Transporte em Cinque Terre: a pé, de trem ou de barco?

7
transporte em Cinque Terre

Existem três meios principais de percorrer o caminho entre os cinco vilarejos que compõem Cinque Terre: a pé, trem ou barco. Cada um deles proporciona uma maneira diferente de explorar a região, e não há melhor ou pior. Mas há, sim, vantagens e desvantagens em cada um deles. Geralmente quem visita Cinque Terre tenta fazer de tudo um pouco, e foi o que nós fizemos.

Dependendo do tempo que você tiver, talvez seja melhor utilizar apenas trem ou barco, mas se você faz questão de um pouco de ‘aventura’ é bacana também incluir um trecho de caminhada. Abaixo eu tento esclarecer os pontos positivos e negativos de cada um, pra facilitar a vida de quem está planejando uma viagem para lá.

A pé:

Muita gente vai para Cinque Terre com o intuito de fazer as trilhas que conectam os cinco vilarejos. O problema, porém, é que no momento (julho/2014) boa parte dos trechos da trilha principal (incluindo a famosa Via dell’Amore que conecta Riomaggiore com Manarola) estão fechados devido a constantes deslizamentos (e possível ver os deslizamentos quando você faz o passeio de barco).  Quando eu estive lá, em maio de 2014, apenas o trecho que conecta Monterosso com Vernazza estava aberto – justamente a mais difícil.

transporte em Cinque Terre
Trilha entre Monterosso e Vernazza

O Seguro Viagem é Obrigatório na Europa

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Conversando com os locais, percebemos que eles não estão otimistas em relação a reabertura dos trechos fechados. E pelo que vimos, não há nenhum trabalho sendo feito no momento. A boa notícia, porém, é que existem trilhas alternativas que passam entre as montanhas, mais longas. A Natália Itabayana, do blog Destino Provence, esteve em Cinque Terre um pouco antes de nós e fez essas trilhas – ela conta tudo direitinho nesse post.

  • Vantagens: o visual durante a caminhada é muito bacana, e aos poucos ver a cidade chegando mais perto compensa todo o esforço
  • Desvantagens: o trecho aberto, entre Monterosso e Vernazza, é difícil. Tem muitas escadas, subidas e descidas. Quem não costuma se exercitar vai cansar rápido. Tambem não aconselho ir com crianças pequenas/bebês de colo. O tempo é outro fator que pode influenciar negativamente, já que a trilha fica escorregadia mesmo com chuva fraca.
  • Essenciais: água, muita água, tênis apropriados para caminhada, protetor solar, capa de chuva
  • Custo: é preciso comprar o Cinque Terre Card, que custa 6 euros por adulto (para um dia) e pode ser adquirido na trilha mesmo (tem uma guarita no caminho)
transporte em Cinque Terre
Uma das várias escadarias na trilha entre Monterosso e Vernazza
transporte em Cinque Terre
Chegando em Vernazza pela trilha

Trem:

Todos os cinco vilarejos tem uma estação de trem. Tirando Corniglia, as estações ficam bem perto do centrinho. Em Corniglia é preciso encarar uma escadaria ou então pegar um shuttle que te leva até lá em cima (Corniglia é a unica terre que não tem uma ‘beira mar’). Os trens entre as terres são constantes, e e possíóvel comprar o bilhete na hora, usando as máquinas (é preciso de paciência com elas…) ou encarando a fila do guichê.

Uma dica é comprar seu bilhete de volta (ou então para o próximo vilarejo a ser visitado), assim que você chega na estação. Por exemplo, se você pretende ir de Corniglia a Riomaggiore e depois de Riomaggiore a Manarola, compre o bilhete do trecho Riomaggiore-Manarola assim que chegar na primeira. Dê uma olhada na tabela de horários e vá passear tranquilo.

  • Vantagens: as viagens são rápidas e vários trens servem os cinco vilarejos. As estações de Corniglia e Manarola são sobre o mar, o visual é lindíssimo
  • Desvantagens: os trens não são pontuais. Não achei isso um grande problema – atrasam 5, 10 minutos no máximo, na maioria das vezes. Mas, a partir do momento que você aceita que os trens atrasam e não há nada que possa ser feito a não ser esperar, o stress vai embora
  • Essenciais: fique atento para não confundir as plataformas. Se você vai para o sul, de Monterosso a Riomaggiore, o trem é sentido La Spezia. Caso contrário, para o norte (saindo de Riomaggiore em direção a Monterosso), o trem é sentido Genova ou Milão. Sabendo onde você está, pra onde quer ir e se localizando no mapa, não tem erro. Atenção – muitos trens que passam por Monterosso não param nas outras terres. Portanto, não entre em qualquer trem. Escute as chamadas e veja o painel – fique tambem de olho nos outros turistas!
  • Custo: a tarifa mais barata que pagamos foi 2,10 euros por pessoa (uma perna). É possível comprar um tipo de passagem que dura o dia todo, e você pode pegar quantos trens quiser, custa aproximadamente 12 euros
transporte em Cinque Terre
A estação de trem em Manarola – alguém preocupado que o trem está atrasado?

Barco:

Não é o ano todo que o serviço de barco entre os vilarejos funciona. Geralmente começa a funcionar no início de abril e vai até o fim de outubro, portanto se você for na alta temporada (julho/agosto) certamente vai conseguir fazer o passeio. É importante falar que o barco funciona mais como um serviço de transporte, e não de lazer. Ou seja, não faz parada para nadar ou oferece programação especial. Existem outras empresas que fazem isso e podem ser contatadas quando você estiver em Cinque Terre, como o Angelo’s Boat Tour.

transporte em Cinque Terre
A parte de cima do barco é descoberta, excelente para fotografar

Pegar o barco é simples: basta ir até o píer de qualquer uma das terres (apenas Corniglia não é atendida por esse serviço, pois está no alto do penhasco) e comprar o ticket na hora mesmo. Você pode comprar apenas uma perna ou ida e volta, ou então comprar o ticket que te permite pegar o barco o dia inteiro. Atenção: fique de olho no horário, pois o barco não é tão frequente quanto o trem.

  • Vantagens: o passeio em si – ver as terres a partir do mar é sensacional. Você realmente sente-se em um cartão postal, essa perspectiva não dá pra ter fazendo caminhadas ou de trem, ou até mesmo andando pelas terres.
  • Desvantagens: o preço, praticamente o triplo da passagem de trem. E o fato de depender do clima – se o dia estiver fechado e o mar um pouco mais mexido, eles cancelam os serviços
  • Essenciais: como falei antes, fique de olho no horário caso você queira voltar de barco. Uma dica legal é sentar do lado esquerdo se você estiver indo de Monterosso a Riomaggiore e do lado direito se estiver fazendo o caminho contrário. Dessa forma, você vê melhor os vilarejos.
  • Custo: a passagem mais simples, uma perna para uma pessoa, custa 6.50 euros. Para um dia inteiro, custa entre 25 e 27 euros (dependendo do dia da semana)
transporte em Cinque Terre
Riomaggiore vista do barco

Veja aqui o post com o roteiro completo de sete dias em Cinque Terre, incluindo visitas a Portofino e Portovenere.


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$ 120,00 + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


7 COMENTÁRIOS

  1. O passeio de barco ficou pra uma visita futura – aliás, até hoje preciso fazer o passeio das calanques de barco, acho que mudar o ponto de vista da paisagem é muito interessante! Merci pela indicação 😉

  2. A trilha entre Monterosso e Vernazza realmente não é das mais fáceis, mas sem pressa e com muita água e sapatos adequados dá pra encarar. Quando estive lá, tinha um passe de trem que durava dois dias e dava acesso ilimitado ao trem e as trilhas.
    O passeio de barco ficou pra outra visita, mas Cinque Terre vale por qualquer meio de transporte. É lindo demais. Uma pena saber que ainda está sofrendo com os deslizamentos…

  3. Estivemos em Cinque Terre em outubro e só nos restou uma opção: trem. Os barcos não estavam fazendo o passeio pois o mar estava agitado e as trilhas a pé estavam fechadas por causa das chuvas fortes de setembro.
    Mas o trem foi uma ótima opção. Com 12 Euros por pessoa, tem incluso o trem durante o dia todo, nos dois sentidos, e a entrada no parque. Visitamos as 5 cidades em um ida apenas, mas foi o suficiente para me apaixonar.
    Recomendo a todos!

  4. Olá, Vou de viajem para Itália em finais de Maio e Cinque Terre está na minha lista de locais a visitar. Estou em duvida qual será a melhor forma para eu visitar estes vilarejos. Pondero a visita entre trem e barco. O barco dá uma vista lindíssima do mar para as vilas mas também quero explorar um pouco as mesmas a pé. O barco faz algum tipo de paragem que permita andar pelas vilas ?
    Muito obrigada pela partilha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui