10 coisas que eu mais gostei em Nantes

Quem já conhece esse blog deve ter percebido que a gente adora fazer listinhas das nossas atrações preferidas nas cidades que visitamos. E com Nantes não podia ser diferente! Aqui estão minhas 10 coisas favoritas da cidade, que espero que sejam um incentivo para você planejar uma ida pra lá. Afinal, em que outra cidade você vai andar em um elefante mecânico e conhecer um castelo em um mesmo dia?

Linha verde

O itinerário da linha verde (já escrevi detalhadamente sobre essa linha aqui!) é a melhor maneira de conhecer Nantes se você tem pouco tempo na cidade, se não conseguiu pesquisar muito antes da viagem ou se simplesmente quer caminhar sem se preocupar se vai ver as atrações importantes e não quer ficar olhando o mapa toda hora. Eu achei essa ideia tão boa, que não sei como nenhuma outra cidade ainda não fez algo parecido. Cidades grandes, como Londres e Paris, poderiam até ter itinerários por bairro. Nantes mandou muito bem com a linha verde!

nantes (1)

Le Grand Éléphant

Definitivamente a minha atração preferida de Nantes! O Grande Elefante faz parte do projeto Les Machines de L’Île, e como o nome diz é um grande elefante mecânico que percorre a Île de Nantes (uma ilha no Rio Loire, no centro da cidade). E o mais legal é que podemos ‘subir’ nele e fazer um passeio de 45 minutos – eles faz 3 percursos diferentes, conectando a Galerie des Machines com o Carousel des Mondes Marines (ambos também fazem parte do Les Machines d L’Île). O que mais me chamou atenção foi a perfeição dos detalhes: a tromba que solta água, os olhos, as orelhas. O elefante existe desde 2007, e todo esse projeto faz parte da revitalização da Île de Nantes. O ingresso para fazer o passeio no elefante custa 8.50 euros. Mais informações no site (você também pode comprar o ingresso com antecedência).

nantes-2

nantes-3

Trentemoult

Esse bairro não está no itinerário da linha verde, mas se você tiver algumas horas sobrando, vale a pena incluir a visita no roteiro. Lá você não vai encontrar grandes atrações como no centro da cidade. Muito pelo contrário: as ruazinhas são sossegadas, e o mais gosto é caminhar por elas e fotografar as lindas casas pintadas com cores vivas. Depois, sente-se em um dos cafés e restaurantes na beira do rio para bebericar e descansar. Para ir até Trentemoult, pegue o Navibus (um barco) na Gare Maritime. O percurso dura pouco mais de 5 minutos.

nantes-7 nantes-5

Instalações e esculturas

Nantes é uma cidade que respira arte e cultura (você sabia que Jules Verne, o autor de ‘A Volta ao Mundo em 80 Dias’ e ‘Viagem ao Centro da Terra’, nasceu lá?). E você nem precisa ir a um museu para comprovar isso, pois o museu vai até você. Por toda cidade, nos espaços públicos, existem diversas esculturas e instalações. A maior parte delas, inclusive, está no percurso da linha verde (eu não disse que a linha verde é maravilhosa?). Mas pra quem quiser ver ainda mais pode sair da cidade e percorrer 60km ao longo do Rio Loire (de carro, bicicleta ou barco nos meses de verão) para encontrar outras obras incríveis, que fazem parte do Arts Trail Estuaire Nantes <>Saint Nazaire. Clique aqui para ver um mapa com todas as obras.

nantes-4

Jardin des Plantes

Tenho que confessar que não faço questão de visitar parques quando viajo, principalmente quando a viagem é curta. Mas o Jardin des Plantes estava no percurso da linha verde e eu realmente queria fazer esse itinerário por completo, então entrei no parque. Olha, foi muito gostoso! Já estava cansada de tanto caminhar pela cidade, então foi bom estar numa área verde, sem barulho. Ainda mais porque fez muito calor quando visitei, então só de entrar em um parque a gente se sente mais refrescado né? Achei o Jardin des Plantes muito bem cuidado, mas optei por não entrar nas estufas.

nantes-12

Jardim Japonês

Chegamos no Jardim Japonês totalmente sem querer. Estávamos andando da beira do Rio Erdre, comferindo um festival de música, e acabamos na Île de Versailles. Decidimos sentar para descansar antes de retornarmos pro hotel (havíamos caminhado o dia todo quase sem parar) e quando nos demos conta estávamos nesse lugar. É um jardim pequeno, mas muito bonito! A linha verde passa ali perto, então pra quem gosta de conhecer esse tipo de lugar, vale a pena o desvio.

nantes-9 nantes-8

Creperias

Eu sei que creperias existem  por toda França, e em Nantes não é diferente. É incrível como eles conseguem colocar de tudo nos crepes e galettes! Frango, carne, batatatas, ovos, verduras… enfim, dá pra comer sua refeição predileta dentro de um crepe/galette praticamente. Nós fomos na creperia Heb Ken (que acabamos descobrindo que é de uma brasileira que mora lá há muitos anos!) e adoramos. Comi uma galette (que é o crepe salgado) e um crepe doce (que é o crepe propriamente dito).

Château des Ducs de Bretagne

A gente tem uma queda por castelos, não é mesmo? A Europa é cheia deles, e perto de Nantes, no Vale do Loire, existem dezenas. Mas eu também acho bem bacana quando um castelo está exatamente no meio da cidade, preservado. E é assim com o Château des Ducs de Bretagne, que hoje em dia funciona como o museu da cidade. Lá dentro as diversas salas contam a história do castelo desde o século 15 e também do desenvolvimento de Nantes. Tem muita coisa pra ver, e além do acervo permanente existem anexos com exposições temporárias. A entrada custa 8 euros. Para informações sobre os horários de funcionamento, consulte o site.

nantes

Memorial da Abolição da Escravatura

Nantes tem um memorial para não nos fazer esquecer dos horrores da escravidão, pois a cidade era um ponto de chegada e partida de navios negreiros, entre África e América. O memorial na beira do Loire inclui placas na calçada com os nomes dos navios e também uma exibição subterrânea que dá mais detalhes de como Nantes fez parte desse terrível trecho na história da humanidade. A entrada no memorial é gratuita, para mais informações é só consultar o site.

nantes-10

Tour Bretagne

A Tour Bretagne é o prédio mais alto de Nantes (tem 144 metros e 32 andares), e desde 2012 é possível apreciar a vista da cidade lá de cima. A vista de 360 graus é realmente incrível, e dá pra ver todas as outras atrações da cidade lá de cima. Para subir você paga apenas 1 euro (e lá em cima funciona um bar, ou seja, dá pra ver o por dol sol e ficar até tarde bebericando e apreciando a vista!).

nantes-11

Leia também o post da Karine, minha companheira de viagem, com os preferidos dela.

Eu viajei para Nantes a convite do projeto Le Voyage a Nantes, e tanto a passagem aérea como a hospedagem foram cortesia. O conteúdo do post não foi uma exigência para essa viagem.


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$90,00) + frete grátis + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here