Singapura com a Marina

8
Singapura
Singapura

Minha grande amiga Marina, que também mora em Londres, esteve em Singapura com o marido (foram prestigiar o casamento dos amigos, olha que legal!) há pouco tempo, e é claro que eu pedi pra ela contar aqui um pouco da viagem. Afinal, a Ásia é um destino cada vez mais cobiçado pelos brasileiros – não dá pra negar nossa curiosidade em conhecer um lugar tão diferente. Acredito que visitar um lugar como Singapura seja um ótimo primeiro passo para quem planeja conhecer países como China, Japão e Vietnam.

Gardens by the Bay
Gardens by the Bay

 

Fiz perguntas práticas, pra tentar clarear as dúvidas de quem está planejando dar um pulo lá. Caso o que você queria saber não estar respondido aqui, não deixe de escrever seu comentário, que eu peço pra Marina responder!

Quanto tempo ficou lá? Ficamos 5 dias inteiros e foi suficiente! Dá pra aproveitar bem, com calma e intercalar programas mais cansativos e distantes (como o Safari Noturno que é um pouco longe da cidade ou um dia na Sentosa Island) com programas mais no centro, ver a cidade, shoppings, etc.

Achou fácil se locomover pela cidade? É super fácil. Não vale a pena pegar metrô pra quase nada, já que além de o calor na rua beirar o insuportável (37 graus com umidade igual Manaus) os taxis são super baratos e com ar condicionado. Por exemplo, fomos do nosso hotel até um templo no centro, mais ou menos 10 minutos, saiu 5 SGD (ou 2,50 libras mais ou menos) pra duas pessoas.

Onde se hospedou? Ficamos no Mandarin Oriental e não poderíamos ter feito escolha melhor. Ele fica bem na Raffles Avenue, na Marina, e do lado de alguns dos principais pontos turisticos (Singapore Flyer, Marina Bay Sands, Helix Bridge, Gardens by the Bay, Theatres on the Bay, etc). Além de ser lindo e com um serviço excelente, tínhamos uma vista maravilhosa do quarto que acabou sendo uma das principais atrações da viagem! Fora a piscina que é uma delícia e tem uma vista sensacional pro Marina Bay Sands, então vale a pena aproveitar e descansar!

Vista do quarto - olha o Marina Bay Sands lá!
Vista do quarto – olha o Marina Bay Sands lá!

 

Piscina do hotel Madarin Oriental
Piscina do hotel Madarin Oriental

 

Onde comeu? Essa foi, sem duvida, a parte mais interessante da viagem. Conseguimos ir em restaurantes bem legais e mais chiques (como o Lei Garden, onde fomos comer Dim Sum e fica em um complexo bem gostoso de restaurantes no centro, o Chimjes), mas a prioridade era conhecer restaurantes locais, menores, na rua, com comidas bem tradicionais. A comida singaporeana tem bastante influência não só da comida chinesa, mas também da Malásia, da Índia e da Indonésia, então é bem variada. Dentre as coisas que comemos, as que eu lembro e recomendo:

  • Kaya, a “geléia” de côco e ovo que eles passam na torrada no café da manhã
  • A sopa de costela de porco, super saborosa
  • Drunken Prawns, que são camarões fervidos em álcool, também com um sabor bem diferente
  • Hainanese Chicken Rice, que nada mais é do que frango cozido acompanhado de arroz feito no caldo de frango e servido ou com molho de chilli, de soja ou a pasta de gengibre também tradicional
  • Singaporean Spring rolls que têm o mesmo recheio do spring roll chinês, mas não é frito
  • Chilli Crab ou Black Pepper Crab, que são os carangueijos feitos no chilli ou molho de pimenta do reino
  • Bird’s nest Soup, uma iguaria Chinesa que é uma sopa feita com a saliva do passarinho (não tem gosoto de nada, é mais pela experiência!)
singaporean spring roll
Singaporean Spring Roll

 

Muito dim sum!
Muito dim sum!

 

O que é imperdivel? O que achei mais lindo foi o Jardim Botânico e o National Orchid Garden, que fica lá dentro. Foi um passeio bem gostoso, fomos no domingo no fim da manhã, comemos um brunch no “Verde”, o restaurante de lá, e depois fomos passear pelo parque que é maravilhoso e tem uma vegetação e uma variedade de plantas e flores incriveis. A entrada é paga, mas não é caro e vale demais a pena. No mundo existem mais de 25 mil especies de orquídeas e eles criam quase todas lá, mesmo as de climas mais frios, em uma “cool house”. Fora as espécies que eles mesmos fazem e que só existem nesse jardim.

national orchid garden
Marina e Rodrigo no National Orchid Garden

 

Alguma coisa ficou de fora que gostaria de ter visitado? Não conseguimos ir até a Sentosa Island, que é uma ilha perto e fácil de chegar, mas que demanda um dia inteiro. Desistimos de ir porque a principal atração da ilha é o parque da Universal Studios e apesar de parecer super legal e divertido, não queriamos perder um dia da cidade e da “cultura local” para irmos em um parque de diversões.

Espetacular a vista da Singapore Flyer
Espetacular a vista da Singapore Flyer

 

Como foi a viagem até lá? Fomos pela Singaporean Airlines e foi excelente, comida boa, serviço ótimo, avião super confortável (na medida do possivel para uma viagem de 14 horas, claro) Chegamos no aeroporto de Singapura mesmo, que é ótimo, moderno, organizado, eficiente e considerado um dos melhores do mundo!

Gardens by the Bay
Gardens by the Bay

Precisou de visto? Brasileiros não precisam de visto para visitar Singapura.

É facil ir do aeroporto pra cidade? Super fácil. Fomos de carona com um amigo, mas voltamos de táxi e também saiu barato, 25 SGD (mais ou menos 15 libras). Tem metrô que também vai direto, mas a diferença de preço não compensa, principalmente se tiver em mais de uma pessoa. Fora o trabalho de levar malas, escadas, o calor…

O que comprou? Só lembrancinhas mesmo, coisas pequenas. Mas de tudo que vi achei um pouco caro. Pelo menos comparando com Londres (muitas lojas são as mesmas) não compensaria comprar nada lá que não fosse souvenir.

Como estava a temperatura? Fomos em agosto e estava beirando o insuportável. Quer dizer, depende de onde voce vem e a quais temperaturas/nível de umidade está acostumado. Mas é tenso, temperaturas sempre acima dos 35 graus e uma umidade que te faz suar no minuto que você coloca o pé na rua. Teve um dia que saímos pra almoçar a pé e fizemos quase todo o caminho por dentro dos shoppings, já que um se liga ao outro em um labirinto gigante de ar condicionado por baixo da cidade – e todo mundo usa!

Gostaram do relato da Marina? Tem mais dicas de Singapura? A caixa de comentários está aberta!


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$90,00) + frete grátis + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


8 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui