Suíça: Roteiro de Uma Semana

A Suíça apesar de ser um país relativamente pequeno, tem muito pra se ver e fazer. O ideal é se concentrar em uma região e explorar aquela área. Mas antes de começar a ler o roteiro, dê uma olhadinha nos posts de introdução que eu fiz: 10 Dicas para quem vai para a Suíça pela 1a vez e 25 Coisas que eu amei na Suíça. Leu? Então agora você está pronto para ver este post sobre o roteiro de uma semana.  Aqui estão em resumo as atividades que eu fiz, onde eu comi e onde me hospedei. Não me aprofundarei em nada aqui, pois os tópicos ganharão posts separados. Eu explorei a região que faz fronteira com a Alemanha e França – e minha base nessa região foi a Basiléia e depois fui para Lucerna e finalizei a viagem com uma visita a Zurique. Suíça tem muito mais que isso e no final você poderá ver os links para a hashtag do projeto para ver blogs que exploraram outras regiões na mesma época que eu.
Vamos ao roteiro?

Dia 1 – Chegada a Zurique e Basiléia

A Chegada em Zurique com a SWISS num voo que veio de Nova York, mas a SWISS também voa de São Paulo e inclusive tem tido várias promoções super bacanas pra Europa. Na nossa chegada fizemos um brunch no lounge da SWISS no aeroporto.

Trem de Zurique para Basiléia com SWISS Pass (Passe de 8 dias) da Swiss Travel System – em apenas 1 horinha de Zurique eu já estava no meu hotel, que ficava bem próximo à estação de trem. Peguei um ônibus e apresentei meu Swiss Pass que dá direito a transporte público nas cidades da Suíça.

Hotel The Passage

O hotel é bem novo e moderninho e a localização é excelente. Dá pra ir a pé pra várias atrações turísticas e tem um café da manhã delicioso.

Viaje com internet no seu celular

Vai viajar para o exterior e quer manter seu número no whatsapp? Já chegue no seu destino com o celular funcionando. A EasySim4u oferece plano de dados ilimitados em 210 países, para que você fique conectado a internet. E o novo chip 4G Europa garante velocidade e tem ligações para o Brasil! Utilize o cupom para ganhar frete grátis: APRENDIZDEVIAJANTE! Veja meu post: Chip EASYSIM4U: Como usar a Internet na Europa.

Endereço: Steinengraben 51 – CH-4051 Basel
Website:http://www.thepassage.ch
Reserve no Booking.com o Hotel The Passsage

Jantar no Restaurant Atelier

Esse restaurante fica dentro de um hotel super tradicional e tem vários pratos da cozinha internacional mas com ingredientes suícos. Adorei a sobremesa que vinha com uma “provinha” de cada um do cardapio.

SEGURO VIAGEM COM 5% de desconto + 5% no boleto

Vai viajar? Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa e recomendado na maior parte das viagens para o exterior. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5 e ainda mais 5% se você pagar no boleto.

Screen Shot 2014-09-30 at 7.44.21 PM
Screen Shot 2014-09-30 at 7.54.01 PM

Endereço: Leonhardsgraben 49 -CH-4051 Basel
Website:   www.teufelhof.com

Dia 2 – Basiléia

No segundo dia fiz um tour pela cidade da Basiléia com a guia brasileira Nicole Delarue que pode ser contactada através do escritório de turismo da Basiléia (instagram @nicoledelarue ). O dia estava lindo e perfeito pra andar pela cidade.  Alguns dos pontos turísticos que passamos:  Old town e a Catedral. Subimos na Catedral e apesar das centenas de degraus, a vista vale a pena: um visual lindo da cidade!

Screen Shot 2014-09-30 at 7.54.33 PM

Nossa próxima parada foi o Museu do papel, onde aprendi a fazer um papel artesanal (e trouxe de souvenir pra casa).

Almoço no Albergue – Youth hostel Basel (St. Alban-Kirchrain 10 CH-4052 Basel) que é um lugar moderninho, interessante e diferente, misturando diferentes tipos de construção.

A tarde eu tinha planejado ver o pessoal nadando no rio Reno e ver se eu tinha coragem de entrar no rio, mas como tinha chovido muito nos dias anteriores, a corrente estava fortíssima, então deixei pra uma próxima visita. Mas foi legal ver como é a cultura das casas de banho ao longo do rio. As pessoas aqui usam uma Wickelfisch que é uma bolsinha impermeável onde se guardam as roupas para nadar pelo rio.

nadarnorioreno

O finzinho da tarde foi no Tinguely Museum (Paul Sacher-Anlage 2, Basel), do Jean Tinguely que foi parceiro da Nikki de Saint-Phalle no projeto da fonte Stranvinsky que fica no Centre Pompidou em Paris. O museu é diferente e interativo onde as peças tem movimento. Morri de vontade de trazer o Dylan aqui

Voltei pro hotel pra me preparar para o jantar e fui ver o por do sol no rio Reno.

Jantar na Brasserie do Hotel Le Trois Rois
Endereço: Blumenrain 8 CH-4051 Basel
Website: http://www.lestroisrois.com

Screen Shot 2014-09-30 at 7.54.55 PM
Screen Shot 2014-09-30 at 7.45.07 PM

Fechei o segundo dia com um show de música no rio Reno, do ladinho do hotel onde jantei. Durante o verão acontecem vários shows na cidade. Esse foi numa balsa dentro do Rio e os espectadores ficam nas escadarias na margem do rio Reno.

Dia 3 – Basiléia e arredores

O terceiro dia começou com chuva e a melhor parte é que minha programação incluia visitas aos museus da cidade, então a maior parte do dia seria em lugares fechados. Comecei pelo Museu de arte Kunstmuseum Basel (St. Alban-Graben 16 CH-4010 Basel) que tem uma coleção incrível de obras de arte de Vicent van Gogh, Gauguin e Cézanne e vários obras de cubismo do século 20 de Picasso, Braque e Léger. O museu não pode ser fotografado, mas vale a pena! Almoçamos no bistrô do próprio museu.
Screen Shot 2014-09-30 at 7.45.22 PM

De lá a próxima parada foi a Fundação Beyeler que fica na fronteira com a Alemanha. De dentro do museu dava pra ver a Alemanha do outro lado, incrível. O museu estava com uma exposição linda do Gerhard Richter.

Screen Shot 2014-09-30 at 7.54.17 PM

Voltamos para a cidade velha a tempo de pegar a lojinha de doces do Museu de brinquedos aberta (mas o museu já estava fechado). Dividi duas tortas com a Nicole, a guia de basiléia.

Jantar no Restaurant Schlüsselzunft

Este restaurante fica bem no meio da rua das compras em Basel. Há opção de comer no bistrô que é mais barato e casual ou no restaurante principal(que foi o meu escolhido).
Endereço: Freie Strasse 25 CH-4001 Basel
Website: www.schluesselzunft.ch

Não deixe visitar a loja e provar o biscoito da tradição local: Läckerli Huus (Gerbergasse 57, 4001 Basel)

Dia 4 – Lucerna

Meu quarto dia na Suíça foi bem intenso e começou bem cedo com um trem da Basiléia para Lucerna. Uma horinha de viagem e lá estava eu as 10 da manhã na belíssima cidade que ouvi tanto falar! Deixei as malas no hotel ao lado da estação e fui fazer um tour a pé de duas horas na cidade com a minha xará Claudia que é brasileiríssima e guia de turismo na cidade.

Saímos da estação de trem, passamos pela igreja de São Francisco, a ponte da capela, por old town e suas casinhas com desenhos que se referem a profissão do morador e terminamos nela novamente, tirando muitas fotos.

lucernaponte

Duas horas que passaram voando, recheadas de história até voltarmos para o porto em frente a estação de trem de onde eu pegaria um barco para almoçar no lago. São vários barcos diferentes e o nosso era o Schifffahrtsgesellschaft des Vierwaldstättersees (Werftestrasse 56002 Luzern) e pode apostar que com esse nome eu não decorei, tive que copiar e colar pra ter certeza que não ia esquecer nenhuma letra e a tradução dele é literamlmente Companhia de Navegação do Lago Lucerna.

O almoço no barco foi daquelas coisas que eu sempre imaginei fazer na Suíça. Navegar pelos lagos com os alpes ao fundo e um copo de vinho na mão. O dia estava lindíssimo e perfeito para essa atividade.

barco

Depois do almoço no barco fui para o Museum Collection Rosengart(
Pilatusstrasse 10 6003 Luzern) para uma visita guiada com ninguém menos que Angela Rosengart a criadora do museu e personalidade da cidade. Angela teve seu retrato pintado várias vezes por Picasso, de quem ela e seu pai eram amigos pessoais. Nem preciso dizer que essa foi provavelmente a melhor parte dessa viagem não é mesmo? Se eu já estava encantada com o Lucerna, depois desse encontro então, fiquei ainda mais apaixonada.

Fiz checkin no hotel e fui me arrumar para o jantar no Restaurante Scala no hotel Art Dec Montana ( Adligenswilerstrasse 22 6002 Luzern) e tem uma vista lindíssima para Lucerna.

Dia 5 – Lucerna,  Engelberg e Monte Titlis

Quem pensa em Suíça pensa logo em neve não é mesmo? Mas eu fui no verão… e imagine que no meu 5o dia no país encontrei neve por lá! Saímos logo cedo de Lucerna para pegar o trem para Engelberg, um vilarejo fofíssimo que exploraremos na parte da tarde. De lá fomos direto para o Monte Titlis. O dia estava bem nublado e as notícias eram que teríamos neve no topo.

Titlis Rotair (Poststrasse 3 6391 Engelberg)

O monte TITLIS é uma estação de esqui no inverno mas tem também várias atividades durante o verão, já que lá tem neve o ano inteiro. Algumas das atividades: Glacier Cave que é uma caverna escavada dentro de um Glacier a mais de 3000 metros de altura. Quando chegamos lá em cima estava nevando… e misturada a neve que já estava no solo foi perfeita para brincar. Se você não levou roupas ou sapatos adequados não tem problema… na lojinha onde tiram fotos de roupas típicas também alugam casacos e botas.

Paramentados, estavamos pronto pra fazer a Cliff Walk, uma ponte suspensa a mais de 3000 metros de altitude com uma caída de mais de 500 metros por 150 passos. Outra coisa bacana por lá também o Ice Flyer ride que te leva bem perto do topo.Almoçamos com uma vista panorâmica bem bacana.

Screen Shot 2014-09-30 at 8.19.21 PM

Depois de toda a diversão na neve no TITLIS, voltamos pra Engelberg para fazer uma visita guiada ao Monastério.

Screen Shot 2014-09-30 at 8.19.06 PM

Ele é lindíssimo, tem jardins muito bem cuidados pelos monges e a vista de glaciares que pertencem ao monastério e garantem a água fresca. Na igreja do monastério fica um órgão que é considerado o maior da Suíça e um dos maiores do mundo.

Saindo dessa visita ao monastério e a igreja fomos para a fábrica de queijos que fica do lado em uma lojinha cheia de delícias. Nós tivemos uma aula com o proprietário para aprender a fazer o queijo em formato de sino, simbolo do monastério e ver como funciona o processo do queijo em suas várias etapas. Voltamos então para Engelberg para passear um pouco mais pela cidade antes de pegar o trem de volta para Lucerna.

Screen Shot 2014-09-30 at 8.18.50 PM Screen Shot 2014-09-30 at 8.18.33 PM

 

Voltamos pra Lucerna no fim da tarde e fomos encontrar uns amigos blogueiros no Lion Monument que é um pontos turísticos mais visitados da cidade e de lá fomos tomar uma champagne(eu) e cerveja(eles) no Lounge Bar Suite.

leao

Fechamos a noite com um autêntico Foundue de Queijo na Foundue House em Lucerna.

Dia 6 – Lucerna e Monte Pilatus

No último dia em Lucerna eu fui explorar o Monte Pilatus que a gente vê da cidade de Lucerna. Pra chegar lá basta pegar um barco “Bahnhofquai” no pier 2 (se você tiver o Swiss Pass é só apresentar) que vai passando novamente pelas paisagens lindas dos Alpes e termina no Alpnachstad.

O Monte Pilatus(Schlossweg 1 6011 Kriens) tem o bondinho mais inclinado do mundo que leva até o cume do Pilatus que fica a 2132 metros acima do nível do mar. Pelo caminho a floresta de pinhos e animais podiam ser observados. De lá de cima dá pra ver 73 picos de montanhars diferentes que fazem parte dos Alpes Suiços).

Screen Shot 2014-09-30 at 8.19.45 PM

A descida fizemos por Kriens, nas gondolas que dão uma visão panorâmica da área. Muito legal passear pelas montanhas pendurados lá no alto 😉 Para voltar pro centro de Lucerna basta pegar o ônibus No. 1 e em apenas 15 minutos a gente está lá.

Da estação de trem em Lucerna peguei o ônibus No 6 (o 8 também servia) e fui para o Museu do Transporte / Verkehrshaus der Schweiz(Lidostrasse 5 6006 Luzern) que é a atração mais visitada de toda a Suíça. Deu pra entender rapidamente a razão, já que os vários prédios mostram o desenvolvimento dos meios transporte separados por Aviação, Carros, Trens, Barcos e etc.
Lá também participei da Chocolate Adventure, um passeio interativo pelo mundo do chocolate.

No parque em frente estava tendo também um festival – no verão há muitos shows e bandas pela cidade. Passei parte da tarde ali, vendo bandas alternativas de diversos generos pelos palcos. O visual do lago é bem bacana.

Meu último passeio na cidade foi para visitar o muro da cidade que tem alguns portões e fica no alto, com uma vista bem privilegiada da cidade. O jantar foi no restaurante Galerie do Hotel Schweizerhof Luzern.

Dia 7 – Zurique

Antes de ir embora de Lucerna eu aproveitei a manhã linda para fotografar ainda mais a cidade. Acho que tirei fotos de todos os angulos possiveis da ponte da capela.

Peguei o trem de Lucerna que em uma hora já estava em Zurique. Fiz Checkin no lindíssimo hotel Park Hyatt Zurich(Beethoven-Strasse 21 8002 Zürich) e fui dar uma voltinha pela cidade até dar a hora de almoçar

O almoço de fim de viagem reunia todos os blogueiros que participaram da #SWISSExperience no Restaurante Zeughauskeller (Bahnhofstrasse 28a 8001 Zürich). Esse é um dos mais antigos restaurantes de Zurique. Ele foi construído em 1487 e tem um menu com especialidades suíças num ambiente rústico. Foi uma ótima oportunidade de trocar experiências e comer comidinhas deliciosas!

Screen Shot 2014-09-30 at 7.55.15 PM

Depois do almoço fomos explorar um pouco a cidade. Começamos pela frente do lago que vira a praia dos Suícos num domingo de sol e depois fomos para o lado oeste de Zurique.
Lá vimos o Viadukt, instalações de arte, tomamos um drink com vista para Zurique no restaurante Clouds que fica na Prime Tower e terminamos o dia de volta ao lago fazendo um passeio para ver o pôr do sol.

Screen Shot 2014-09-30 at 7.55.42 PM

E depois de uma semana deliciosa, acabou a nossa viagem pela Suíça. Voltei no dia seguinte com a SWISS para Nova York, mas ficou aquele gostinho de quero mais!

Essa viagem faz parte do projeto #SWISSExperience idealizado pela SWISS International Airlines e Agência Pthax | MindGo com apoio do MySwitzerland. Todas as opiniões expressadas aqui são minhas.


Vai Viajar?

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular. Com ele você poderá utilizar seus aplicativos e mídias sociais, usar como GPS, fazer ligações por whatsapp e skype.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.


11 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns pelo Blog.

    Gostaria de saber qual foi o preço final do almoço no passeio de barco pelo lago Lucerna.

    O swiss pass deu algum desconto?

    Obrigado!!

  2. Por favor, tenho vontade de conhecer Portugal, mas para acontecer preciso me organizar financeiramente. Pode me ajudar com sua experiência, sobre custos total por 10 dias no período do verão lá. Fico muito agradecida.

    • Simara, a gente não tem como dar esse tipo de aconselhamento – cada viagem é uma viagem, depende muito do seu estilo, do que você gosta de fazer…. por exemplo, vc tem que decidir se vai querer gastar com alimentação: prefere restaurantes ou comeria sanduiche todo dia? Aí outra questão é: vc quer entrar em museus? quer fazer compras? ou seja, o orçamento tem que vir de vc! estipule um valor que vc está preparada pra gastar no total e entao procure adpatar seu roteiro!

  3. Oi!
    Irei para a Suíça no final do ano, na época do inverno (dezembro/janeiro) – ficarei 4 dias (contando que o 4º dia é o dia do retorno). Gostaria de conhecer Berna, Spiez, Interlaken e Zurique (o vôo sai de Zurique para o Brasil). Você tem dicas de passeios e onde ir (os principais pontos)? Estarei hospedada em Kandersteg.

    Obrigada!

    • 4 dias é bem apertado para conhecer 4 lugares diferentes. Só visitei Zurique, então não tenho dicas do que fazer nas outras cidades. Mas em Zurique tem muito o que fazer… como vai estar frio já descarto o lago, mas faça um passeio básico pelo centro de Zurique, que tem muitas atrações por lá. Eu adorei particularmente o Viadukt, mas é um pouco longe do centrão.

  4. Olá Claudia, adoramos seus relatos. Rumo à Suíça em setembro/2015. Você poderia nos informar o contato da Claudia (guia de Lucerna) ? Obrigado e um abraço!

  5. maravilho visitei lucerne me encantei fiz passeio de barco c muita neve ficou mais lindo ainda depois fomos de trem nos alpes foi de mais so conhecia por revistas nen acreditava quando estava passeandoo depois descemos de teleferico o que dizer e falar de um passeio magnifico ,hotel maravilhoso cafe melhor ainda chocolates sem esplicaçao de maravilhoso vou falar sempre de tao espetacular que foi .conheci zurique que e muito lindo voltarei sem duvida nenhuma neste encantador lugar,

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui