Costa Amalfitana: roteiro de nove dias

42
Positano na Costa Amalfitana

A viagem a Costa Amalfitana vai render conteúdo por muito tempo, fica até difícil decidir por onde começar! Resolvi ‘colocar no papel’ o roteiro básico que seguimos, que já mostra bem como aproveitamos nossos dias por lá. Eu sei que  muita gente faz roteiros completamente diferentes desse, e, conversando com algumas amigas que foram para lá antes (e também ao receber os diversos comentários nas fotos do Instagram falando ‘vai pra tal lugar’ ou ‘não deixe de fazer tal coisa’) percebi que existem muitas e muitas maneiras de explorar a região e é preciso avaliar quais são as suas prioridades ao marcar uma viagem para lá.

Eu e meu marido queríamos descansar. Ficar bastante tempo na praia, na vida boa, sem preocupação de conhecer muitas cidades. Optamos por um roteiro simples e apenas três trocas de cidade: Nápoles, Positano e Sorrento, sendo que a maioria do tempo ficamos em Positano. Eu sei que ficou muito por conhecer, mas simplesmente precisei aceitar que não havia tempo suficiente de cobrir a Costa Amalfitana inteira. Óbvio que eu gostaria de voltar e passar pelos lugares que ficaram de fora, mas estou feliz demais com tudo que consegui fazer nesses nove dias lá.

O Seguro Viagem é Obrigatório na Europa

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Roteiro de nove dias na Costa Amalfitana

Dia 1 – Chegada em Nápoles

Partimos bem cedo do aeroporto de Gatwick em Londres com destino a Nápoles, capital da região da Campania. Pegamos o ônibus Alibus (siga as placas com esse nome para chegar até o ponto), que nos deixou no porto da cidade (antes ele para na estação central/Piazza Garibaldi), de onde seguimos caminhando até nosso hotel, que ficava na região de Lungomare – que engloba uma avenida comprida e um calçadão a beira mar.

Depois de deixar as coisas no hotel, partimos para explorar o centro histórico da cidade. Apesar do sol forte, calor e sensação de umidade, encaramos a caminhada. Não sabia exatamente o que esperar de Nápoles, e tive uma ótima surpresa. Adorei as vielas e suas casas de fachadas coloridas, as lojas de doces e batatas fritas, a fascinação dos napolitanos pelo Maradona e as ótimas pizzarias (foi em Nápoles que a pizza Margherita foi inventada!).

Viaje com internet no seu celular

Vai viajar para o exterior? Já chegue no seu destino com o celular funcionando. A EasySim4u oferece plano de dados ilimitados em 140 países, para que você fique conectado a internet. Utilize o cupom exclusivo para leitores do blog APRENDIZDEVIAJANTE e receba frete gratuito! Veja meu post: Chip EASYSIM4U: Como usar a Internet na Europa.

Jantamos na pizzaria Brandi e antes de retornarmos para o hotel andamos mais um pouco por Lungomare, que tem uma vida noturna bastante agitada.

Dia 2 – De Nápoles a Positano

Tínhamos uma manhã inteira livre em Nápoles, a a princípio a ideia era visitar um dos museus. Mas o calor me venceu, e preferimos ficar por Lungomare para aproveitar a brisa do mar. Acabamos entrando no Castelo dell’Ovo, que tem um pequeno museu mas serve principalmente como locação para festas e convenções. A entrada é gratuita, vale a pena entrar pela vista, já que o castelo se debruça sobre o mar.

No início da tarde saímos do hotel e pegamos o metrô para a Piazza Garibaldi, onde havíamos marcado com um motorista que nos levaria até Positano (contratei o serviço antecipadamente, com a empresa Positano Shuttle). Assim, nos despedimos de Nápoles e chegamos na cidade onde passamos a maior parte do tempo durante esses nove dias, Positano.

Depois de deixarmos tudo no hotel, caminhamos até o centrinho da cidade e a praia principal. Escolhemos um restaurante e terminamos nosso dia comendo salada caprese e massa com frutos do mar.

Dia 3 – Praia em Positano

Um dia com apenas um objetivo: ficar na praia! Para o nosso primeiro dia totalmente relax de sol, calor e água fresca, resolvemos ir para a ‘Spiaggia Grande’, a maior praia de Positano. Há uma estrutura super profissa para os turistas: guarda sol, cadeiras, wifi, banheiros e chuveiro. Nessa praia paga-se 15 euros por pessoa, para ficar o dia inteiro. Inclusive, é possível pagar com cartão de crédito!

Vale lembrar que a praia é de pedra e bastante movimentada, fica bem cheia ao longo do dia. Pode deixar tranquilo suas coisas nas cadeiras e ir para o mar, e aconselho ir até a beira da água de chinelos: as pedras machucam e também ficam muito quentes, pois são bem escuras. Ah, para usar o chuveiro você vai precisar de uma moeda de 0,50 centavos.

Passamos o dia todo na vida boa e a noite, antes de jantar, exploramos mais um pouco as ruazinhas do centro, assim como as deliciosas lojas de souvenir.

Dia 4 – Pompéia e Vesúvio

Antes da viagem fechei com uma agência um passeio de dia inteiro saindo de Positano para Pompéia e o Monte Vesúvio. A parte da manhã foi dedicada a explorar Pompéia, a cidade romana que foi soterrada pelos debris do vulcão Vesúvio após uma erupção no ano 79DC. É um passeio fascinante, e tivemos a oportunidade de ouvir explicações sobre alguns detalhes das construções e da disposição das casas nas ruas. Sofri muito com o sol e o calor: em Pompéia não tem vento nem sombra, por isso leve chapéu, leque e muita, muita água.

Costa Amalfitana
Pompéia

De Pompéia fomos até o Vesúvio. O ônibus da agência subiu até o limite liberado para automóveis (mil metros) e a partir de lá é preciso caminhar os 200 metros restantes. Mas, importante: são 200 metros de altura porém muito mais de caminhada em uma subida sobre uma superfície de areia e terra. Não é fácil e requer energia. Mas a recompensa é sensacional: nunca na minha vida achei que veria a cratera de um vulcão. É uma daquelas coisas pra se fazer antes de morrer! Lá de cima a vista da Baía de Nápoles é bem legal, e também é possível enxergar Pompéia.

Costa Amalfitana
Penando pra subir até a cratera do Vesúvio

Para nos pegar e nos deixar em Positano, o ônibus da agência passou pela ‘Amalfi Drive’, a estrada que conecta as cidades que fazem parte da Costa Amalfitana. São milhares de curvas e é preciso dirigir com cuidado, mas a vista… de tirar o fôlego! Outra vantagem é que passamos, ainda que rapidamente, por cidades como Amalfi, Praiano, Minori e Maiori.

Dia 5 – Capri

Planejando essa viagem, eu precisei aceitar o fato de que não daria tempo para conhecer todas as cidades – como eu contei na introdução do post eu e meu marido fazíamos questão de ter alguns dias sem fazer nada, apenas para curtir a praia. Mas ir de barco até a ilha de Capri foi uma das coisas das quais não abri mão. E olha, que decisão acertada! Definitivamente o ponto mais alto das férias.

Acertei e paguei o passeio antes de viajar, depois de uma rápida troca de emails com a empresa Cassiopea, a qual recomendo muito. ‘Embarcamos’ com mais 7 pessoas no mesmo barco as 9 da manhã na Spiaggia Grande em Positano e partimos rumo a Capri. A ‘viagem’ até lá leva cerca de duas horas, e inclue paradas para nadar em alto mar, é sensacional.  Tivemos 4 horas livres na ilha antes de embarcar de volta para Positano (e nadar mais um pouco!). Chegamos por volta das 6 da tarde, então sobrou tempo suficiente para voltar ao hotel, tomar banho e sair novamente para perambular pelo centrinho e jantar.

Costa Amalfitana
Em alto mar, rumo a Capri

Dia 6 – Mais praia em Positano

Havíamos cogitado alugar um carro para dirigir entre as cidades da Costa Amalfitana, mas depois de dois dias seguidos de passeio (Pompéia e Capri), estávamos cansados e queríamos descanso e vida mansa. Resolvemos então ficar em Positano e passar o dia na Spiaggia Fornillo, a praia menor que pode ser acessada por uma longa escadaria desde o alto de Positano ou então a partir de um caminho que ‘atravessa’ as pedras que fazem a divisa com a Spiaggia Grande.

A praia de Fornillo foi uma ótima surpresa: além de ser mais barato alugar seu ‘espaço’ com as cadeiras e o guarda sol (8 euros por pessoa) e ter os mesmos benefícios, como banheiro e wifi, a praia é muito mais vazia e sossegada. Ela é menor, também de pedras e existem alguns restaurantes por ali que servem almoço tradicional e sanduíches/lanches.

Após um dia inteiro relaxando em frente ao mar, fomos aproveitar nossa última noite em Positano.

Dia 7 – De Positano a Sorrento

Fizemos o check out no hotel em torno das 11:30 e fomos até a Spiaggia Grande para pegar um ferry que nos levaria a Sorrento. Chegando lá descobrimos que todos os passeios de barco naquele dia estavam cancelados, pois o mar estava mexido. Nos informamos e ficamos sabendo que há um ônibus que faz essa viagem entre as duas cidades, da empresa SITA. O ponto fica há uns 500 metros do centrinho, no encontro da Via Cristoforo Colombo com a Via Guglielmo Marconi. A viagem levou cerca de 40 minutos e desembarcamos em Sorrento na Piazza Tasso, de onde andamos até o nosso hotel.

Como chegamos no início da tarde, resolvemos aproveitar a piscina maravilhosa do hotel, já que o sol ainda estava forte. Mais tarde, percorremos o centro histórico de Sorrento, passeando bem devagar por suas vielas lotadas de restaurantes e lojinhas com os mais variados tipos de souvenir. A dinâmica de Sorrento é bem interessante, já que a cidade está localizada sobre um penhasco, mas existe uma faixa de praia e vários piers ao longo da praia, todos cheios de cadeiras e com boa estrutura para passar o dia e cair no mar.

Encontramos um bar com uma vista maravilhosa e fechamos nosso dia la, brindando com Aperol Spritz.

Dia 8 – Sorrento

Eu queria fechar essa viagem com chave de ouro, portanto o hotel foi escolhido a dedo: uma piscina maravilhosa com vista para a baía de Nápoles e o Vesúvio estava no pacote! Passamos quase o dia inteiro lá, alternando entre cochilo, leitura e banho de piscina. No fim da tarde saímos mais uma vez para passear pelo centrinho, meio sem rumo, para rever as ruelas com calma e comprar alguns presentes.

Escolhemos um restaurante para a nossa última janta de férias e começamos a nos despedir de Sorrento  e dos dias maravilhosos que passamos na Costa Amalfitana.

Dia 9 – Hora de dar tchau

Acordamos muito cedo pois precisávamos pegar o ônibus que sai da estação de trem de Sorrento às 6:3o da manhã rumo ao aeroporto de Nápoles, já que nosso vôo era as 10.  E assim terminaram as férias…

*****


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$ 120,00 + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


42 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia
    Como Vi e acompanho no face aprendiz de viajante. Estou pensando fazer um roteiro de 12 dias com 2 dias em londres, Depois indo para franca visitando algumas cidades que não conheço e que peco sugestão e seguiria para Roma não deixando de ir visitar onde viveu sao Francisco santo Antônio Florença e Veneza por ultimo roma . qual sugestão você me dava para fazer este tour já que só não fui a esses lugarez ..outra opcao seria Barcelona seguindo a costa e chegando a Roma. Seria melhor fechar com uma operadora ou você podia me indicar como fazer. Grata

  2. Muito legal Helo! Bem diferente do nosso roteiro. Como vc disse há um zilhao de opções diferentes, né? No nosso faltou Sorrento! Bjo

    • Dulce, eu escrevi isso no post….. cada um é cada um e esse foi O MEU ROTEIRO – cada um faz sua viagem , certo? Eu escrevi isso no parágrafo introdutório porque tinha certeza que alguem ia escrever isso. Eu quis ficar na praia! E gostei! Quem sabe um dia volto e visito o que faltou… afinal não se pode ser tudo….

  3. Roteiro delicioso! Juro que inclui Napoles e Sicilia na lista por causa dos vulcões, tenho uma fascinação por eles desde criança! Os italianos que conheço e que vivem aqui ja me fizeram um paralelo entre Napoles e Marselha em termos de estilo de cidade, e também falam das pizzas – os napolitanos são os melhores pizzaiolos da Italia segundo eles. Mais um motivo pra eu incluir Napoles no roteiro é conhecer a cidade de onde partiram os meus nos idos do século XIX a caminho do Brasil. E Capri, porque amo uma ilha!

  4. Adorei!! Estarei lá em junho 2015 pela primeira vez!! Quais os hotéis que vocês ficaram hospedados em Napoli e em Positano?

  5. Oi Heloisa !!! Amei o seu roteiro !!! Perfeito !!! Conheci Sicília a uns quinze dias com amigas …me apaixonei !!! Agora estou planejando uma semana em Palermo . Oque você me indica…oque eu não posso deixar de fazer e conhecer nessa semana! !??
    Obrigada
    Abraços Thais

  6. vou para costa amalfitana em outubro….chegarei em Roma e vou direto para Positano….de la pretendo conhecer Sorrento…Capri Anacapri..Ravelloe e Pompeia,,depois volto para ficar 2 días em Roma….vc sabe aonde tem em positano vans que levem a gente para essas ciudades pois nao quero alugar carro

  7. Olá Heloisa, sensacional o seu roteiro, eu e minha esposa iremos para lá em julho. Você sabe me dizer se o ônibus que você pegou de Sorrento para o aeroporto de Nápoles para na Pizza Garibaldi no caminho?

    Abraços

  8. Olá Heloisa!!

    Gostaria de saber como é a costa amalfitana em Abril, consigo aproveitar praia? E os restaurantes e bares estarão abertos? São minhas férias e do meu marido e gostaríamos muito de conhecer. Fiquei apaixonada pelas suas descrições, muito obrigada!

    • certamente tudo estará aberto, mas não sei te dizer ao certo sobre o clima, afinal eu estive lá em julho! abril é um mês instável na Europa, ja peguei dias quentes em Roma em março e ja nevou em abril em Londres, por exemplo. Não dá mesmo pra afirmar se vc vai conseguir pegar praia. O mar já é frio em pleno verão, então acredito que em abril seja mais difícil encarar! eu escolheria um destino ainda mais ao sul na Europa, como Malta ou ilha da Madeira.

  9. Olá! Você acha que da pra fazer essa viagem em outubro? Pensei em fazer na minha lua de mel, mas estou com medo do clima! Valeu!

  10. OLA, roteiro muito bom,e como vc salientou foi o seu roteiro,mas acho que ir ate la e nao conhecer Ravello é uma pena.Como foram muitas visitas emseu post, indique Ravello!!!É maravilhoso!!!Divino!!!!

  11. Boa noite.
    Gostaria de saber em que mês vc fez a Costa Amalfitana. Estou pensando em ir em maio, mas penso que não será tão quente. Obrigada!

  12. Estou amando suas dicas! Embarcaremos no comecinho de Setembro para a Toscana (10 dias); depois 14 na Sicília (até aqui todo roteiro ok) e 6 na Costa Amalfitana. De Nápoles estamos pensando ir para Capri (duas noites) e depois Positano, o restante 🙁

    Na Costa Amalfitana, estamos acertando em ficar dois dias, duas noite em CAPRI? Será??

    Positano 4 dias e 4 noites. Você mudaria alguma coisa? Depois de ler o seu roteiro vejo que poderíamos ter estendido mais na Costa Amalfitana.

    O quê vc mudaria aqui? Aguardo ansiosamente sua sugestão.

    Bjo.

    • Oi Malu! Ah, esta me parecendo bem bacana seu roteiro, vc vai poder aproveitar bem Capri, q foi algo q nao consegui no meu, passei apenas um dia. Positano é tão sensacional q nao da vontade de ir pra nenhum outro lugar, mas talvez dos 4 dias q vc vai ficar lá, pega um pra conhecer alguma outra cidade por ali, como Amalfi, por exemplo!

  13. Oi Heloisa, tudo bem?

    Tenho acompanhado suas publicações e dicas sobre a COSTA AMALFITANA e curti muito.

    Se possível, gostaria de ouvi la e dar as dicas de como é melhor para aproveitar bem essa viagem.

    Minha filha mora em Atenas e, portanto, vou visita la primeiro, antes de viajar para a costa Amalfi, Nápoles, Pompéia, Capri. e Sicília

    Vou viajar, saindo de São Paulo no dia 18 de maio e volto ao Brasil dia 16 de junho de 2016.

    Tenho 20 dias para fazer o roteiro de Roma a Sicília.

    O que você sugere?
    1- pegar um voo em Atenas, , via Roma e ir para Nápoles e , depois, fazer o resto do roteiro de carro.
    ou
    2- Pegar um voo de Atenas para ROMA, ficazr uns 3 dias por lá, pois já a c onheço, e depois pegar um carro em ROMA até a SícÍlia, passando pela Costa Amalfina, Capri, etc…

    O que é melhor?

    Qual o melhor roteiro?

    As estradas ssão boas e bem sinalizadas.

    Aguardo seus comentários e dicas.

    Muito obrigado.

    Atenciosamente.

    Antônio Norberto Naville.

    • Oi Antonio, tudo bem? Bom, eu não vou poder te ajudar muito pois nunca aluguei carro na Itália, então não sei te dizer sobre as estradas. mas acho que é tranquilo, com GPS chega-se a qualquer lugar! tbem não sei qual o melhor roteiro no seu caso pois fui a Roma em outra ocasião sem casar com a viagem a Costa Amalfitana – e também não conheço a Sicilia! MAS – olhando assim com o que eu sei, eu iria de Atenas pra Roma, depois Roma pra Nápoles (iria de trem) e em Nápoles pegaria carro pra fazer Costa Amalfitana e depois descer até a Sicilia. Espero que tenha ajudado!

  14. Oi Heloisa, tudo bem? em que época você foi a Cinque Terre e costa Amalfitana? Eu e meu marido pensamos em ir final de maio ou começo de junho pois não queremos muito movimento e nem muito calor, não é bem para “pegar praia” e sim turistar e descansar. Também não queremos vida noturna. Não sei se é melhor começar a viagem, saindo do Brasil, por Cinque terre ou pela Costa Amalfitana. O que você acha? Abraços!

  15. Oi! Estou com um roteiro bem apertado para a costa Amalfi mas terei uma tarde livre para passear pelo centro ou de Sorrento ou Positivo. Qual você recomenda? Obrigada!

  16. Oii, bom dia! Achei o seu roteiro perfeito, é exatamente o que estou pensando em fazer no ano que vem! Por isso, queria te perguntar se vc poderia me dizer uma média de quanto gastou nessa viagem, eu não pretendo esbanjar tanto, mas queria aproveitar bem os passeios! Muito obrigada 😀

    • Oi Nathalia. Eu não esbanjei não, fique tranquila. Eu não gosto de dar valores pois o estilo de viagem das pessoas pode ser completamente diferente. depende muito do hotel que vc escolhe, do tipo de restaurante que gosta. Por exemplo, gastei uma média de 100 euros nas diarias de hoteis, mais pelo menos 50 euros por dia pra comer. De resto, vc tem q decidir se quer pagar pra usar estrutura de praia, se quer fazer passeios de barco, etc.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui