Itália: passando pela bela Siena na Toscana

11
Duomo de Siena
Duomo de Siena

No nosso roteiro de 5 dias na Toscana a maioria das cidades que visitamos eram bem pequenas, lugares que normalmente estão fora dos roteiros turísticos. Afinal era esse o objetivo do projeto My Tuscan Experience: mostrar atrações pouco conhecidas da Toscana. Mas no quarto dia nós fomos a Siena, que é uma das cidades mais conhecidas (e belas!) da Toscana pra conhecer uma atração que pouquíssimos turistas conhecem: o Museo dell’Acqua (Museu da Água). Como já estávamos em Siena, a nossa guia achou um crime não visitar o centro histórico da cidade, e nós tivemos que dar uma passada por lá. Com certeza seria um crime não ter ido ver o Duomo de Siena e a Piazza del Campo, onde acontece o famoso Palio de Siena.

Siena é uma cidade antiquíssima, primeiro foi uma cidade etrusca, depois romana, gaulesa por um tempo, depois vieram os lombardos, francos; e através dos séculos, foram guerras e mais guerras com Florença, tendo sido conquistada por Florença e sua aliança com a Espanha em 1555. Como Siena e Florença são cidades rivais de longa data, depois de tantos séculos de guerras é natural que até hoje os nativos não se gostem muito…a nossa guia é de Florença e ela mora na província de Siena, disse que volta e meia alguém implica com ela por causa disso 😉

Primeiro, a nossa visita ao Museo dell’Acqua. Pra entender porque esse museu existe primeiro a gente tem que saber um pouco sobre a localização de Siena e sua história. A maioria das cidades da região ficava localizada as margens (ou muito perto) de algum rio, para suprir a necessidade de água da cidade. É assim com Florença, Colle di Val d’Elsa e outras dezenas de cidades medievais. Siena não tem nenhum rio por perto, então a cidade teve que inventar uma forma de resolver a questão da água. Existe uma lenda de um rio subterrâneo que nunca foi encontrado, apesar de muita pesquisa e escavações desde o século 12. Esse rio legendário é chamado de Diana. O que os monges descobriram foi que escavando túneis pela cidade a água que passa pela pedra calcária da região (que foi coberta pelo mar mais de uma vez ao longo da história) acumula nos túneis e pode ser canalizada para uso. Esses túneis são chamados Bottini, Siena tem mais de 25km de bottinis, e cada fonte de Siena tem o seu próprio Bottini. O prédio do Museo dell’Acqua fica ao lado da Fontana di Pescaia, que era uma das fontes onde os moradores vinham lavar suas roupas, dar água para os animais, e no final do tour do museu (que tem que ser agendado com antecedência) a gente visita o Bottini que abastece a fonte. Como você pode imaginar, o Bottini é um pequeno túnel e não é indicado pra quem tem claustrofobia.

Museo dell'Acqua em Siena
Museo dell’Acqua em Siena

O Museo dell’Acqua é bem interessante porque é um museu bastante interativo, cheio de mapas e explicações audivisuais e 3-D contando todos esses detalhes geológicos e históricos de Siena, da busca por um rio subterrâneo até a solução dos bottinis. O problema é que a língua é apenas o italiano, e foi confuso ter a nossa guia traduzindo simultaneamente, falando junto com os vídeos e áudio do lugar. Também não ajudou que o museu é todo escuro e estávamos morrendo de sono porque fomos depois do almoço no dia que acordamos cedo pro passeio de balão 😉 Enfim, é uma visita bem diferente e o museu é muito bem feito, pra quem curte esse tipo de assunto. Pra agendar uma visita a outros bottinis pela cidade (maiores do que o que nós vimos aqui), tem que fazer o pedido no site da Associação La Diana, que cuida dos bottinis e do Museo dell’Acqua (mas eles nos avisaram que demora meses pra conseguir uma vaga).

Explicações interativas do sistema de água de Siena no Museu da Água
Explicações interativas do sistema de água de Siena no Museu da Água
Dentro do bottini da Fontana di Pescaia
Dentro do bottini da Fontana di Pescaia
Fontana di Pescaia, Siena
Fontana di Pescaia, Siena

Depois do museu fomos para o centro histórico de Siena, a primeira parada foi o Duomo. Eu não sou uma pessoa sentimentalista ou religiosa, mas achei o Duomo tão maravilhoso que vieram lágrimas nos olhos parada ali na frente. Foi a igreja mais bonita que eu já vi por fora até hoje (obviamente que ainda tenho muitas pra ver e opinião é uma coisa totalmente subjetiva). A parte triste foi que não pudemos entrar, porque chegamos já depois da hora e apesar de ter gente ainda dentro, eles não estavam deixando mais ninguém entrar. Construída no século 12 essa Catedral imensa era pra ser ainda maior, mas o dinheiro acabou e eles não construíram a “parte principal” (surreal, porque já é imensa e magnífica!). O Dumo de Siena é uma mistura dos estilos Romanesco e Gótico, a fachada ficou pronta em 1380 usa mármore branco e preto-esverdeado (as cores de Siena são branco e preto) e na fachada, mármore rosa. Dentro da igreja a atração são os mosaicos no piso, os vitrais e os afrescos, terei que voltar pra entrar com certeza. Acho que ficamos meia hora ali na frente, parados, a guia contando detalhes da construção, eu tirando 200 mil fotos da igreja e tentando pegar o meu queixo no chão. Foi difícil sair da frente do Duomo.

Viaje com internet no seu celular

Vai viajar para o exterior? Já chegue no seu destino com o celular funcionando. A EasySim4u oferece plano de dados ilimitados em 140 países, para que você fique conectado a internet. Utilize o cupom exclusivo para leitores do blog APRENDIZDEVIAJANTE e receba frete gratuito! Veja meu post: Chip EASYSIM4U: Como usar a Internet na Europa.

A fachada do Duomo de Siena
A fachada do Duomo de Siena

catedraldesienadetalhe

detalhescatedraldesiena

torresduomodesiena

Os fundos da Catedral
Os fundos da Catedral

Andamos pela lateral da Catedral, vimos a parte da construção que foi abandonada, descemos as escadas para a parte de trás da igreja e seguimos descendo a rua medieval até a Piazza del Campo. Esta praça em formado de concha que originalmente era um mercado no século 13 é rodeada por prédios muito bonitos, mas o principal é o Palazzo Pubblico e a sua Torre del Mangia. Você pode encarar os muitos degraus até o alto da torre pra ver Siena lá de cima, mas nós não tivemos tempo de fazer isso (e já estava fechada). A Fonte Gaia é uma fonte bonita que fica de frente para o Palazzo. É aqui que acontece o Palio de Siena, uma corrida de cavalos medieval onde os 17 distritos da cidade (contrade) competem duas vezes por ano, em 2 de julho e 16 de agosto. O Palio é um acontecimento super importante e a cidade fica lotadíssima, incluindo vários dias antes da corrida para os preparativos, então é bom planejar a sua visita com cuidado nessas datas.

Piazza del Campo, onde acontece o Palio de Siena
Piazza del Campo, onde acontece o Palio de Siena
Fonte Gaia na Piazza del Campo
Fonte Gaia na Piazza del Campo

Passamos na sorveteria Grom ali pertinho para tomar um delicioso gelato – eu pedi dois sabores, nocciola (avelã) e caramelo com sal. O copinho pequeno saiu por 2.50 euros e se não estivesse quase na hora do jantar com certeza eu teria tomado outro 😉 Recomendo comprar o sorvete e ir pra Piazza del Campo sentar no chão com todo mundo para apreciar a praça tomando um gelato perfeito.

Gelato delicioso no Grom em Siena
Gelato delicioso no Grom em Siena
Sente-se no chão e tome o seu gelato apreciando a bela piazza
Sente-se no chão e tome o seu gelato apreciando a bela piazza

Minha viagem a Toscana aconteceu a convite do projeto My Tuscan Experience, falei sobre ele aqui.


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$ 120,00 + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


11 COMENTÁRIOS

  1. Mesmo tendo visitado a cidade debaixo de muita chuva, gostamos demais de Siena, e voltaremos dem hesitar. O interior do Duomo é fabuloso, um museu pois tem obras de Donatello e outros artistas, foi a igreja mais bonita que visitamos na Toscana – não gostei do interior do Duomo de Florença, achei a Santa Croce muito, mas muito mais digna de visitar.

  2. Não consigo parar de olha pra foto do post, Luciana! Ano passado, ficamos em Siena por 4 dias e eu ficava horas contemplando o Duomo da janela do meu quarto.
    Além de ser muito linda por dentro (vc precisa mesmo ver!!!!), acho incrível que a catedral tem ao seu redor uma amostra do que a peste negra causou à cidade: a reforma que começou em tempos prósperos teve que ser interrompida porque 3/5 da população havia sido dizimada pela doença e não havia mais riqueza.
    Siena é bem pitoresca e vale muito a visita. Ir pra lá no dia do Palio está no meu bucket list!

    beeijos

    • Renata, dá a dica desse hotel que você ficou com vista pro Duomo! 🙂 Sim, a peste negra foi uma coisa horrível, devastou a Europa, é chocante pensar quanta gente morreu…não sei se eu iria pro Palio não, não tenho muito ânimo pra encarar uma multidão desse tipo!

  3. Fiquei no Hotel Duomo (http://www.hotelduomo.it). Ele é mais antigão, mas é limpo e com um staff pra lá de educado. O Café da manhã era ok e tinha garagem própria.
    O atrativo realmente é a vista pro Duomo. No quarto que a gente ficou, haviam ilustrações que alguns (talentosos) hóspedes fizeram quando estiveram por lá.

    beeijos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui