Praga: seguindo os passos de Franz Kafka

22
fraz kafka praga

Uma das coisas que herdei do meu meu pai foi o gosto pela leitura, temos inclusive alguns escritores preferidos em comum. Franz Kafka, autor de obras primas como “O Processo” e “Metamorfose”, é um deles. Então, quando decidimos que visitaríamos Praga em nossas férias juntos, decidimos também que visitaríamos alguns lugares especiais, já que Kafka nasceu e viveu na cidade por bastante tempo.

Procurando por aí é fácil encontrar referências de lugares e inclusive roteiros 100% kafkianos, de lugares que ele frequentou a lugares que ele morou, mas a gente preferiu visitar menos locais, que não estivessem muito fora da parte turística – afinal, não havia tempo de sobra.

Eu nunca tinha feito isso antes, de visitar uma cidade e refazer os passos de alguém que admiro muito, então me surpreendi com o quanto fiquei emocionada em estar no café que ele esteve ou pisar na casa que ele morou. Se você já leu alguma obra do Kafka, sabe como seus relatos são verdadeiras imersões na existência da espécie humana, mexem com a gente por muito, muito tempo. Pelo menos comigo foi assim. Isso porque ainda não li nem um terço do que ele deixou de legado!

Foram esses os locais visitados:

  • Café Louvre – fundado em 1902, o Café Louvre era um ponto de encontro de Kafka e um círculo de amigos intelectuais. Claro que o espaço mudou muito de lá pra cá, mas mantém o ar glamuroso e intimista. Lá dentro tem bastante material sobre esses encontros, que aconteciam algumas vezes em salas privadas, mais ou menos entre 1905 e 1907.

café louvre Praga

café louvre Praga

café louvre Praga

café louvre Praga

café louvre Praga

Aproveitamos que fomos até lá e jantamos – fomos muito bem servidos, aconselho! Eles servem café da manhã, almoço e jantar, mas dá pra ir também só pra um café ou um drink.

café louvre Praga
Uma parte do menu da janta – o preço está em coroas tchecas, não se assuste! Divida por 10 pra saber o valor em R$ e por 30 para saber o valor em £ (aproximadamente)

 

café louvre Praga

café louvre Praga

café louvre Praga

***

  • Franz Kafka Bookstore – Eu e meu pai ficamos tanto tempo lá dentro e tão concentrados no conteúdo da loja que esquecemos de tirar foto. Juro. Segundo algumas informações que encontrei no TripAdvisor, essa livraria pertenceu ao pai de Franz Kafka, e hoje vende todos os seus livros, em vários idiomas (mas não tinha em português). Há também souvenirs e biografias, e o melhor de tudo: é vazio, apesar de ficar em um dos locais mais turísticos da cidade, a praça onde, entre outras atrações, fica o relógio astronômico: Staroměstské náměstí (a foto abaixo foi copiada do wikimedia, clique nela para ir até a página)

Franz Kafka Bookstore

***

  • Local de nascimento – A casa onde o escritor nasceu é fácil de encontrar, fica em uma localização privilegiada: entre a Staroměstské náměstí  e Josefov (bairro judeu), mais precisamente na esquina das ruas Maiselova e Kaprova. Hoje em dia a casa dá espaço a uma modesta exposição sobre a vida dele – pelo menos foi o que li, já que estivemos lá em um domingo e estava fechado. Há uma placa comemorativa com uma escultura do rosto de Kafka.

fraz kafka praga

fraz kafka praga

***

  • 22 Golden Lane – Acho que entre todos os pontos turísticos kafkianos, esse é o mais popular. E não é para menos, já que a casa que Kafka alugou de sua irmã entre 1916 e 1917 (e onde escreveu “A Country Doctor”) fica no complexo do Castelo de Praga.

A Golden Lane, aliás, é uma das atrações do Castelo de Praga e é preciso comprar ingresso pra andar nessa ruazinha tão atípica. Kafka morou no número 22, onde hoje funciona uma lojinha de livros e souvenirs.

franz kafka house golden lane

franz kafka house golden lane

***

  • Túmulo da família – Não me perguntem  o porquê. Não sei porque é interessante visitar o túmulo de alguém que admiramos, mas lá fomos nós. Essa “parada” foi a mais afastada de todas, e a única vez que usamos o metrô sem ser pra ir e vir do aeroporto.

franz kafka túmulo

Apesar de não ter morrido em Praga, o corpo do escritor (falecido em 1924 devido a tuberculose) foi levado pra lá e enterrado no New Jewish Cemetery (Nový židovský hřbitov), onde mais tarde foram enterrados também seus pais. Para chegar ao cemitério, pegue a linha A do metrô (verde) e desça na estação Želivského. Use a saída do meio (não tem erro) e você já estará na porta do cemitério. Há placas indicando onde fica o túmulo.

franz kafka túmulo

franz kafka túmulo

Quando chegamos lá percebemos que as pessoas deixam os bilhetes de metrô/trem, como uma espécie de homenagem. Algo do tipo “Kafka, vim até aqui te ver!”, e resolvemos deixar os nossos também. Outras pessoas deixam cartas, agradecimentos e tinha até um livro.

franz kafka túmulo

franz kafka túmulo

franz kafka túmulo

***

Como eu disse no início do post, há muitos outros lugares na cidade onde podemos seguir os passos de Kafka – certeza de que todos são muito especiais. Praga é linda, mas honestamente o nosso roteiro kafkiano pra mim foi a melhor coisa da viagem.


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$ 120,00 + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


22 COMENTÁRIOS

  1. Amei esse post!! Ja tinha vontade de fazer esse roteiro da primeira vez que fui a Praga mas o pessoal que estava comigo não topou, fui so na casa n. 22, agora to doida pra voltar la em janeiro e com certeza farei isso – menos o cemitério, turismo fúnebre não eh minha praia, hehe!

  2. Olá Helo. Sou amigo do teu pai. Ano que vem estou programando uma viagem passando por Praga. Com certeza este material vai ajudar muito. Já estive por lá mas foi uma passagem muito rápida. Ana, o turísmo fúnebre (que e também não curto), faz parte da cultura local. Normalmente os city tours passam por algum cemitério.

  3. Muito legal! Acho ótimo fazer esse tipo de roteiro. É uma forma de fugir do óbvio e, ao mesmo tempo, ver coisas que mexem com a gente, fazem nosso estilo. Em Madri nós fizemos um roteiro seguindo os passos de outro escritor: o Ernest Hemingway, que morou lá e amava a cidade. Foi ótimo!

  4. Excelente artigo tenho uma vontade muito grande de conhecer Praga. Espero que nesse ano de 2013 eu consiga realizar meu sonho e muito boas as suas dicas. Obrigada!!!!!!

  5. Adorei o post. Sou viciada em Kafka e em Praga. Já estive em Praga 3 vezes e este ano irei novamente. É o meu lugar encantado! Cada vez que vou descubro lugares novos e coisas novas a respeito da cidade e relacionadas com o meu tão querido FK. Para mim é a cidade mais linda do mundo. Vou ler os outros posts relacionados. Parabéns!

  6. Oi Helo, que post bacana, parabéns!!! Estive 2x em Praga, uma vez na primavera e outra no inverno e após ler seu post, me deu vontade de voltar e fazer esse seu roteiro, que não fiz. Fui começar a ler meu primeiro livro do Kafka após estas viagens. Te confesso que está sendo bem difícil, ainda não terminei. Estou lendo O Castelo e fico meio entediada, irritada em alguns momentos e largo o livro pra la, depois volto de novo…rs. Enfim, qdo estive em Praga no inverno, apesar de ter passado um frio danado (-10ºC) fiquei encantada com a cidade coberta de neve, que deixava td mais mágico. E as passagens foram bem mais baratas, estava morando na Holanda. Adoro suas postagens!!!

    • Castelo é minha obra preferida do kafka mas não é leitura fácil porque a principal característica é em referência ao tempo. Não há a sequência temporal nem espacial .pouco sabemos sobre o herói que inclusive se chama Sr k. Não sabemos se onde ele vem exatamente e talvez este herói seja um mentiroso e ele mesmo se pergunta na história Quem sou Eu?. É sobre um sentimento de “desalojamento”… tem um filme sobre o livro que você pode encontrar no YouTube que pode te dar um pouco mais de noção sobre enredo
      Fiz um trabalho apenas do primeiro capítulo
      A história é densa. Aconselho começar a ler kafka pelos contos como um artista da fome e a colônia penal e inclusive a metamorfose. Li que a
      Os contos dele eram lidos em voz alta nos bares e encontros e as senhoras desmaiavam ….não conheço praga mas será minha próxima viagem .Há alguma dica de excursão para pessoa sozinha? Beijo

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui