Rota da Baleia Franca em Santa Catarina

7
Foto: Julio Cesar Vicente

Esse roteiro de inverno de Santa Catarina não é muito conhecido, já que a cidade é famosa por suas praias incríveis no verão. A Rota da Baleia Franca foi novidade para mim do início ao fim, e uma das maiores emoções que já senti.

Minha paixão por animais falou bem alto quando topei conhecer esse roteiro, só não imaginava que seria tão maravilhoso aprender sobre um animal pelo qual nunca tinha me interessado antes!

“Caçar” essas baleias parecia ser uma tarefa fácil, mas não era. No primeiro dia nem chegamos a vê-las, por isso é importante que o seu tour seja com acompanhamento de um profissional, os guias da região já conhecem os locais que elas frequentam mais, e o melhor horário para ver as mesmas.

No dia em que chegamos, fomos direto para o centro histórico de Florianópolis conhecer um pouco da cultura da cidade que foi forjada pelos Açorianos de acordo com nosso guia.

Eles trouxeram inclusive a Renda de Bilro, que é tradição na cidade. Conhecemos Dona Clarinha, que faz renda até hoje, e explicou pra gente que na época em que os portugueses chegaram, a pesca e a renda andavam juntas, e com isso foi popularizado o ditado “Onde há rede, há renda.”

Dona Clarinha Rendeira

Nesse passeio conhecemos também o Mercado Público de Florianópolis, onde tem diversos restaurantes para experimentar a culinária local. A nossa escolha foi o Restaurante Colher de Pau, onde comemos a famosa Tainha (peixe da região)!

Mercado Público de Florianópolis

Final do dia nosso destino foi o Hotel Internacional Gravatal, onde fomos recebidos com uma degustação de cervejas artesanais, e conhecemos duas marcas locais, a Amante e a Cambirela. Sendo um hotel com águas termais, o relaxamento é certo não importa o quão cansado esteja, nade na piscina e sinta a diferença!

Laguna

A Prainha em Laguna foi nossa primeira parada em busca das baleias, mas quando chegamos elas já tinham ido embora! Mas não foi um passeio perdido, essa praia além de linda, é muito procurada por surfistas e banhistas! Tem um caminho que te leva até as pedras do mar para ver a praia de outro ângulo!

Prainha - Laguna / SC

Logo depois fomos conhecer um dos faróis mais potentes do Brasil, o Farol de Santa Marta. É possível entrar na reserva marinha, mas não é permitido subir até o farol! Nesse local podemos ver toda a praia, e se as baleias estivessem por lá, a visão seria incrível.

Farol de Santa Marta

Por último antes da pausa para o almoço, passamos para conhecer a Praia do Cardoso. Extensão de areia longa, com comunidade pesqueira do lado esquerdo, além de linda tem ondas ideais para surf.

Na parada para o almoço a escolha foi o Geraldo Restaurante, que de entrada experimentamos a casquinha de siri, e para o prato principal camarão com catupiry! Estava simplesmente delicioso, eu não sou muito fã de frutos do mar, mas comi com gosto!

Casquinha de Siri, Geraldo Restaurante. Laguna – SC
Camarão com Catupiry, Geraldo Restaurante. Laguna – SC

Também conhecida como Proto Cooperação, a Pesca Artesanal com ajuda dos Golfinhos é muito popular na região, e mesmo sendo uma relação do ser humano com um animal, não há nenhum sistema de recompensa, ou qualquer coisa do tipo que faça o golfinho ajudar.

Os botos não conseguem engolir peixes pela cauda e por isso ajudam os pescadores cercando o cardume e levando até eles, para que possam jogar a rede, fazendo com que alguns peixes se assustem e voltem em direção aos golfinhos que aproveitam a oportunidade para se alimentar.

Foto por: Julio Cesar Vicente

Depois de aproveitar o momento encantador da pesca, fomos para o centro histórico de Laguna, onde ouvimos sobre a história da cidade, e ficamos admirados com a força de Anita Garibaldi, que nasceu lá e fez história.

Anita teve uma vida bem difícil, se casou aos 14 anos com o sapateiro da cidade porque seu pai faleceu e a família foi tendo que vender seus bens pouco a pouco para se manter.

Três anos de casada depois, o marido foi para a guerra e foi dado como morto depois de desaparecer, logo Anita se tornou viúva, o que naquela época significava que ela não poderia mais se casar, mas ela conheceu Giuseppe Garibaldi que tinha 33 anos na época, e se apaixonou.

Depois de terem lutado juntos em algumas batalhas, os dois se mudaram para o Uruguai e finalmente se casaram e tiveram 3 filhos. Um tempo depois se mudaram para Itália, onde Anita morreu aos 28 anos de febre tifoide grávida do quinto filho, deixando Garibaldi que só aos 78 anos faleceu de causas naturais.

Museu Casa de Anita, Laguna – SC

Após essa dose de cultura, fomos para um passeio mais descontraído. Andamos pela praia do Frade de Buggy, com direito a muita emoção e rolou até um “banho” por conta das ondas com a galera que estava no outro buggy, que não foi nada intencional!

Passeio de Buggy e Kombaleia na Praia do Frade
Praia do Frade do alto!

Nesse passeio fomos também conhecer o Projeto Baleia Franca, onde ficamos sabendo de muitas curiosidades sobre as encantadoras baleias.

Elas tem esse nome por serem dóceis,  o que facilitou a caçada por muito tempo na região. O óleo que rendia 1.600 litros por baleia, era para fazer a argamassa usada em construções na época.

A lei de proibição da caça já existida desde 1934, e foi efetivada somente 50 anos depois. Desde então o Projeto Baleia Franca foi criado, junto com uma unidade de conservação federal para proteger e monitorar as mesmas.

As baleias aparecem nessa região entre julho e outubro porque as águas são mais quentes e a costa é rasa, o que dificulta a chegada de predadores naturais.

Cada baleia acasala de 3 em 3 anos porque sua gestação é longa, 12 meses, por isso essa espécie ainda está ameaçada de extinção.

As calosidades dessas criaturas majestosas é como uma impressão digital, elas são parecidas, porém cada uma tem uma configuração única.

Os filhotes já nascem com 4 ou 5 metro, e 5 toneladas.

Saímos de lá praticamente especialistas em Baleia Franca, saber mais sobre essa linda criatura é super interessante, principalmente por elas ainda terem muitos mistérios a serem desvendados!

Foto: Julio Cesar Vicente

Final do dia fomos para o Hotel Pousada da Lagoa, onde relaxamos para a próxima parada!

Fomos para o Restaurante Zanoni em Garopaba, onde estava rolando o Festival Gastronômico Rota da Baleia Franca que está acontecendo até o dia 8 de outubro de 2017, nos restaurantes participantes que você encontra nesse site, e os pratos da rota estão por 39,90 durante o festival, mas pode ser encontrado nos restaurantes durante o ano todo.

Garopaba e Imbituba

Depois de um café da manhã reforçado fomos para a Praia do Luz, onde fica Barra de Ibiraquera e a Ilha do Batuta! Lá foi onde fizemos nosso primeiro avistamento de baleias, de longe, mas mesmo assim tão perto! Fiquei tão admirada e entretida, que não queria sair de lá tão cedo!

Vista para a Ilha do Batuta
Esguicho da Baleia, Praia do Luz

 

Quando forem nessa região não deixem de provar a Tainha e o suco de butiá no Restaurante do Zequinha que foi nossa pedida para o almoço, que além das delícias ainda tem vista para Barra do Ibiraquera.

Barra de Ibiraquera, com a Ilha do Batuta ao fundo.

Depois da barriga cheia, fomos conhecer a Associação Comunitária Rural de Imbituba (Acordi), onde ficamos sabendo um pouquinho sobre o plantio de mandioca e de butiá, que trás renda para cerca de mil famílias de vários bairros ao redor desse local. Com o tipo de butiá encontrado nessa região eles fazem além do suco que é uma delícia, o bolo, pão, cachaça e até cerveja!

Lá nós vimos como é a árvore de butiá, e tivemos a oportunidade até de plantar uma mudinha.

Mudinha de Butiá

Depois que conhecemos a Acordi, fomos embora. No caminho o motorista do ônibus que estava nos levando avistou baleias na Praia da Ribanceira, e é sempre uma prazer revê-las.

Foto: Julio Cesar Vicente

Depois de mais uma dose de muita emoção, fomos para a Pousada Mevlana Garden assistir o pôr do sol. Nesse dia fiquei hospedada ali, e a noite no jantar, comemos a famosa e deliciosa Pizza Mística servida lá. De manhã bem cedo participei da aula de yoga que eles oferecem para hóspedes todos os dias as 7:30 da manhã, já sai de lá leve e pronta para mais uma jornada atrás das baleias.

Fomos primeiro conhecer o Centro de Garopaba, que tem uma história muito intensa com as Baleias, e nesse local ainda vivem pescadores que participaram da caça das mesmas.

Nosso almoço nesse dia foi no Restaurante Ygarapaba, onde tem a torta de banana flambada na cachaça de butiá que é de comer rezando!

Logo depois fomos conhecer a fabrica da Mormaii, onde tivemos o prazer de saber do Dr. Morongo como ele iniciou todo esse legado das roupas de borracha.

Fomos avisados que tinham baleias ali perto, na praia da Ferrugem e saímos correndo da fábrica para vê-las. Chegando lá elas já estavam nos esperando, e esse foi o dia que estivemos mais perto, não consegui segurar e chorei de emoção.

São seres inocentes diante de toda maldade humana, são animais incríveis em todo o seu aspecto. São gigantescos e mesmo assim nadam em volta de surfistas sem nem derrubá-los.

Praia da Ferrugem – SC
Cabeça da Baleia Franca

Lá ainda visitamos a comunidade pesqueira, onde as famílias passam de geração em geração a pesca e a importância do cuidado com o meio ambiente.

Saímos de lá e fomos para a Pousada da Praia que fica bem em frente a praia do Centro de Garopaba, onde fiquei hospedada.

Para fechar a noite o jantar foi no Parador Garopaba, que tem um delicioso Linguado a Brasileira.

Praia do Centro de Garopaba

No dia seguinte de manhã conhecemos o Eco Garopaba, onde são feitas pranchas de surf de garrafa pet, incentivando a reciclagem e a inclusão social com o esporte.

Nossa escolha para o almoço foi o Restaurante Casarão, que fica na Praia do Rosa. E fiquei hospedada na Hospedaria das Brisas, que tem um restaurante integrado aberto ao público chamado Refúgio do Pescador, onde o prato da casa é o delicioso Risoto Cremoso de Camarão.

Pra fechar a viagem curtimos a noite no Beleza Pura, aproveitamos a noite e demos até breve a esse destino todo especial!

Essa viagem foi organizada pela Casa Verde Experiências Turísticas em parceria com o Sebrae. Eles montaram todo o nosso roteiro, e é possível contratá-los para planejar sua viagem do início ao fim, ou só para os passeios de avistamento de baleias. Super recomendo, não só pela experiência deles no ramo, mas também pelo atendimento super especial que eles oferecem!

E aí, já planejou sua viagem para ver as Baleias Francas? Ou se já teve essa experiência, conta pra gente nos comentários!


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$90,00) + frete grátis + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


7 COMENTÁRIOS

  1. A visão da Tete sobre a Rota da Baleia Franca é simplesmente é maravilhosa. Traduz todos os detalhes das experiências únicas que vivemos nesta rota de Santa Catarina. Parabéns ao Aprendiz de Viajante!

  2. Tentei contato com a Casa Verde mas nao consegui, o telefone deu como inexistente, pesquisei o endereço mas tambem nao é mais la, pesquisei no cadastur mas nao consta nada, nao existe cadastro como agencia, cnpj, absolutamente nada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui