Fort Worth Stockyards: o mundo dos cowboys espera por você

17

Não estava nos nossos planos visitar Fort Worth nessa primeira viagem para Dallas, mas os nossos amigos que moram em Dallas falaram muito bem do Fort Worth Stockyards, que era “o” lugar pra ver tudo relacionado ao mundo dos cowboys, e acabamos resolvendo ir. Fort Worth é uma cidade vizinha a Dallas, são 30-40 minutos de carro, e faz parte da mesma região metropolitana. Então no nosso último dia de viagem, fizemos check out do hotel em Dallas e fomos pra lá.

Um stockyard é um curral, e nesse caso específico era o local onde o gado ficava esperando o transporte para outras regiões dos EUA. O Fort Worth Stockyards era um dos pontos mais importantes no comércio de gado no Texas lá pelos idos de 1890, e com a chegada da estrada de ferro o negócio cresceu ainda mais. Ao redor dos currais diversas empresas relacionadas abriram suas portas, como abatedouros, curtumes, empacotadores, transportadores, e também hotéis, restaurantes, bares, lojas, locais de entretenimento. Praticamente uma cidade onde tudo e todos tinham algum tipo de trabalho na indústria da pecuária. Hoje em dia essa área foi preservada e é aberta aos turistas, que podem circular pelo local e conhecer várias atrações da antiga Cowtown (cidade das vacas), como o local era conhecido no auge da sua importância no comércio de gado. Aqui você vê o mapa do Fort Worth Stockyards.

Stockyards Station: é a estação de trem bem rústica, cheia de lojinhas e alguns restaurantes. Nós comemos no Riscky’s BBQ, um churrasco tradicional texano, mas achei bem fraquinho em comparação aos churrascos que a gente gosta em Austin. O trem da Grapevine Vintage Railroad para nessa estação todos os dias. Durante as férias de verão alguns atores encenam um duelo do velho oeste dentro da Stockyards Station, duas vezes por dia, logo depois da Cattle Drive (11h30 e 16h). Os “tiros” são bem altos, a Julia levou uns sustos e não quis ficar pra assistir (não acho legal pra crianças pequenas mesmo, além de levar uma boa meia hora). O Gabe, que assistiu e filmou, disse que uma mulher da audiência levou um susto tão grande com um dos tiros que chegou a cair sentada no chão (veja o vídeo)! Uma loja muito bacana lá dentro é a Texas Gold Minors, que tem roupas e botas de cowboy para crianças super bem-feitas (bordadas a mão), mas são bem caras (roupas começando em $40 dólares e as botas acima de $100). Tem brinquedos e livros do velho oeste também, comprei um de histórias de uma Cowgirl pra Julia.

Stockyards Station: o trem da Grapevine Vintage Railroad para aqui, e tem lojinhas de coisas de cowboy e restaurantes
Comemos no Riscky’s BBQ, dentro da Stockyards Station, estava razoável
Os atores do duelo posando para uma foto e derretendo com o calorão, e no final da tarde, em ação, dentro da Stockyards Station


(reparem na mulher que cai no chão de susto no meio do vídeo!)

Grapevine Vintage Railroad: é uma ferrovia histórica que liga Fort Worth a Grapevine, duas vezes por dia (em certas épocas do ano, somente aos finais de semana, consulte o site oficiail). O trem é ainda operado por uma locomotiva a vapor, uma das mais antigas do Sul dos EUA. Pra quem vai em novembro e dezembro, eles tem o North Pole Express, que oferece atrações natalinas em certos dias.

Texas Cowboy Hall of Fame: além das “baias” dedicadas aos cowboys e cowgirls famosos (vencedores de rodeios e outras figuras famosas do mundo western), eles tem uma coleção de carroças históricas restauradas bem interessante (achei as carroças comerciais as mais interessantes, como a do correio, leite, lavanderia, comida, etc). Lá dentro fica ainda o Jersey Lilly Old Time Photo Parlor, um estúdio fotográfico onde você pode vestir roupas de época (para crianças e adultos). Aberto diariamente.

O Texas Cowboy Hall of Fame tem também uma coleção de carroças bem interessante

Cattle Drive: o rebanho de 15 Longhorns passa pelas ruas do Stockyards duas vezes por dia, as 11h30 e 16h. Pra assistir é só arrumar um lugar na calçada perto da Stockyard Station e esperar o gado passar.

Cattle drive: o gado circula pelas ruas do Stockyards

The Cowtown Cattlepen Maze: um labirinto de madeira feito a partir dos currais, pra você se perder lá dentro e tentar achar a saída. Não chegamos a entrar, fica em frente a Stockyards Station.

Entrada do Cowtown Cattlepen Maze, o labirinto do Fort Worth Stockyards

Stockyards Museum: é um museu que conta a história do Fort Worth Stockyards, instalado dentro do que era a Livestock Exchange, o prédio onde aconteciam as compras e vendas de gado no local, e que ficou conhecido como “Wall Street do Oeste”. Abre de segunda a sábado das 10h as 17h, a entrada sugerida é $2 dólares por pessoa.

Andando na rua principal do Fort Worth Stockyards

Billy Bob’s Texas: uma mistura de bar, restaurante, pista de dança, apresentações de música country, loja western e até mesmo rodeio indoors, tudo isso cabe dentro do Billy Bob’s Texas, que tem capacidade para até 5 mil pessoas. Dependendo do evento acontecendo no dia que você for, o preço pra entrar varia, então confira sempre a programação no site oficial.

Billy Bob’s Texas

Stockyards Championship Rodeo: toda sexta e sábado, começando as 8 da noite, tem rodeio no Stockyards. Dura 2 horas e o ingresso para adultos custa entre $15 e $20 dólares (dependendo do lugar), $10 para crianças. Nós fomos numa segunda-feira, então não tinha rodeio no dia.

Andando pelo Fort Worth Stockyards Historic District

Outras atrações na área incluem passeios de charrete, passeios a cavalo, e um mini zôo com bichos de fazenda pras crianças fazerem carinho nos bichos.

Fort Worth Stockyards, Fort Worth, Texas

Dicas:
– tem um estacionamento ao lado da Stockyards Station que é pago ($3) mas é só atravessar a rua (ao norte) que tem um estacionamento grátis.
– você pode pegar um mapa grátis no Visitor Center, na rua principal, pertinho da Stockyards Station
– o melhor lugar pra ver a Cattle Drive é em frente ao Visitors Center, tem bancos na sombra das árvores da calçada, mas é claro que os lugares acabam rapidamente
– a maioria das atrações funciona de 10h as 17h
– não deixe de conferir o calendário de eventos no dia da sua visita
– de um modo geral acho que crianças mais velhas aproveitariam mais esse passeio, de uns 5 anos pra cima. Os meus filhos não entenderam muita coisa…

Clique aqui para ler tudo que já publicamos sobre Dallas.


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$90,00) + frete grátis + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


17 COMENTÁRIOS

  1. Olá
    Terei uma conexão de 7 horas em Dallas e gostaria de saber qual o Outlet mais próximo do aeroporto . Poderia me informar , por favor ?
    Obrigada

  2. Muito legal este post, caiu como uma luva para mim. Comprei passagens para ir em junho ao Texas e Flórida, sendo que no Texas ficarei em fort worth, porém não tenho idéia em que hotel hospedar (desses de 3 estrelas, bom, barato e com localização boa).

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui