Hotel Belmond Copacabana Palace no Rio de Janeiro

1

O Belmond Copacabana Palace é o hotel mais icônico do Brasil e palco de inúmeras festas badaladas é o local de escolha do jet-set internacional. Foi aqui que aconteceu um casamento mágico que me levou novamente ao imponente hotel carioca. 

Um pouco da história do Belmond Copacabana Palace 

A história do Belmond Copacabana Palace é bem complexa. Tanto é que existe um enorme livro, do jornalista Ricardo Boechat, sobre a história desse hotel fabuloso. Conta-se que uma vasta quantidade de visitantes era esperada para a grande Exposição do Centenário da Independência do Brasil em 1922 e não existia um hotel na cidade capaz de abrigar personagens ilustres. Foi então que o presidente Epitácio Pessoa resolveu submeter o projeto ao milionário Octávio Guinle, dono de dois hotéis, o Hotel Palace no Rio de Janeiro e o Hotel Esplanada em São Paulo, os mais luxuosos hotéis nas duas cidades. A construção deveria ter sido iniciada em 1919, porém os trabalhos só começaram em 1923 devido às dificuldades na importação de cristais e mármores da Itália, na execução das suas fundações (com quatorze metros de profundidade, conforme requerido pelo projeto), à falta de tecnologia da época e à inexperiência no país para esse projeto tão grandioso; além da ressaca que, em 1922, destruiu a Avenida Atlântica, causando danos aos andares inferiores do hotel.

Para essa construção tão esperada foi contratado Joseph Gire, um arquiteto da França, que se inspirou nos hotéis Carlton em Cannes e no hotel Negresco em Nice. O hotel sempre foi o lugar de escolhas de celebridades internacionais. A lista de hóspedes com passagem por lá vai desde Marlene Dietrich, Nelson Mandela, Bill Clinton, rainha Sofia da Espanha, rainha Silvia da Suécia, Lady Diana, Richard Gere, Madonna, a banda U2, Sting, Micky Jagger, Mario Testino, Valentino, entre outros.

Apesar de ter tido seus anos dourados, o Belmond Copacabana Palace quase foi demolido. Esse fato só não aconteceu porque o hotel já era considerado Patrimônio Histórico. A família Guinle, não podendo mais arcar com os custos da manutenção, teve que vender o hotel para a rede hoteleira inglesa Orient Express que hoje se chama Belmond; um grupo com trens, hotéis e navios de cruzeiro em várias partes do mundo.

Minhas visitas ao Belmond Copacabana Palace

Para dizer a verdade só entrei no Belmond Copacabana Palace poucas vezes. Quando morei no Rio, era muito pequeno para poder aproveitar desse hotel tão lendário. Como morador da cidade nunca tive a necessidade de me hospedar lá. Ainda muito jovem me mudei para a Europa e logo vinham as férias de verão que eram em outros países da Europa e raramente viajava para o Brasil. Portanto, o Belmond Copacabana Palace, para mim, não passava de mais um belíssimo edifício na minha cidade de nascimento. Já na fase adolescente, fui convidado a passar um verão no Rio de Janeiro.

Foi durante um Carnaval que recebi o convite, para uma recepção pré-Carnaval. Nessa festa, entre os inúmeros convidados famosos, estava a Roberta Close, belíssima. A festa foi no Anexo, uma extensão do prédio principal inaugurada em 1948, para hospedar políticos que faziam a rota Rio de Janeiro-Brasília quando a cidade deixou de ser a capital do Brasil. A outra vez que me lembro de ter pisado no hotel foi no casamento dos meus queridos Guto Grieco e Fernanda Kihara. Um casamento de sonhos com todo o requinte que se possa imaginar.

A primeira vez que me hospedei no hotel foi quando decidi passar meu aniversário no Brasil, coisa que faço muito raramente. Porém, estava precisando recarregar as energias em uma cidade que tanto amo, pois apesar dos problemas políticos e financeiros que está passando, será sempre uma cidade cheia de charme e de energia.

Recentemente voltei a me hospedar no Belmond Copacabana Palace e o motivo dessa vez foi para participar do casamento de Philippe Behring e Ana Carolina Saade. Conheci esse simpático casal em Paris durante o casamento de um amigo em comum e na hora de decidir onde me hospedar, não pensei duas vezes e escolhi o Belmond Copacabana Palace, já que o casamento seria lá.

O casamento foi perfeito com gente vindo do mundo inteiro. Foram vários dias de festas até culminar no ápice que foi o evento principal. A cerimônia aconteceu na igreja São Francisco Xavier, no centro histórico da cidade e a recepção do casamento foi no Belmond Copacabana Palace. 

Hotel Belmond Copacabana Palace, Rio de Janeiro

No total são 136 quartos e 105 suítes. A maioria das acomodações, com área mínima de 30 m², dispõe de cama king-size, banheiro em mármore e um mobiliário digno de uma realeza. As sete localizadas na cobertura (chamadas de Penthouses) possuem terraço privativo e vista para à praia. No andar da cobertura, há uma piscina de uso exclusivo. A suíte, onde me hospedei, era em um ângulo do hotel e tinha vista para a piscina e para o azul estonteante do Oceano Atlântico.

   

O silêncio pelos corredores, mesmo o hotel estando em alta ocupação, e o agradável aroma de flores por todos os lados me impressionam muito. Com um atendimento impecável, o Belmond Copacabana Palace esbanja luxo, sofisticação e elegância, além de oferecer todos os mimos possíveis e inimagináveis. O enorme lobby se torna um local aconchegante pelo maravilhoso perfume das flores, arrumadas em um imenso vaso na área central.

Os restaurantes do Hotel Belmond Copacabana Palace

A propriedade entra na lista dos tradicionais hotéis cinco estrelas que abrigam restaurante de alta gastronomia. Dessa vez optei pelo Mee, um dos primeiros restaurantes a ser premiado na América do Sul e um dos únicos restaurantes no Rio de Janeiro a ser condecorado com uma estrela do Guia Michelin.

O restaurante é comandado pelo chef Ken Hom e o Chef Executivo Kazuo Harada, que conduz você por uma exótica jornada gastronômica através da Tailândia, Camboja, Malásia, Singapura, Coréia, Vietnã, China e Japão. Um menu especial, com uma variedade de opções, está sempre sendo inventado pelos chefes de modo para conduzir-nos a diferentes viagens gastronômicas. O restaurante, aberto só durante o jantar, tem até uma sommelière de Sakê, que propõe mais de 25 variedades da bebida importadas do Japão, além de uma carta de 18 coquetéis criados para que o hóspede tenha uma magnífica experiência culinária. Escolhi como entrada vários tipos de sushi e sashimi. O que amei foram os camarões à moda de Hong Kong que pedi sem amendoim. Tudo estava delicioso.

O café da manhã é servido no restaurante Pérgula com vista para à praia de Copacabana e para à piscina. Para começar a primeira refeição do dia, o restaurante tem vários tipos de sucos naturais, água de côco e sucos detox.

Imagino que já deixam esses sucos prontos para que o hóspede, que ficou até tarde na balada ou na festa de casamento, possa repor as energias! Frutas…meu Deus… são muitas e de todos os tipos. São tantas cores e sabores que fica difícil de escolher. Sem falar nos pães e docinhos diferentes e típicos brasileiros. E isso só na parte do buffet, pois o cardápio normal é bem extenso. É para ficar ali horas conversando enquanto se come um pão de queijo quentinho. Após a maratona do casamento decidi dar umas braçadas na piscina semi-olímpica, famosa por Lady Diana ter pedido para acenderem as luzes, pois queria nadar de noite e sozinha.

O Spa do Belmond Copacabana Palace

Pra fechar minha estadia fiz uma massagem Shiatsu no Spa. No meio do que pode ser a caótica Rio de Janeiro, além de ser chiquérrimo, o local é um oásis de paz oferecendo prazerosos rituais que purificam, tonificam e revitalizam. São cinco salas de tratamentos individuais, duas suítes de tratamento para casal, uma sala de ginástica com aparelhos de ultima geração, salão de cabeleireiro e sauna à vapor e sêca. O Spa utiliza produtos orgânicos brasileiros feitos a partir de sementes e frutas tropicais nos tratamentos corporais e faciais. E não se esqueça de comprar o spray para ambientes e para travesseiros. Você vai se lembrar do aroma do Belmond Copacabana Palace quando estiver em casa. É um cheiro único e super agradável.

Enfim, mesmo se você não for para um casamento, vale muito a pena se hospedar no hotel Belmond Copacabana Palace. E se morar no Rio de Janeiro, vá lá mesmo que seja só para comer em um dos magníficos restaurantes ou fazer um tratamento no Spa. São muitos anos de história em um lugar maravilhoso e apesar de todos os problemas, o Rio de Janeiro continua lindo.

 Informações Úteis

Hotel Belmond Copacabana Palace

Website: http://www.belmond.com

Endereço: Avenida Atlântica 1702, Rio de Janeiro

Reserve o Hotel Belmond Copacabana Palace no Booking.com. 

 


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$ 120,00 + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui