Chicago: visitando o Shedd Aquarium

9
shedd aquarium chicago

A viagem para Chicago, que como já contei aqui foi a trabalho, acabou rendendo muito turismo e no fim conseguimos administrar bem o tempo e visitar alguns lugares que não havíamos planejado, como o Shedd Aquarium.

O imenso aquário é uma das top atrações de Chicago e fica em uma área que tem um conglomerado de atrações (Museum Campus, no Grant Park que é praticamente uma continuação do Millenium Park), como o Field Museum e o Adler Planetarium. Se você está hospedado no burburinho da cidade – perto da Magnificent Mile e do Art Institute, por exemplo – dá pra ir andando, são uns 20/25 minutos de caminhada.

Antes de continuar o post e mostrar as fotos, preciso ser honesta e falar que não caí de amores pelo Shedd – desculpem-me o trocadilho mas eu e o Martin parecíamos dois peixes fora d’água. Isso porque éramos as únicas pessoas (eu juro, não tô exagerando) passeando por lá sem crianças. Família inteiras, excursões de escola e grupos enormes de pais com filhos dominavam todo o espaço, e por isso nos sentimos meio deslocados. Claro, já que estávamos lá, tentamos aproveitar e ver tudo. Mas pra mim ficou essa impressão de que o Shedd é uma atração pra você com crianças – talvez fique muito mais divertido.

Também vale avisar que a fila é grande: na primeira vez que tentamos ir acabamos desistindo, de tão grande que estava. Na segunda, a fila parecia bem menor mas mesmo assim levou pouco mais de uma hora pra chegar até o guichê – eram apenas 2 ou 3 pessoas atendendo, o que eu achei um absurdo. Uma atração tão popular deveria estar mais preparada. Fiquei imaginando como é ficar na fila quando você está com crianças… Ah! Quem tem o Chicago City Pass não precisa ficar nessa fila, então vale a pena fazer as contas e ver se compensa pra você.

shedd aquarium chicago

Viaje com internet no seu celular

Vai viajar para o exterior? Já chegue no seu destino com o celular funcionando. A EasySim4u oferece plano de dados ilimitados em 140 países, para que você fique conectado a internet. Utilize o cupom exclusivo para leitores do blog APRENDIZDEVIAJANTE e receba frete gratuito! Veja meu post: Chip EASYSIM4U: Como usar a Internet na Europa.

Existem vários tipos de ingresso, o mais barato custa U$8 (adulto) e não dá direito a muito coisa. Mas o próximo, o Shedd Pass, (que foi o que compramos) tem uma diferença exorbitante e custa U$28,95, mais que o triplo! Tudo bem que esse tipo de ingresso permite a entrada em quase todas as atrações do aquário, mas honestamente achei muito caro. Acabamos pagando pois rolou aquele sentimento de “mas quando vamos voltar aqui de novo?” e “já que estamos aqui e ficamos mais de uma hora na fila”. Para saber todos os tipos de ingresso disponíveis e a que eles dão direito, aconselho checar o site.

Mas vamos ao que interessa?

Passando dos guichês você já dá de cara com o Caribbean Reef, que tem um formato circular que permite que você caminhe ao redor dele. O legal do Caribbean Reef é que algumas vezes ao dia entra um mergulhador lá com um microfone acoplado na roupa e conta algumas curiosidades sobre o habitat e os habitantes.

Ao redor do Caribbean Reef existem vários aquários, cada um com um habitat diferente: Amazônia, Oceanos, Ilhas e Lagos, Rios, etc. Cada vitrine tem uma explicação sobre o que está aconyecendo lá dentro, como temperatura e curiosidades sobre os bichinhos (que não são só peixes: tem pato, cobra, crustáceos etc).

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

Saindo dali, fomos ver um dos espaços mais bacanas, o Wild Reef, onde ficam os tubarões e arraias. E o peixe mais famoso do mundo, Clownfish, mais conhecido como Nemo! As cores dos peixes nessa parte são incríveis: vibrantes, quase fluorescentes.

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

Outra área que é destaque do Aquarium é o Abbott Oceanarium, onde tem os shows com golfinhos. Não vimos o show, mas passeamos por ali e avistamos as treinadoras os alimentando. Por lá também ficam as focas e baleias.

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

A última parte da nossa visita foi o Polar Play Zone, que fica abaixo do Oceanarium. Ali você vê os pinguins e o leão marinho (o leão marinho estava animadíssimo e não parava quieto, dava altos mergulhos a milão por hora e girava feito louco, não consegui fotografar!). Eu adoro pinguins, e fiquei um pouco decepcionada com o espaço disponível pra eles: achei super pequeno e a área ao redor um tanto quanto deprimente. Meio escondida, descuidada. Sei que os bichinhos são bem tratados e há toda uma preocupação com a preservação e bem estar deles, mas acho que essa parte está precisando de uma atenção especial (especialmente levando em consideração o valor do ingresso e a quantidade de gente que visita o lugar).

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

shedd aquarium chicago

O Shedd Aquarium fica aberto das 9 às 17h no dias de semana e das 9 às 18h nos finais de semana e feriados, durante o outono/inverno.

Durante a primavera/verão, o horário é das 9 às 18h, todos os dias.

*Estou curiosa pra saber se alguém já esteve lá com crianças – gostaria de saber como foi a experiência! 


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$ 120,00 + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


9 COMENTÁRIOS

  1. Oi Helô!

    Eu vou pra Chicago em outubro/novembro desse ano e acho que vai compensar comprar o City Pass, que tem o Aquário incluído… Eu concordo que deve ser mais legal com criança (depois eu conto se também me senti um peixe fora d´agua… hahahaha)…

    🙂

    • Oi Marcela! Deve compensar viu? Nao comprei pq tinha ingressos pro Art Institute (meu marido consguiu pq a empresa q ele trabalha é um dos patronos, sabe?) e eu nao tinha ideia se conseguiria visitar mais coisas (como o skydeck, q acanei visitando) – mas to curiosa pra saber o q vc vai achar! depois conta? bjs

  2. Helô, nós fomos duas vezes, sem crianças e com crianças 🙂 As duas visitas foram ótimas, mas a primeira (sem crianças) eu acho que fomos num dia de semana, porque não estava superlotado, então isso deve ter contribuído pra gente não se sentir um peixe fora d’água (e a gente tinha o City Pass). Na segunda visita, com as crianças, estava muito cheio, como você falou, mas a gente já tinha comprado os ingressos com antecedência porque eu já sabia que ia lotar. Tem os posts lá no Colagem:

    http://luciana.misura.org/2002/12/31/happy-new-year/ (sem crianças)
    http://luciana.misura.org/2011/01/01/comecando-2011-em-chicago/ (com crianças)

  3. Oi Helo!! Eu morei um ano em Chicago e fui diversas vezes ao Aquário, sempre com crianças, mas devo confessar que me divertia tanto quanto eles!! Meu filho adorava e a resposta para a pergunta ” o que vamos fazer hoje?”, quase sempre era Shedd Aquarium!! Os shows não são nada parecido com o Sea World. Eles na verdade te mostram como fazem pra treinar os golfinhos e baleias ( esse foi o show em todas as vezes que eu fui, com exceção do Natal. Mas fiquei sabendo que eles alternam). E o cinema 4D eu amava!! Vi todos e o Expresso Polar no Natal me fez sair de lá chorando!! A única coisa que eu não curtia muito era a parte de alimentação. Não tinha uma variedade saudável e acabávamos sempre na pizza , nugget ou hambúrguer. Mas a vista do refeitório… Um espetáculo!!!,
    Quanto ao City Pass, eu comprei em todas as vezes que recebia visitas. Além de ser um pouco mais em conta a economia de tempo é o que vale mais, pq vc escapa da fila em todas as atracões e pra mim isso era o melhor!! Ir varias vezes nesses pontos turísticos e pegar a fila gigantesca, ninguém merece!!
    A única coisa que posso dizer hoje é QUE SAUDADE!!! Beijos

  4. Oi Helo
    Q bom q achei seu blog antes da minha viagem. Faremos entre outras cidades Washington e Chicago.
    Em sua opinião, indo com 2 crianças, devo comprar o Chicago city pass ou não?? Iremos em outubro. Todos os lugares q leio, alguns sao a favor, outros contra. Pagando as atracões, claro q vale a pena. No entanto, descobri q alguns sao gratuitos em determinadas datas, ha descontos em sites, o problema talvez, sejam as filas. Não fazia ideia de que pra ir ao Shedd, demoraria 2 horas.
    Desde ja obg,
    abs

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui