Roteiro de 5 dias em Genebra

2

Genebra é uma cidade fascinante na Suíça e reconhecida pela sua beleza e qualidade de vida. Sede de centenas de organizações internacionais, a cidade tem uma infinidade de atividades que podem mudar de acordo com a época do ano.

Aqui contarei como foi o meu roteiro de 5 dias pela cidade na época da primavera/verão.

Dia 1 em Genebra

Chegar em Genebra é muito fácil. A cidade é muito bem conectada tanto de avião quanto de trem. Do Brasil é preciso fazer escala em uma cidade européia antes de chegar a Genebra e as possibilidades mudam de acordo com a companhia aérea escolhida. Ao chegar no aeroporto, é possível retirar no saguão onde chegam as bagagens, um ticket gratuito de transporte pra ir do aeroporto até a cidade, válido por 80 minutos. Esse ticket serve tanto pro ônibus quanto pro trem e a melhor parte: em apenas 6 minutinhos já chegamos na cidade.

Nos hospedamos no Rotary Geneva MGallery by Sofitel que fica muito bem localizado no centro, próximo ao Lake Geneva e perto de todo o burburinho central do business district. O hotel foi completamente renovado em 2015 e os quartos são aconchegantes e tem decoração moderna.

Viaje com internet no seu celular 100% do tempo

Vai viajar para o exterior e quer manter seu número no whatsapp? Já chegue no seu destino com o celular funcionando. A EasySim4u oferece plano de dados ilimitados em 210 países, para que você fique conectado a internet. E o novo chip 4G Europa garante velocidade e tem ligações para o Brasil! Utilize o cupom para ganhar 10% de desconto aprendiz!

Veja meu post: Chip EASYSIM4U: Como usar a Internet na Europa.

Na hora do checkin recebi o Geneva Transport Card. Com ele dá para usar os ônibus, tram e barco-táxi (mouettes) que atravessam o Lago Genebra gratuitamente. Além de facilitar a vida durante a viagem, é uma baita economia.

Como chegamos quase na hora do almoço, aproveitamos para almoçar no hotel mesmo, no delicioso restaurante L’Artisan. Os pratos são verdadeiras obras de arte e durante o almoço acontece uma promoção de Menu da casa com entrada, prato principal e sobremesa por um preço fixo e também um prato do dia que custa a partir de 27 francos suíços.

Para aproveitar bem o dia, começamos fazendo um tour guiado pela cidade. Andar pela cidade é pra mim um ótimo jeito de conhecer mais da cidade e também de minimizar o jet lag no primeiro dia se eu tiver vindo de outro lugar fora da Europa e o fuso for muito diferente. Saímos do nosso hotel em direção ao Lake Geneva e passamos pela Mont Blanc Bridge, que é a ponta com as bandeiras da Suíça e de Genebra. O lago é a casa de centenas de cisnes que tornam a paisagem ainda mais linda.

SEGURO VIAGEM COM 5% de desconto + 5% no boleto

Vai viajar? Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa e recomendado na maior parte das viagens para o exterior. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5 e ainda mais 5% se você pagar no boleto.

A cidade se divide em duas partes com o lago entre elas e para passar de uma parte para outra é possível atravessar as pontes ou usar os mouette, barco-táxi amarelo que atravessa de um lado para o outro. O passeio público que vai margeando o lago é de uma beleza ímpar com seus parques e áreas verdes, esculturas e quiosques de comidinhas.

Embarcamos do lado direito, no Mouette da linha M2 que leva até Eaux-Vives e fizemos a travessia do lago em um dia lindo e ensolarado e já vimos a atração turística mais fotografada da cidade: O Jet D’eu – Jato de água.

Passeamos pelo Jardim Inglês onde vimos o Relógio de Flores e seguimos pela margem esquerda do lago até chegarmos a Rue du Rhone, muita conhecida por ser a rua das lojas mais badaladas de Genebra.

Na esquina dessa rua com a Place du Lac está a Torre de Molard, que foi a porta de entrada da cidade e hoje é um dos atrativos dessa praça cheia de restaurantes e lojinhas.

Seguimos para as escadarias que levam para a cidade antiga de Genebra e andamos pelas ruelas históricas cheias de lojinhas e segredos. Nosso destino era a Catedral de St Peter, que com mais de 850 anos é a principal igreja protestante da cidade. A entrada na igreja é gratuita e seu interior é lindíssimo, mas para quem quiser subir até o topo das torres, o ingresso custa 5 francos suíços para adultos e 2 francos suiços para crianças de até 16 anos.

Geneva Pass – Se você comprou o Geneva Pass, a entrada na catedral está incluída. Esse passe tem mais de 50 atrações e 30 delas são gratuitas(as outras tem desconto). É possível comprar o passe de 24 horas que custa 26 francos suíços, 48 horas que custa 37 francos suíços e 72 horas que custam 45 francos suíços.

A vista das torres da Catedral é uma das mais incríveis de Genebra e para subir as das duas torres, Norte e Sul, é preciso ter disposição porque são 157 degraus e alguns deles bem apertadinhos, mas a vista compensa. Se der preguiça ou cansaço de subir as duas, prefira a torre sul que tem vistas maravilhosas da cidade toda de vários ângulos. Se possível, faça a visita em um dia ensolarado.

Seguimos pela cidade antiga, admirando as construções, os cafés em becos apertadinhos e todo o charme do City Hall que também pode ser visitado. De lá é possível ir andando até o Bastions Park que é uma área bem arborizada. Saindo do parque vemos mais uma torre, essa chamada de Old Island Tower.

Nosso primeiro dia na cidade foi excelente e voltamos ao hotel para tomar um banho e nos preparar para o jantar. O restaurante dessa primeira noite foi o Chez Philippe que fica em uma pequena galeria na Rue du Rhône. Eu amo carne e o restaurante é uma Steak House no estilo Novaiorquino do Chef Philippe Chevrier. Nosso garçon era um suíço que morou no Brasil por quase cinco anos, então foi muito interessante bater um papo com ele entre pedidos e ser atendida em Português! São dois andares com decoração moderna e eu pedi um Filé com fritas que estava delicioso e no ponto acompanhado de um vinho tinto.

Voltar caminhando do restaurante para o hotel com as luzes da cidade ainda acendendo, já que na primavera/verão os dias são longos, foi especial para terminar esse primeiro dia incrível na cidade.

Dia 2 em Genebra

Para o segundo dia em Genebra, comecei com um café da manhã delicioso no hotel Rotary. Nesse dia precisei colocar o passaporte na bolsa, já que íamos nos aventurar na fronteira entre Suiça e França. E isso é uma das coisas mais legais de estar em Genebra, há vários passeios super bacanas pra fazer em cidades próximas que ficam na França.

Pegamos um ônibus bem pertinho do hotel para ir até a fronteira em Veyrier, pois nosso destino da manhã era o Mont-Salève. O teleférico leva até o topo da montanha em pouco mais de cinco minutos.

A vista do alto do Mont Salève é de tirar o fôlego e dá pra ver Genebra e também o Mont Blanc de lá. Para quem curte aventura, essa visita pode durar o dia inteiro. No Mont-Salève é possível fazer caminhadas em trilhas para todos os níveis, mountain biking e voos de parapente para todos os níveis. No inverno há ainda a opção de fazer ski cross-country.

Nós fizemos uma caminhada curta para ver o Mont Blanc e assistir os parapentes que coloriam o céu.

No alto do Mont-Salève fica o restaurante Le Panoramique, com uma vista incrível tanto dentro como fora do restaurante. O cardápio é bem variado e tem pratos a partir de 11 euros. Uma excelente opção para passar meio dia em Genebra.

Depois da caminhada pelo Salève, eu fui visitar o Bain Bleu Hammam & Spa. Sim, Genebra é conhecido pelos seus spas e eu não podia deixar de visitar um deles! O lugar é incrível e há várias piscinas aquecidas internas e externas com diversos tratamentos e uma vista incrível do Lake Geneva. A estrela desse spa é o Hamman com diversas salas e saunas. Foi uma tarde super relaxante.

Para o jantar do nosso segundo dia, começamos com uma aulinha de fondue com o chef J Liefooghe em um dos mais tradicionais restaurantes suíços, o Edelweiss.

Depois de fazer nosso fondue de queijo e comer(yey!), descemos para o salão principal para provar outros tipos de fondue e escutar um pouco de música tradicional Suíça com uma banda folk divertidíssima que toca vários instrumentos, incluindo alguns bem inusitados.

Uma noite super animada para fechar o nosso segundo dia em Genebra.

Dia 3 em Genebra

Para o nosso terceiro dia na cidade fomos descobrir o Carouge que todas as quartas e sábados tem um mercado local super animado. O bairro tem uma vibe artsy e possui diversos cantinhos escondidos, lojas de artesanato e jardins belíssimos com estilo mediterrâneo. Uma instalação de guarda-chuvas coloridos é o lugar perfeito para fotos no Carouge.

Ali mesmo no bairro fomos visitar a loja do chocolatier Philippe Pascoët onde fizemos um workshop de chocolate para aprender um pouco mais dos processos do cacau até o chocolate e fizemos uma escultura para levar pra casa. Aproveitamos para fazer umas comprinhas de deliciosas Trufas e pralines com recheios deliciosos (meu favorito, o de maracujá – passion fruit).

O almoço do nosso terceiro dia foi especial, já que fizemos o cruzeiro que faz o passeio pelo Lake Geneva e sai do Jardim Inglês. O “Savoie” é um barco histórico à vapor que mantém algumas de suas características originais. O passeio dura cerca de duas horas e é uma excelente oportunidade de ver o Jet D’Eau de um ângulo diferente. O roteiro passa por vários vilarejos da Suíça e França enquanto é servido um delicioso almoço.

Minha tarde foi explorando a Rue du Rhône & Rues Basses que é o paraíso das comprinhas. Lá eu conheci a Bongénie, uma loja de departamentos como nenhuma outra. Além de marcas de designers famosos e marcas locais, há espaços diferentes como restaurantes, bares e até um salão de beleza. Eu aproveitei o Nail Bar, para dar uma embelezada nas unhas, antes dos drinks e jantar da noite. Lá também fica a loja de chocolates Spriingli e eu me deliciei nos chocolates!

A cidade tem alguns rooftops muito interessantes e principalmente no verão quando os dias são longos, é uma delícia parar para drinks antes do jantar. Vários deles tem vista para o Lake Geneva e o nosso escolhido da noite foi o Rooftop 42.

Eu estava super empolgada para o nosso jantar da noite, no Le Flacon que possui uma estrela Michelin e fica no bairro do Carouge.

Sentamos no balcão onde podemos assistir toda a movimentação da cozinha e do talentoso chef Yoann Caloué.

Foi uma noite memorável com o melhor cordeiro que já comi na vida.

Dia 4 em Genebra

Depois de tanta coisa interessante que já fizemos você pode estar se perguntando.. o que ainda tem pra fazer em Genebra? Te respondo! Muita coisa!!! No nosso quarto dia na cidade resolvemos visitar alguns dos museus mais interessantes da cidade.

Começamos com um tour pela ONU no International District, que eu tenho uma ligação forte já que trabalhei em um projeto com eles em Washington DC.

O tour custa 15 francos suiços e não está incluído no Geneva Pass, mas vale muito a pena. O tour te leva a alguns dos salões mais populares do prédio e é salpicado por muitas histórias interessantes.

De lá atravessamos a rua e fomos visitar o Museu da Cruz Vermelha e esse está sim incluído no Geneva Pass. Eu não tinha idéia de como ele seria, mas preciso dizer que as exibições são tão interessantes que o museu entrou na lista de um dos meus favoritos no mundo.

A terceira parada do dia foi no Patek Philippe Museum, sim, um museu da famosa relojoaria que tem em exibição relógios de mais de cinco séculos. São vários andares contando a história e mostrando coleções de relógios.

A nossa noite foi um pouco diferente, passeando pelas galerias de arte de Eaux-Vives que estava nessa noite específica tendo um evento chamado UNSOIR onde as lojas e galerias estavam com suas portas abertas com a presença de vários artistas.

Na nossa primeira parada a gente já encontrou peças de um artista brasileiro. Aproveitamos que estávamos na região para jantar por lá no Kasbar que fica ao lado do Inda-Bar que era nossa idéia original para o jantar.

Dia 5 em Genebra

No meu último dia em Genebra eu fui visitar a CERN, o maior laboratório de física de partículas do mundo, localizado em Meyrin, na fronteira França-Suíça. Para chegar até lá, basta pegar um tram que leva cerca de 45 minutos de viagem e dá pra usar o Geneva Transport Card.

Na volta eu passei no Carouge para ver se finalmente os guarda chuvas estavam abertos, mas ainda não! O dia estava lindo então rendeu boas fotos.

Voltei para a área do lago e aproveitei o dia lindo para comprar comidinhas no food truck em Bel Air e sentar na beira do lago para almoçar junto com os locais. O Truck F. é um food truck especializado em Bagels e é a filial de um restaurante no Lake Leman/ Geneva, o Le Floris. Comi um delicioso Bagel de Salmão.

Para finalizar minha viagem em Genebra, fui caminhando pelo passeio público do lado esquerdo e vendo todos os food trucks pelo caminho até chegar no Jet D’eau.

Nada melhor para terminar uma viagem maravilhosa por Genebra.

E você? Já foi a Genebra? O que você mais curtiu?

Essa viagem foi realizada a convite da Geneva Tourism. Visite a página do FB da Geneva Tourism para ficar por dentro das novidades.


Vai Viajar? Mais dicas para programar a sua viagem



Já escolheu onde ficar? Pesquise o seu hotel no Booking com cancelamento gratuito. Veja aqui nossas dicas de hospedagem e reviews de hotéis que já nos hospedamos

Viaje com internet ilimitada. Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular e receba 10% de desconto com nosso link exclusivo. Com ele você poderá utilizar seus aplicativos e mídias sociais, usar como GPS, fazer ligações por whatsapp e skype.

seguroNão esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Alugue um carro no exterior na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um desconto de 5% no boleto bancário.

Economize até 50% em preços combinados para entrar em atrações imperdíveis! Compre agora no CityPASS.com!

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui