta que é o símbolo mais conhecido desse museu. A sua volta, vários pequenos experimentos e explicações bem visuais, como os insetos que são responsáveis por remover o cocô do elefante. Os melhores lugares para tirar foto dele são das galerias no segundo andar. Mas estando no terreo, tire uma foto em frente dele só pra garantir e se você seguir a tromba, verá o Hall dos Mamíferos.

 

NHM_elefante
O elefante

 

2.A ala dos Dinossauros 

Quem não adora ver um dinossauro? Ou os ossos deles pra ser mais exata. É um dos nossos favoritos de todos os tempos. Começou com o Nick que viu pela primeira vez quando tinha 10 anos, depois o Dylan elegeu como favorito e os dois agora, toda vez que vem ao museu passam um tempão por aqui. O T-Rex foi até parte do filme “Noite no Museu 2 – Batalha do Smithsonian”.

 

NHM_dinossauros
Dinossauros

 

3. A baleia Azul na ala dos Oceanos

A enorme baleia no Ocean Hall é  outro animal que é quase impossível de não ser notada. Ela fica presta no teto e é a atração principal de uma ala que conta um pouco a história dos oceanos, tem peças interativas pra tocar e aprender um pouquinho mais de como é a vida no fundo do mar.

 

Baleiaazul
Baleia azul

 

4. O Globo Terrestre 

Esta área tem um globo interativo que gira enquanto conta um pouco a história do planeta e sua relação com os oceanos, mudanças climáticas. Mesmo quando não entendia nada, o Dylan fica fascinado com o globo rodando, mudando de cor e mostrando imagens. Hoje em dia, ele é capaz de recitar quase as falas todas, de tanto que gosta de ficar nessa área assistindo.

 

NMH_terra
NMH_terra

 

5. O Aquário

Para ensinar um pouquinho sobre os Corais e a importância das barreira de corais, esse aquário que é até bem pequeno atrai uma atenção enorme, principalmente das crianças. A razão… o peixe palhaço, mais conhecido como Nemo e sua amiguinha Dory. Fique por lá alguns minutos e você vai ver uma criança ou até mesmo adulto apontando e dizendo.. olha o Nemo, olha a Dory. E aquário exerce um fascínio sobre a gente não é mesmo? Dá pra ficar por lá olhando por horas… Uma atividade legal é ver na barra de informações em frente ao aquário os tipos de peixes e corais e pedir pras crianças identificarem.

 

NHM_Aquario
Aquario

 

6. Fossil Lab

Nesta área as crianças podem ver os cientistas e voluntários trabalhando com os fósseis e fazendo moldes. Geralmente na mesa e nos vidros, eles tem placas dizendo exatamente o que estão fazendo no dia.

 

NHM_fossillab
Fossil Lab

 

7.  Ala da National Geographic

Uma exposição de fotos dos vencedores do concurso fotográfico da National Geographic torna essa área uma das minhas favoritas, mas as crianças também adoram. Além das fotos duas TVs mostram videos curtinhos. Essa mostra muda todo ano, com as fotos do ano anterior. Então essas das fotos abaixo, só ficam mais alguns meses e já já serão substituídas pelas novas, que com certeza serão tão ou mais lindas quanto essas.

 

NHM_NatGeo
NatGeo

 

8. Ala de pedras preciosas

Aqui nesta ala só dá Brasil! É um lindeza de ver todas as pedras preciosas e o nome do Brasil embaixo. Minas Gerais figura soberana, mas tem algumas de outras partes também e até uma pedra chamada Brazilianite do Rio Grande do Sul. Mas o destaque dessa lindíssima coleção é a recém chegada “Dom Pedro Aquamarine” , essa belezura da foto abaixo em formato de obelisco. É a maior “Agua Marinha” encontrada no mundo e está em destaque na coleção e foi noticiada nos jornais em todo mundo. Imagina se você passa por esse museu e nem sabe da existência dela? Ainda bem que você lê o nosso blog não é mesmo?

 

NHM_pedraspreciosas
Pedras Preciosas

 

Além das beldades brasileiras, o Diamante Hope ocupa lugar de destaque aqui no museu… é um diamante azul de 45 quilates e tem uma história muito peculiar, cheia de mistério, com muitos acreditando que ele tem uma maldição por causa do acontecido com seus donos. Sua origem é na Índia e passou pelas mãos de vários donos e percorreu vários países até chegar aqui ao Smithsonian nos Estados Unidos: Da Indía foi pra França, de lá pra Grã Bretanha e finalmente pros Estados Unidos.

 

NHM_HopeDiamond
HopeDiamond

 

9. O Moai

Eu tinha na minha Bucket List tirar uma foto com um Moai. Era mais um motivo pra ir a Ilha de Páscoa, mas esqueci de especificar esse pequeno detalhe e quando meu marido me contou que ia me fazer uma surpresa pra cortar mais um item da minha lista, eu não sabia o que me aguardava. Eis que ele me apresentou ao Moai do Smithsonian, que veio diretinho da Ilha de Páscoa. Tá não deve ser tão emocionante quanto vê-los em seu local de origem, mas o item de tirar foto com ele foi cumprido. Me restou agora adicionar mais um item na lista especificando: Tirar fotos com vários Moai na Ilha de Páscoa. Um detalhe, pra encontrar esse, você tem que ir na entrada/saída do museu que fica na Constitution Ave. Conheço um monte de gente que vem, diz que andou pelo museu inteiro e que não viu.

 

NHM_Moai
Moai

 

10. Butterfly Pavilion

Essa atração é uma das poucas nesse Museu que é paga. Na verdade, a exibição de insetos e flores é gratuita, mas pra entrar no pavilhão de Borboletas paga-se $6 para adultos e $5 pra crianças. Mas um detalhezinho.. se você vai estar na cidade em uma terça-feira, este é o dia que o borboletário é gratuito.

 

borboletas
borboletas

 

Além de todas essas que falei, existem outras exposições permanentes ou temporárias que são fantásticas e valem a pena ser visitadas. Mas com essas, você vai ter visto o que é mais importante, pelo menos na nossa opinião! 😉

 

Informações Úteis:

Museu Nacional de História Natural – National Museum of Natural History

Website: http://www.mnh.si.edu/

Endereço: 10th Street e Constitution Ave., NW in Washington, D.C.

Preço: Gratuito! Exposições especiais como o Borboletário são pagas e o IMAX 3D também.

 

E você? Já visitou este Museu ou algum outro de História Natural? Qual a sua parte predileta?  


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$ 120,00 + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


17 COMENTÁRIOS

  1. Amei esse museu! É muito belo, interativo e divertido! Nem tenho filhos, fui com meu esposo e nos divertimos feito crianças! O post está perfeito, Claudia! Sintetizou maravilhosamente bem!

  2. Claudia, pra mim o mais imperdível desse museu é a oportunidade de ver um celacanto. Mesmo sem as cores originais por causa da preservação, só sua raridade biológica já merece a visita… Uma emoção!! 🙂

  3. Oi Cláudia!

    Já tinha ficado chateada de não ter conseguido ir a esse museu quando estive aí, agora me doeu mais ainda o coração!
    Na verdade fiquei apenas 1 dia “inteiro” aí em DC, e acabei escolhendo conhecer o Air and Space Museum (NASA freak aqui, presente!), além de fazer mais ou menos aquele roteiro de monumentos que você postou…

    Bom, mas sem problemas, mais um motivo pra voltar a DC!! Amei o que conheci da cidade… E tem muita coisa interessante pra ser vista!

    Beijo!

  4. Achei seu site agora, e estou adorando. Final do mês estarei indo para Washington e estou anotando todas suas dicas. Verifiquei que no período que irei, o Imax e as borboletas estão “sale”. O que significa exatamente isto? Não vão abrir ou será de graça 🙂 ? Passarei 3 noites em Washington, será que será suficiente? Obrigada!

  5. Oi Claudia! Adorei o que vc postou sober o museu! Parabéns ! Vc escreve bem, sendo muito clara e ao mesmo tempo deixando uma vontadinha de ir conhecer o q vc descreve. Ja faz um ano q vc comentou sobre este museu.
    Abraço
    Priscila

  6. Cláudia
    Excelente suas dicas, se Deus quiser em junho estaremos conhecendo este museu, minha filha cursa Ciências Biológicas na PUC – BH e tenho certeza que vai adorar conhecê-lo
    Fiquei feliz de saber da minha MINAS GERAIS , tão bem representada.
    Att
    Beatriz Capucci

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui