48 horas em Lyon

8

Já estava mais do que na hora de eu contar com mais detalhes sobre minha viagem a Lyon, afinal falei do restaurante L’Aile ou la Cuisse na coluna Design Para Viagem.

Chegamos lá no fim do dia em uma sexta feira muito quente, e voltamos pra Londres no domingo a tarde: ou seja, foram mesmo 48 horas, e muito bem aproveitadas! A viagem em si foi fácil: a EasyJet opera Londres-Lyon a partir dos aeroportos de Gatwick e Stansted, e o vôo dura aproximadamente uma hora e vinte minutos.

A chegada em Lyon é super sossegada, já que uma linha de tram liga o aeroporto a estação Part-Dieu (comprando online, o ticket custa 13 euros por trecho – nas maquininhas de venda, 14). De lá, dá pra pegar metrô, ônibus ou outra linha de tram, mas resolvemos caminhar até o hotel que ficava na região de Presqu’île, a península que fica entre os rios Rhône e Saône.

Depois de deixar a bagagem no quarto do hotel, demos uma boa caminhada pela vizinhança, andamos pelas Rue de la Republique e Rue du President Edouard Herriot, desde a Place Bellecour até a Place des Terreaux. Um caminho cheio de lojas, cafés e restaurantes, e também prédios lindos, como o Palais du Commerce. A volta ao hotel foi beirando o o Rio Saône, onde vimos um entardecer maravilhoso. A cereja no bolo foi o arco íris duplo quando estávamos chegando de volta ao hotel, passando de novo pela Place Bellecour ( jantar, como já contei, foi no L’Aile ou la Cuisse).

Entardecer em Lyon, a beira do Saône
Entardecer em Lyon, a beira do Saône, com a Basílica no alto

 

SEGURO VIAGEM COM 5% de desconto + 5% no boleto

Vai viajar? Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa e recomendado na maior parte das viagens para o exterior. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5 e ainda mais 5% se você pagar no boleto.

Palais du Commerce
Palais du Commerce

 

Duas vezes melhor!
Duas vezes melhor!

O sábado, único dia inteiro que passamos na cidade, foi bem produtivo. Acordamos cedo e seguimos rumo a parte antiga, mais conhecida como Vieux Lyon, bastava andar algumas quadras até o rio Saône e atravessar a Pont Bonaparte. Tomamos um café em frente a estação onde se pega o funicular para subir até a Basilique Notre-Dame Fourvière e lá fomos nós, ver Lyon do alto e tirar fotos de um dos cartões postais de lá.

Subindo...
Subindo…o funicular que leva até a Basílica

A subida é muito rápida, questão de 5 minutos, e chegando lá fica fácil se localizar. Apesar da Basílica ser bem bonita por dentro, nos interessamos mais pela paisagem lá embaixo.

Viaje com internet no seu celular

Vai viajar para o exterior e quer manter seu número no whatsapp? Já chegue no seu destino com o celular funcionando. A EasySim4u oferece plano de dados ilimitados em 140 países, para que você fique conectado a internet. Utilize o cupom para ganhar frete grátis: APRENDIZDEVIAJANTE! Veja meu post: Chip EASYSIM4U: Como usar a Internet na Europa.

Basílica
Basílica

 

Lyon vista do alto
Lyon vista do alto

Da Basílica, caminhamos até o Teatro Romano (Théâtre Romain), que data de 15a.C. e ainda hoje é usado para shows.

Teatro Romano
Teatro Romano

Resolvemos caminhar (afinal, pra descer todo santo ajuda) de volta a parte baixa e explorar as ruas de Vieux Lyon, cheia de construções antigas e seus traboules – passagens por dentro de prédio que ligam as ruas. Sim, é possível entrar e passar por vários dos traboules, sinalizados com placas que contam um pouco a história da arquitetura do local.

Vieux Lyon
Vieux Lyon – e a Basílica lá em cima!

 

Vieux Lyon
Vieux Lyon

 

Dentro de um traboule em Vieux Lyon
Dentro de um traboule em Vieux Lyon

 

Placa que conta a história do traboule
Placa que conta a história do traboule

 

Passando por mais um traboule
Passando por mais um traboule

Depois de andar muito, almoçamos um sanduíche por lá mesmo e cruzamos o Saône de volta a Presqu’île – era hora de visitar o Musée de Beaux-Arts. O acervo deles é riquíssimo, composto por pinturas que datam desde o século 14 até a metade do século 20, incluindo Paul Gauguin, Monet, Bacon e Degas, além de pintores locais menos conhecidos mas tão talentosos quanto os renomados.  As salas estão divididas por área e época, fica bem fácil de andar por lá e,se quiser, ir direto a alguma sala específica. Há também uma coleção de antiguidades e moedas, mas nós preferimos nos concentrar no último andar, das pinturas.

Musée de Beaux-Arts
Musée de Beaux-Arts

Ainda sobrou tempo para irmos no Les Halles de Lyon, um mercado gastronômico bem bacana. Vontade de comprar tudo, a variedade de queijos, linguiças e petiscos é dar fome a quem acabou de comer um boi. Terminamos o sábado jantando em um dos restaurantes da Rue Mercière – é difícil escolher, todos parecem legais e tem ótimos menus! Nos jogamos nos moules (mariscos), aconselho você a fazer o mesmo quando estiver lá.

Les Halles de Lyon
Les Halles de Lyon

 

Les Halles de Lyon
Les Halles de Lyon

 

Rue Mercière
Rue Mercière

No domingo acabamos voltando para Vieux Lyon por mais algumas horas, pra olhar com mais calma e tirar fotos – tudo é tão fotogênico em Lyon! De lá caminhamos até a região de Croix-Rousse, que fica logo acima de Presqu’île e é essencialmente residencial. Foi bacana ver a cidade de uma outra perspectiva, fora que acabamos entrando em um pequeno parque (Jardin des Chartreux) e voltando para a beira do rio Saône.

Lyon vista de Croix-Rousse
Lyon vista de Croix-Rousse

O hotel no qual nos hospedamos foi o Elysée, e não temos do que reclamar. O Wifi funciona bem (gratuito), super limpo e os funcionários amigáveis. Recomendo muitíssimo!

Vale demais a pena dedicar dois dias (ou mais) para Lyon na sua próxima viagem a França. Seja pela gastronomia, arquitetura, história ou pelos museus, tem o que agrade todo mundo!


Vai Viajar?

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.


8 COMENTÁRIOS

  1. Helô, sabe que eu quaaaaase escapei dois dias para Lyon nessa última viagem à França? Só não fugi porque o roteiro com o grupo tava tão legal e interessante que não deu coragem; mas fiquei com Lyon SUPER na cabeça 😉

  2. As fotos de Vieux Lyon me lembraram a Gamla Stan de Estocolmo. Quando eu estava na faculdade todos os meus melhores amigos (todos mesmo!) foram morar/estudar em Lyon. Pena que na época eu não tinha dinheiro para ir visitá-los. Quem sabe um dia um deles não volta lá comigo para me mostrar os cantinhos especiais da cidade? Eu iria adorar!

    • fica mesmo! mas na cidade antiga ta quase td aberto, entao vale a pena voltar lá! e é bom pra caminhar e tirar fotos mais tranquilo, pelo menos : )

  3. Heloisa,
    eu vou a Paris em agosto de 2014 e estou preocupada com o calor que faz nessa época.Vou andar muito e gostaria q vc me orientasse q tipo de roupa e calçado eu levo,p o dia e para sair a noite,te agradeço,Ana Maria.

    • é muito imprevisivel verão na Europa, dificilmente vc pegara temperaturas acima de 27 graus – nao tem muito segredo, leva roupa leve, sapato bem confortável (tenis) e carrega sempre um lenco pq a noite pode bater um ventinho mais frio. carrega sempre agua na bolsa, pq no metro pode ficar muito quente!!!

  4. Lyon é linda!
    Uma mini Paris <3
    Cercada de duas regiões vinícolas e capital da gastronomia francesa.
    Se precisarem de algo por aqui em português, contem conosco:
    Instagram: @gimtravel

    Abraços,
    Pryscila

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui