9 Anos Morando nos EUA: Coisas Que Eu Amo em Washington DC

30
claudiadc

Hoje eu comemoro 9 anos morando nos Estados Unidos e na área de Washington DC. Ano passado, eu  escrevi um post “8 anos morando nos Estados Unidos – Como eu Vim Parar Aqui” que conta um pouco da história por trás da minha vinda pra cá.Neste post, eu quero fazer diferente, contar um pouco das coisas que adoro por aqui.

Eu sempre digo que se DC tivesse uma praia e se fosse mais quentinho no inverno, seria o paraíso e eu moraria aqui para sempre. Depois de 9 anos de “relacionamento”, o período de lua de mel acabou e eu já consigo ser bem menos passional do que nos primeiros anos quando tudo era lindo e perfeito, mas não há como negar que apesar dos defeitos, há coisas maravilhosas por aqui. O Brasil vai ser sempre o meu país, mas os Estados Unidos é a minha casa, que eu escolhi pra morar.  Então vamos a minha listinha das 9 coisas que eu adoro em DC e te convido a conhecer um pouquinho mais de como é a minha vida por aqui.

1. Segurança – Uma das razões que me levaram a decidir que queria morar nos Estados Unidos foi o fator segurança no Brasil. Morava no Rio de Janeiro, trabalhava em São Paulo e a gota d’agua foi ter o carro arrombado duas vezes em menos de 1 semana, isso depois de ter sido assaltada inúmeras vezes. Eu sei que a situação melhorou muito desde que eu saí do Brasil, mas ainda não consigo relaxar totalmente quando ando pelas ruas no Brasil. Aqui, só de saber que eu posso andar pelas ruas com segurança, que não preciso ficar com medo ao parar em um sinal vermelho, que posso criar meus filhos sem medo de asssaltos a cada esquina, de carro que não pode abrir o vidro, já acho que vale a pena. Há quem vá dizer que existem outros problemas… e eu concordo. Os loucos que saem atirando em escolas, as ameaças de terroristas. Mas isso são coisas pontuais, não são parte do dia a dia. No geral, me sinto sim muito segura por aqui.

2. Vida Cultural Intensa – DC não é uma metrópole como Nova York, mas por estar perto e ser uma cidade importante, os eventos, shows de música, teatro, ballet, opera e etc… sempre passam por aqui. Há shows toda semana, vários por semana se você procurar. Nunquinha que você vai ficar entediado por aqui. O Kennedy Center não só tem esses espetáculos, mas também todos os dias, uma apresentação gratuita no fim de tarde. Quer assistir um jogo? Basquete, Baseball, Futebol americano e até o nosso futebol tem vez e estádios por aqui. Seu cantor favorito está num tour pelos Estados Unidos? É muito provável que DC esteja no roteiro.

3. Oportunidades Profissionais – Se você tem as qualificações adequadas, Washington DC é um celeiro de oportunidades. Especialmente para trabalhar com o governo, mas há oportunidades em áreas diversas – TI, Economia, Relações Internacionais e etc. Inglês é necessário obviamente. Eu vim morar aqui por causa de uma consultoria como Analista de Sistemas no IDB/BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) que seria de 4 meses e acabou durando 2 anos. De lá, apliquei para uma outra consultoria no Banco Mundial, de apenas um mês, suficiente para me integrar na rotina do banco, fazer networking(muito importante por aqui), o que me garantiu contratos de consultorias em diversos setores no Banco Mundia, IFC e FMI nos últimos 7 anos. Entre uma consultoria e outra, eu resolvi explorar o  meu lado criativo e a cidade sempre me deu ótimas oportunidades.. talvez vocês não saibam, mas eu trilhei o caminho da fotografia profissional por pouco mais de 2 anos e meio. Fotografei casamentos, eventos corporativos, famílias. Fiz também projetos de arte visual dos restaurantes Vapiano (uma cadeia italiana de restaurantes que tem pelo mundo todo) em Washington DC, Virginia e Flórida. De escolher as fotos, mandar pra imprimir, escolher as molduras, montar as molduras até pregar cada foto na parede, o trabalho foi todo feito por mim. Dá o maior orgulhinho entrar nos restaurantes e pensar.. eu que fiz 😉 . O blog também entra nessa categoria, de trabalho criativo e nasceu da minha vida aqui e também das minhas viagens que aconteciam nos intervalos dos meus trabalhos. Atualmente eu tenho um contrato de consultoria em Gerenciamento de Conteúdo e Estratégia de Mídias Sociais com o Banco Mundial, num projeto com as Nações Unidas chamado StAR que entre outras coisas combate a corrupção e ajuda a recuperar ativos roubados(principalmente por ditadores e governos). É um trabalho que me coloca em contato com gente do mundo todo e que fico muito feliz em fazer parte. Leia mais sobre esse assunto e saiba a minha opinião se vale a pena Morar em Trabalhar nos Estados Unidos.

Viaje com internet no seu celular

Vai viajar para o exterior? Já chegue no seu destino com o celular funcionando. A EasySim4u oferece plano de dados ilimitados em 140 países, para que você fique conectado a internet. Utilize o cupom para ganhar frete grátis: APRENDIZDEVIAJANTE! Veja meu post: Chip EASYSIM4U: Como usar a Internet na Europa.

4. Cena Gastronômica Variada   – Nem sempre foi assim, mas DC nos últimos anos tem recebido vários restaurantes estrelados e de chefs famosos. Há opções variadas e para todos os gostos. Por ser uma cidade multicultural, tem restaurantes de várias partes do mundo… comida afegã, peruana, libanesa, mexicana e até brasileira. O que você procurar, tem por aqui. Alguns dos meus favoritos:

  • Coco. Sala – a palavra aqui é Chocolate! Um cardápio que tem tudo de chocolate e mais um pouco. E um drink maravilhoso – Fetish!
  • Eu amo restaurantes em hotéis aqui em DC e os hotéis são sempre lindos de visitar… destaques para o Sou’l Wester no Mandarin Oriental (fico sonhando com as ostras de lá!), Café Du Parc -comida francesa no Willard Hotel , Bourbon Steak – o melhor hamburger do mundo!!! no Four Seasons, 2100 Prime no Fairfax Hotel e Adour no St Regis. 
  • Rasika, Indique, Bombay Club –  comida indiana – esses são escolha do marido que ama comida indiana
  • La Tasca e Taberna del Alaberdare – comida espanhola.
  • P.F. Changs – é um restaurante chinês de rede, mas é um dos meus queridinhos.
  • Vapiano – comida italiana com pasta feita na hora, mas rápida, estilo fast food. 😉
  • Aqui uma lista de 10 restaurantes para comer rapidinho por aqui.

5. Museus e Galerias de arte gratuitas – Um dos pontos altos em DC é a oportunidade de imersão em cultura sem pagar nem um centavo por isso. Eu tenho uma página aqui só falando de viagens a DC e dá pra notar por ela que ela montes de opções… são mais de 100 atrações gratuitas na cidade. Mas há também várias galerias e museus pagos que valem muito a pena. A Phillips Collection é uma delas e merece muito a visita e o Newseum é outro que vale o preço do ingresso.

Alguns dos meus lugares favoritos: National Gallery of Art, Air and Space Museum, National Museum of Natural History e andar a toa pelo National Mall.

6. Eu moro onde você passa férias – adoro andar pela cidade e ver um monte de gente visitando. Apesar de  muita gente se incomodar com os milhares de turistas, eu acho ótimo. E encorajo todo mundo a vir pra DC e descobrir a cidade. Adoro brincar de turista e mesmo morando aqui por 9 anos, ainda tem coisas que eu não consegui fazer (culpa de as vezes repetir programas muito bons, como visitar os museus e as galerias de arte). A cidade tem parques lindos e bem cuidados (não muito nesses últimos dias de shutdown!) e dá gosto andar pelas ruas e ver os monumentos e praças cheias de gente.

7. Uma cidade surpreendente – Não tem uma pessoa que venha a DC e não se surpreenda. Todo mundo que vem, normalmente reclama depois que não ficou tempo suficiente para aproveitar tudo o que tem devia e raramente alguém vem pra DC e não tem vontade de voltar. A cidade é linda, limpa, segura e tem atrações muito legais, arquitetura lindíssima. Quem acha que vai  encontrar aqui uma cidade sem graça, se engana completamente. Eu ainda me surpreendo todos os dias com DC. Sempre acabo descobrindo um lugarzinho diferente, ou uma área verde ou parque pela cidade. Apesar de não gostar nadinha no inverno, as estações do ano por aqui são lindas. Na primavera tem o Festival de Cherry Blossoms, no verão todo mundo vai pros parques, no outono, as folhas mudam de cor. Impossível não se apaixonar.

8. Transporte público excelente – Eu me mudei para um bairro mais afastado do centrão, que preciso de carro para chegar no ponto do ônibus. Poderia encarar o trânsito de carro todos os dias, mas pego um ônibus e metrô que me deixam em frente ao trabalho em 40 minutos. Há ainda opções de usar bicicleta – ônibus e metrô são preparados para carregar as bikes, há ciclovias e trilhas em vários pontos da cidade. O Metro é limpo e organizado.. tem seus problemas de vez em quando, não vou negar, mas no geral, funciona muito bem e na hora marcada (aliás, eles não esperam, atrasados um minuto e já era!). Para quem mora na cidade mesmo, ou nas cidades ao redor, nem é preciso ter carro(eu mesmo não tive carro por um tempão!) e acho ótimo uma cidade que você pode se locomover usando transporte público.

9. Muitos momentos especiais… – conheci meu marido aqui (comemoramos 9 anos de namoro hoje também!!!), nossos encontros, passeios no começo do namoro e minha descoberta da cidade foi com ele, no maior clima de romance. Fui pedida em casamento aqui no terraço com vista pros monumentos, o Dylan nasceu no George Washington Hospital, bem no coraçào de Washington DC. DC foi a primeira cidade que a minha família conheceu nos Estados Unidos. Não há como não pensar em DC e em vários cantinhos da cidade e deixar um sorrisinho escapar. A cidade faz parte da minha vida de um jeito que jamais poderá ser mudada. De novo eu digo, que já estou pronta pra me mudar (preciso da praia e do sol o ano inteiro, mas nem sei quando isso vai acontecer), mas DC vai ser pra sempre uma cidade muito especial pra mim!

Cheers pelos 9 anos!


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$ 120,00 + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


COMPARTILHAR
Artigo anteriorLondres: restaurante Dinner by Heston Blumenthal
Próximo artigoBarbie Dreamhouse Experience

Claudia Beatriz trocou as praias do Rio de Janeiro pela vizinhança da Casa Branca em Washington DC em 2004 e se mudou em 2014 para Orlando, onde vive atualmente. Apaixonada por Viagens e Fotografia, criou esse blog e a revista Aprendiz de Viajante. Quando não está escrevendo sobre viagens ou fotografando, a “nerd confessa” dá consultoria, treinamento e escreve sobre tecnologia, gerenciamento de conteúdo e mídias sociais.

30 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns pelos 9 anos de vida digna e pelos 9 anos de namoro. Adorei o post só não concordo quando você diz em relação a segurança: “Eu sei que a situação melhorou muito desde que eu saí do Brasil” não querida a situação não melhorou, está cada vez pior, nunca vivemos com tanto medo quanto agora e olha que moro em Brasília onde a violência ainda não chega aos números de Rio e São Paulo. Conto os dias para a minha aposentadoria (10 anos) para ir viver nos EUA, já havia escolhido Orlando, mas agora que conheci San Diego estou na dúvida. Sonho com um país onde as leis funcionem, os consumidores sejam respeitados, as moradias, os carros e os outros bens materiais tenham preços justos e isso infelizmente não temos aqui.

    • Ah sem contar a educação dos habitantes, a limpeza das cidades, o preço justo e não abusivo dos ingressos em shows, eventos esportivos poderia ficar aqui listando tudo de bom que tem por aí e que infelizmente não temos , mesmo eu tendo oportunidades (estudo, moradia, emprego) bem acima da média da nossa população, preferia que a grande maioria tivesse tudo isso e que as leis fossem justas e a corrupção fosse punida, assim eu ficaria por aqui, mas sinceramente cansei.

  2. Parabéns Cláudia!!! Pelo brilhante caminho trilhado , pela alegria e dedicação que transparece em tudo que você faz!!! Sucesso sempre, e muita harmonia, paz, saúde e amor em família.
    Um abraço,
    Ana Silvia

  3. Muito legal seu post e sua história, Clau. É muito bom ver gente bacana conseguindo conquistar tanta coisa no mundão. 🙂

    Desejo que os próximos 9 anos – em DC ou em qualquer canto do mundo – sejam ainda mais incríveis pra você.

    Nos vemos na WTM. 😉

    Beijobeijo,
    Nah.

  4. Clau, que delícia esse seu post 🙂
    Parabéns pelos 9 anos de DC e de namoro também <3

    Só por sua causa DC já entrou na minha listinha 🙂

    Bjokas amiga e parabéns de novo 🙂

  5. Oi, Claudia, estou adorando suas postagens. Ano que vem estaremos em Washington DC de 7 a 12 de julho. Na verdade ficaremos em Alexandria. (Wyndham Old Alexandria). Como moramos no Rio, vc sabe, fico sempre preocupada com segurança. Sei que tem metrô bem perto. Vc mesma ja me respondeu sobre isso. Mas fica a dúvida, vc acha que é tranquilo retornarmos de DC a noite? Costumamos fazer passeios mais diurnos, ja que viajamos com nosso filho. Vc acha que devemos retornar para Alexandria cedo? Bjss.

  6. Amo o aprendizdeviajante!!!!Me delicio com os seus posts. Assim como a Márcia lá em cima, conto as horas para ir embora daqui. Moro também em Brasília, onde a qualidade de vida é muito boa, mas mesmo assim ando triste com o que vejo na política, economia e etc. Não aguento mais o Brasil. Amo-o, mas pretendo deixá-lo, infelizmente.
    Dia 27/11 estou indo para Detroit, mas estou um pouco preocupada com uma coisa. Farei uma escala aí, mas chego ao Ronald Regan às 8:57 am e pego a conexão no Washington Dulles. Esse tempo é tranquilo para a conexão? No caminho vou ver alguma coisa da cidade? É muito longe um aeroporto do outro? acho que seus conselhos me serão úteis. Bjs

  7. Oi Cláudia, parabéns pelo post. Postagens como essas ajudam muito pessoas como eu que estão pensando em dar um UP e mudar tudo, inclusive de pais.
    Cláudia, estou indo para DC em abril, vou para estudar por 1 ano. Quais os toques e as dicas que vc pode dar a uma pessoa que está chegando ai sem saber conhecer nada, principalmente quanto a moradia???
    aguardo
    Obrigado!
    Nelson

  8. Claudia! Parabéns pelo seu blog! Super organizado e cheio de dicas ótimas, além de um visual impecável! Estou prestes a me mudar para DC Metro e claro cheia de dúvidas qual a melhor região. Tenho duas filhas em idade escolar e isso pra mim é o mais importante. Vc poderia me ajudar sobre dicas de vizinhanças? Minhas principais exigências são local com boas escolas públicas e tb uma casa nova. ( tenho pavor de casas antigas…)
    Um beijão e parabéns!

    • Gabriela,
      Que delicia! Seja bem vinda!
      e quanto a vizinhanças, isso é tão subjetivo e dificil. Você vai comprar casa ou apenas alugar? A melhor coisa nesses casos é procurar uma pessoa de Real State pra te ajudar nesse processo. Para casas mais novas você tem que ou morar mais longe ou pagar muito caro.
      As melhores áreas pra escola: Loundoun County que é o mais longe na Virginia, Montegomery County que é em Maryland. Mas mesmo assim tem escolas melhores e piores nestas áreas.

  9. Decidi minha viagem deste ano por sua causa…….alem de DC vamos a boston e NY, seu blog e muito bom e facil de ler e entender, vou ficar por ai numa epoca boa de02 a 06 de agosto…..gosto muito do calor mais adorei seu post sobre a temperatura de dezembro….apaixonante…..PARABENS PELOS 9 ANOS DE AMOR A DC E AO MARIDO…..QUANDO E A HORA CERTA ACHAMOS NOSSO CAMINHO, ESSA SEMANA FIZ 19 anos de casada , mais 5 de namoro/noivado, ano que vem completo 25 anos………PARABENS novamente sua historia de vida e linda…..

  10. Claudia, obrigada por todas suas dicas que vc posta dos Estados Unidos, minha filha mora ai pertinho em Falls Church -Virginia – e dia 07/04/14 meu esposo e eu estaremos ai, com certeza vou aproveitar estas dicas e visitar muitos lugares que ainda não conhecemos.
    abraço

  11. Parabéns pelos 09 anos bem vividos ai nos US e obrigada por nos dar sugestões de cidades e lugares a serem visitados. Dia 07/04/14 iremos visitar nossa filha que mora ai perto, em Falls Church, vou aproveitar e visitar muitos lugares por voce sugerido.
    Sucesso e tudo de bom!
    abraço

  12. Olha Cláudia, eu amo o Rio, mas dá uma tristeza de vê-lo como está: obras mil, trânsito caótico, violência. Fico imaginando se a cidade tivesse sido bem estruturada desde o início, isso aqui seria o paraíso para se viver.
    Não conheço quase nada nos EUA, apenas Miami e Orlando, mas adoro a organização, limpeza, segurança e preços justos praticados por aí. Se tivesse uma oportunidade de ir morar aí, não pensaria duas vezes.
    Junto grana desde que meu filhote nasceu para bancar os estudos dele nos EUA quando ele for maior, pra ver se ele se empolga e corre atrás de oportunidades para morar em um lugar melhor.
    Parabéns pelos nove anos morando em Washington e pelo belo texto!

  13. Oi Cláudia!

    Parabéns pelo blog – É difícil de encontrar fontes de informação que ajudem brasileiros com qualidade de informação “local” que fuja um pouco dos guias de turismo e “melhores outlets do Estado ABCD”….

    Devo chegar no final do ano, tb p/ o IDB hehe…alguma dica sobre melhor lugar para ficar, o que é mais “fácil e barato”, alugar um apto em DC mesmo?

    Obrigado!

    Orin

  14. Querida Claudia!

    Muito obrigada pela dica….depois de muita pesquisa gostamos muito de um condomínio de novas casas em Ashburn. Vc conhece a cidade? Recomenda? Em maio iremos visitar pessoalmente e decidir as escolas e a casa.

    Só fiquei apreensiva por essa comunidade ficar perto do aeroporto de Dulles…vc acha isso um problema?

    Um beijão!!

    Gabriela

  15. Parabens pelo seu blog e pelos 9 anos de namoro.Gostei muito , sou jovem e já não suporto esse pais , pretendo estudar muito, ter uma vida digna e um dia sair daqui, e como você disse poder andar na rua sem medo de ser assaltado não tem preço, fora o fato da segurança para familia,
    Curti muito seu blog.

  16. Olá Claudia,
    Ando devorando seu blog pois pretendo conhecer Washington no ano que vem ( numa viagem combinada com Nova York ).
    Seus posts são muito detalhados, fotos ótimas e você tem uma prosa bem gostosa.
    Penso em ficar 4 dias inteiros na cidade, mas cada vez que entro aqui, quero aumentar mais um dia.
    Parabêns pelo excelente trabalho !
    Bj

  17. Olá Cláudia, estou de mudança para DC em junho pelo meu marido, que vai fazer um mestrado em Georgetown e eu, a principio, somente estudarei Inglês. Já dei uma olhada nas escolas mais conhecidas (Kaplan, ELS), mas gostaria de saber se você teria algumas escolas de Inglês para indicar, que não sejam tão famosas (e caras!) mas que sejam tão boas quanto?! Beijos!

  18. Olá tudo bem? Estou me preparando pra um intercâmbio, a casa da família é em capitol hill, já ouvi dizer que é bem violenta essa área, uma amiga minha morou um tempo em DC e me disse, fiquei assustada e estou meio em dúvida de qual decisão tomar, gostaria MUITO que vc me ajudasse nessa questão! Em dizer se é um lugar tranquilo, seguro! Obrigada.

  19. Olá Claudia, tudo bem? Moro no Rio de Janeiro e descordo quando você diz “pelo menos no Rio, acho que melhorou bem desde que eu saí… ainda não é o ideal, mas eu vejo melhoras sim”.
    Falando apenas de segurança, o RJ está totalmente largado. Andar no Centro do RJ se tornou uma aventura. Não tem dia nem hora. Se você estiver falando ao celular de valor, certamente ficará sem ele.
    Mulheres tem bolsas roubadas diariamente e se a vitima tentar reagir, surgem mais “vagabundos desgraçados” para lhe agredir.
    Desculpe o desabafo, mas é que vejo isso todos os dias. Filmamos, enviamos imagens para polícia, emissoras de TV e não adianta absolutamente nada.
    Estou contando os dias para ir em definitivo para o EUA.

  20. Boa tarde Cláudia, tudo bem? Sou Luciano Marques do Brasil SP, sou produtor de filmes e faço parte da administração de um espaco de eventos em SP conhecido como Palácio dos Cedros e trabalho também em NY, observei seu post e gostei muito de suas conquistas e dicas, gostaria de trocar contatos com vc e conhecer um pouco mais deste universo de Washigton, vou deixar meus contatos aqui como email e whatszap ok, obrigado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui