Paracas: praias, ilhas e dunas no litoral do Peru

4

Depois do dia bem corrido e cansativo em Lima, o primeiro da viagem, partimos no segundo dia, as 7 da manhã rumo a Paracas, cidade litorânea que é um importante destino turístico na costa sul do Peru, distante 4 horas de Lima.

A cidade, que faz parte da Península de Paracas, é um balneário de verão para as famílias de Lima, que lotam seus hotéis, resorts e condomínios principalmente nos finais de semana de calor. Fiquei hospedado no Aranwa Paracas Resort & Spa, considerado uma das melhores opções de hospedagem da região.

Outra característica de Paracas é a riqueza de sua vida marinha, preservada pela Reserva Nacional de Paracas, devido principalmente à abundância de plâncton, servindo de alimento para crustáceos, moluscos e peixes, que por sua vez alimentam muitas espécies de aves, pinguins e até lobos marinhos.

Almoço no hotel e visita à vila de Paracas

 Chegamos no hotel para o almoço e ficamos com a tarde livre até as 17h, horário marcado para o próximo compromisso, um passeio de buggy e sandboard pelas dunas do deserto de Paracas.

paracas_adv_01
Almoço no Aranwa Paracas Resort

De entrada, pedi um creme de batata doce, uma variedade que não existe no Brasil, que de tão laranja, mais parece uma cenoura. Para o prato principal, arroz de trigo e filé de peixe ao molho de alcaparras. Para finalizar, sorvete de quinoa com calda de chocolate. Tudo sensacional.

SEGURO VIAGEM COM 5% de desconto + 5% no boleto

Vai viajar? Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa e recomendado na maior parte das viagens para o exterior. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5 e ainda mais 5% se você pagar no boleto.

paracas_adv_02
Piscina do hotel e a praia ao fundo

paracas_adv_aranwa

Satisfeito e ainda com tempo livre antes do passeio de buggy, peguei a câmera e sai para andar na praia de Paracas, até chegar na região mais turística, onde estão os bares e restaurantes.

paracas_adv_praia

Viaje com internet no seu celular

Vai viajar para o exterior e quer manter seu número no whatsapp? Já chegue no seu destino com o celular funcionando. A EasySim4u oferece plano de dados ilimitados em 140 países, para que você fique conectado a internet. Utilize o cupom para ganhar frete grátis: APRENDIZDEVIAJANTE! Veja meu post: Chip EASYSIM4U: Como usar a Internet na Europa.

paracas_adv_03
Calçadão e restaurantes na orla de Paracas

A praia, tenho que admitir, não é das mais bonitas e fiquei decepcionado ao caminhar pelo calçadão. Apesar disso, existem muitos barzinhos bem simpáticos, que certamente promovem mais agito na alta temporada.

Buggy no Deserto de Paracas

paracas_adv_04

Fiquei bem animado com a ideia de um passeio de buggy nas areias do deserto, mas não imaginei que seria tanta diversão. O Adrenarena Park, distante 20km de Paracas, é um parque composto por dunas onde guias especializados dirigem seus buggys para divertir os turistas.

paracas_adv_05
Galera preparada para o passeio nas dunas

Óculos de proteção e cinto de segurança são obrigatórios, além de um buggy em formato de gaiola para garantir que nenhum acidente aconteça.

paracas_adv_06
Fim de tarde no deserto

Após cerca de 30 minutos rodando, subindo e descendo rampas, paramos no alto de uma das dunas para curtir o pôr-do-sol e praticar sandboard, um espécie de surf na areia.

paracas_adv_sol_deserto

paracas_adv_07
Lua, buggy e sandboard

Confesso que já estava extasiado com o cenário, brincando nas dunas e tirando fotos do entardecer. Para finalizar a tarde, mas ainda não o dia, a lua quase cheia apareceu no horizonte para iluminar ainda mais o passeio.

paracas_adv_08

paracas_adv_deserto

Entramos novamente nos buggys e seguimos para mais alguns minutos de passeio, antes de mais uma surpresa chegar.

Jantar tipo piquenique no deserto

paracas_adv_09
Piquenique no deserto

Já no escuro, seguimos até o local do piquenique, uma tenda montada no meio do Deserto de Paracas. Pista de dança, tapetes, puffs, mesas, banheiro e toda a estrutura necessária para uma verdadeira festa, que sinceramente em nada se parecia com uma simples refeição.

paracas_adv_10
Brochetas peruanas

Numa outra barraca, o chef preparava um típico churrasco peruano, com brochetas (espetinho de frango) e carne de porco. Enquanto esperávamos o jantar, uma mesa cheia de petiscos ajudava com a fome depois de um dia cheio de atividades e aventuras.

Excursão em lancha pelas Ilhas Ballestas

As Ilhas Ballestas é um conjunto de ilhas localizado no Oceano Pacífico, bem próximo à costa do Peru. Passeios de barco para conhecer as ilhas custam cerca de 40 soles por pessoa, com duas horas de duração. Essa foi a programação para o terceiro dia no Peru.

paracas_adv_11
O “Candelabro”

Nos primeiros 30 minutos, uma rápida parada para ver o “candelabro”, um geoglifo semelhante aos encontrados em Nasca. Ele é visível apenas através dos passeios de barco e seu significado e função são desconhecidos. Entre as teorias, dizem que é um farol para as pessoas que estão no mar. Por estar protegido do vento e numa região que chove muito pouco, permaneceu quase que inalterado ao longo dos anos.

paracas_adv_pinguins

Ao avistar as ilhas, é impressionante a quantidade de aves que habita seu território, são dezenas de milhares. Chegando mais perto, a beleza do lugar se mistura com o forte cheiro oriundo das fezes dos animais, que apesar de desagradável, trouxe riqueza para o país ao ser exportado.

paracas_12

paracas_adv_lobos_marinhos

paracas_adv_13

O material é vendido como adubo e foi coletado durante anos sem interrupção, literalmente limpando as ilhas. Hoje em dia, as coletas acontecem a cada 7 anos e servem apenas para uso interno.

Sobrevoo nas Linhas de Nasca

A recomendação era que todos ingeríssemos apenas comidas leves, devido ao balanço do barco e também por causa do forte cheiro. Voltei realmente com um pouco de náusea, mas o passeio mais “enjoado” ainda estava por vir.

paracas_adv_14
O “Beija-Flor”

Partimos então para o Aeroporto de Pisco, a 12km de Paracas, de onde saem os aviões que sobrevoam as famosas Linhas de Nasca, um conjunto de geoglifos considerados Patrimônio Mundial da Unesco desde 1994.

Os estudos indicam que as linhas foram criadas pela civilização de Nasca, entre os séculos V e VII d.c. São centenas de figuras, desde simples linhas retas, até desenhos de animais como aranhas, macacos, peixes, beija-flores e muitos outros. O passeio visita os 12 principais.

paracas_adv_15

Após o check-in, embarcamos num pequeno avião monomotor de 12 lugares. O início do voo foi tranquilo, aproximadamente 30 minutos até chegar nas Linhas. Foi quando entendi porque é recomendável ingerir alimentos leves, pois as curvas frequentes que o avião faz para todos verem as linhas, o enjoo é quase certo. Dos 10 passageiros, apenas 2 saíram ilesos.

paracas_adv_nasca

Mesmo assim, é uma experiência que vale a pena, tanto pela importância, quanto história envolvida por trás das Linhas de Nasca.

——-

A viagem foi um convite da CVC e PROMPERÚ , mas as opiniões aqui publicadas são de livre expressão do autor.


Vai Viajar?

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.


COMPARTILHAR
Artigo anterior12 lugares para conhecer em Portugal
Próximo artigoPraias na Flórida: Indian Rocks Beach
Guilherme Tetamanti Paulistano de 33 anos e muita história pra contar. Ele ama e odeia a selva de pedra, e por isso faz de tudo pra viajar. É empresário, administrador de empresas e criador de algumas lojas virtuais. Vendeu tudo em 2011 para realizar o sonho de fazer uma viagem de volta ao mundo e praticar fotografia, uma de suas paixões. Sempre fugiu das aulas de redação, mas a vontade de viajar, fazer novas amizades e compartilhar suas andanças, o motivaram a criar o Quero Viajar Mais .

4 COMENTÁRIOS

  1. Oi Guilherme, tudo bem? Muito legal seus relatos. Estou querendo fazer esses passeios da reserva de Paracas, ilha ballestas, deserto de Huacachina e linhas de Nazca. Vale a pena alugar carro para fazê-los? É possível fazer ilha ballestas, reserva e Huacachina no mesmo dia saindo de Lima? Onde vale a pena dormir para ir conhecer as linhas de Nazca no dia seguinte? Você pegou o vôo já em Nazca ou em Paracas?

    • Oi Pâmela, bem e por aí?

      Se você não alugar carro, será um tour completo já com transfer saindo de Lima.

      De Lima até Paracas, se me lembro bem, demora umas 3 horas. Não creio que você consiga fazer tudo no mesmo dia. Talvez se conseguir agendar tudo com antecedência, mas mesmo assim é arriscado, pois além de a estrada não ser boa, dependendo da época e finais de semana, muita gente sai de Lima em direção a Paracas.

      Eu fiquei no hotel Aranwa Paracas, não fica longe do aeroporto. Mas na mesma região existem desde hostels até resorts.

      Abraços

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui