Islândia – Road trip pelo sul com Aurora Boreal

2

A Islândia é um pequeno país que ocupa integralmente uma ilha vulcânica do círculo polar ártico. Tocar icebergs, subir em geleiras, visitar parques nacionais, escalar vulcões e tomar banho em águas termais, caminhar sobre lagos congelados, ver cachoeiras de beleza única, visitar cenários cinematográficos e claro, ver a Aurora Boreal, são algumas das incríveis atividades que nos aguardam por lá.

Terra de inúmeras maravilhas, basta poucos minutos de estrada para chegarmos a fantásticas quedas d’águas, que no inverno ficam inteiramente congeladas.

O mais comum é montar base na capital, Reykjavík, e fazer os passeios a partir de lá. Para os mais aventureiros como eu, o roteiro da Fora de Foco Expedições caiu como uma luva e nos levou até os limites da ilha, em uma Roadtrip pelo sul da Islândia, simplesmente fantástica.

1 – Blue Lagoon

Viaje com internet no seu celular

Vai viajar para o exterior? Já chegue no seu destino com o celular funcionando. A EasySim4u oferece plano de dados ilimitados em 140 países, para que você fique conectado a internet. Utilize o cupom exclusivo para leitores do blog APRENDIZDEVIAJANTE e receba frete gratuito! Veja meu post: Chip EASYSIM4U: Como usar a Internet na Europa.

A Blue Lagoon é um spa artificial de águas termais com propriedades medicinais e relaxantes, vindas da usina geotérmica ao lado. A experiência de colocar uma roupa de banho e mergulhar em águas com 40 graus, enquanto do lado de fora a temperatura está negativa, é incrível. A entrada na piscina é por um ambiente climatizado e ao alcançar o lado de fora o corpo já está submerso e quentinho nas águas relaxantes.

2 – Jökulsárlón – Lagoa de Icebergs

A Lagoa de Icebergs , que infelizmente não tem como mergulhar, fica ao sudeste da Islândia e é um ponto obrigatório na visita a este país fantástico. A lagoa é tomada por icebergs dos mais variados tamanhos e tons de azul. As pedras se desprendem do glaciar Vatnajökull e se deslocam pela água em direção ao mar, formando um cenário simplesmente fenomenal.

3 – Diamond Beach

Ao lado da Lagoa Jökulsárlón existe outro cenário incrível. Uma praia com areia negra tomada por icebergs. É possível caminhar na areia entre as pedras de gelo e chegar pertinho da arrebentação das ondas, já que os blocos de gelo bloqueiam a água. Sem dúvida, um lugar único no mundo.

4 – Geleira Vatnajökull

É possível caminhar pela geleira Vatnajokull, mas é preciso contar com um guia especializado, que irá te acompanhar por um trekking por cima do glaciar. A geleira tem paisagem de tirar o fôlego, onde se pode admirar um horizonte azul infinito e a natureza totalmente intocada e grandiosa.

5 – Parque Nacional de Skaftafell e Svartfoss

O Parque Nacional de Skaftafell é um dos parques mais bonitos da Islândia, fica ao sul do país e oferece várias opções de trilhas para trekkings. A trilha mais famosa é a que leva a Svartifoss, uma cachoeira pitoresca, formada por pedras de basalto que parecem ter sido esculpidas pelo homem.

Aproveite a caminhada de volta à sede do parque e pegue o caminho que leva às famosas casinhas com telhado verde. O cenário é belíssimo!

6 – Dakota Wreck

Os cenários pitorescos não param por aí. Durante a Segunda Guerra Mundial um avião americano caiu em solos islandeses, bem próximo ao mar. São aproximadamente 45 minutos de uma longa caminhada para alcançar a carcaça do famoso avião, o Dakota Wreck. Se vale a pena caminhar por quilômetros para encontrar um avião abandonado? Vale muito! Principalmente se o foco da viagem for turismo fotográfico, pois esse vai ser um dos pontos altos das suas fotos de viagem.

7 – Skógafoss

“Foss” significa cachoeira e a Skógafoss, é uma das maiores e mais belas da Islândia. Suas águas vêm do rio Skógaá, proveniente dos glaciares Eyjafjallajökull e Mýrdalsjökull.

Aliás, o vulcão Eyjafjallajökull, de mesmo nome da geleira, foi o que parou a Europa em 2010, quando entrou em erupção e causou um verdadeiro caos no espaço aéreo do continente.

8 – Gulfoss

Na Gulfoss você terá um ponto de vista diferente e verá a queda d’água de cima. É uma das maiores de toda Europa e fica inserida no Golden Circle, que é a principal rota turística da Islândia. Sem dúvida um cenário estonteante, principalmente durante o inverno, quando a neve toma conta das paisagens e torna tudo mais especial.

9 – Parque Nacional Thingvellir

Esse parque nacional reserva algumas curiosidades históricas e geológicas. O parlamento do país foi fundado neste local e lá eles se reuniam para decidir sobre as leis e para fazer julgamentos criminais. Aliás, este é o mais antigo parlamento da humanidade! Hoje o parque é aberto para visitação e é o local onde fica a casa de verão do primeiro-ministro do país.

Sobre a Geologia, umas das maiores atrações que você vai encontrar em Thingvellir é o encontro entre as placas tectônicas da Europa e da América. Se você gosta de mergulho e tem coragem de se aventurar por águas congelantes, faça o mergulho na fissura Silfra, onde você não só poderá ver, mas também tocar nas duas grandes placas tectônicas.

10 – Reykjavík

Por que não considerar a capital um dos pontos imperdíveis da Islândia? Claro que as grandes atrações do país são as belezas naturais escondidas pelo interior, mas a cidade também guarda seus encantos.

Em um simples walking tour é possível fazer um apanhado dos pontos mais interessantes de Reykjavík, passando pela escultura The Sun Voyager e pelo Harpa Hall, o teatro onde acontecem as principais apresentações musicais do país e tem uma arquitetura singular.

Ali perto fica a barraquinha de cachorro quente, onde é servido o hotdog mais famoso e mais gostoso do mundo. Andando mais um pouco, você vai alcançar a charmosa área portuária da cidade, com vários restaurantes e bares interessantes. Outra parada na cidade é a igreja Hallgrímskirkja, pois sua arquitetura faz alusão às formações rochosas de basalto e ao movimento de lavas vulcânicas ao entrarem em erupção.

Durante a noite, se a temperatura permitir, passeie pela Laugavegur, a principal rua da cidade, recheada de lojinhas, pubs, bares e vida noturna. Quando o frio apertar se aqueça em um dos restaurantes e termine sua noite experimentando uma Gull, a cerveja local.

Curiosidades

Aquecimento – Desde os anos 1960, o aquecimento das casas e das própria ruas é feito com água subterrânea quente, proveniente de fontes termais na cercania de Reiquiavique.

Música – A energia da cidade estimulou o surgimento de alguns talentos que vieram a alcançar fama mundial, tais como a cantora Björk e a banda de rock Sigur Rós.

Vulcões – Atualmente existem cerca de trinta sistemas vulcânicos no país. Um dos mais famosos é o vulcão Eyjafjallajökull (pronuncia-se eia-fiátla-iocutl), que em 2010 causou o fechamento de diversos aeroportos na Europa por causa das cinzas ejetadas na atmosfera.

Planejando a viagem

Quando ir – Se o objetivo for ver a Aurora Boreal, saiba que ela só é visível durante o inverno. Mas no verão, é possível presenciar outro fenômeno, o sol da meia-noite.

Temperaturas – O clima na Islândia pode mudar drasticamente com fortes ventos e chuva, fazendo a sensação térmica cair para -10 ou menos. Esteja sempre com roupas impermeáveis, inclusive calças e botas. E tenha sempre na mochila meias extras, luvas, gorros e cachecol. Leve também roupas de banho para usar nas piscinas com águas termais.

Como chegar – A companhia aérea mais barata é a WOW Air e tem voos saindo de diversas cidades na Europa e EUA. O bacana é que eles também promovem o Stopover na Islândia, ou seja, você pode ir dos EUA para alguma cidade na Europa (ou vice-versa), dando uma paradinha de alguns dias em Reykjavík.

Visto, vacina e passaporte – A Islândia não exige visto nem nenhum tipo de vacina para a entrada no país. É importante que o passaporte tenha pelo menos 6 meses de validade e é sempre bom levar os comprovantes de reservas de hotéis e voos, caso seja necessário na imigração.

Dinheiro – A moeda local é a Coroa Islandesa ou Krona Icelandic, mas aceitam muito bem o euro e o dólar americano. Eu usei praticamente cartão de crédito em toda a viagem, de qualquer bandeira. E prepare o bolso, a Islândia é cara!

Aeroporto – O principal Aeroporto Internacional da Islândia fica na cidade de Keflavík e o jeito mais prático para chegar na capital, Reykjavík, é usando o serviço de ônibus da Greyline ou alugando um carro. Alugamos na Blue Car Rental (http://www.bluecarrental.is).

 

Hospedagem – As 3 maiores redes hoteleiras são a FossHotel, Stracta Hotel e IcelandAir Hotel. Porém existem opções de hospedagem para todos os bolsos na Islândia, como hostels e casas do Airbnb.

Seguro Viagem – Não me foi solicitado, mas é sempre importante e recomendado ter um bom seguro. Principalmente para um país onde está em contato constante com as forças da natureza.

Agência de Turismo – Saindo do Brasil, com guias fotógrafos e especialistas no país, a Fora de Foco Expedições possui 2 saídas anuais, normalmente em março e outubro, com foco na Aurora Boreal. Consulte datas e valores no site.

 

Essa matéria apareceu primeiro na Revista Aprendiz de Viajante número 2, assinada pelo Mauricio Oliveira do site Viagens Possíveis.  


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$ 120,00 + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui