Minha experiência com o AirBnB

104
airbnb milão

Eu ouvi falar do AirBnB apenas no ano passado, quando alguns blogueiros comentaram no twitter suas experiências, enfatizando a economia de usar os serviços do site em relação a um hotel “normal”.

Pra quem não sabe, o AirBnB é uma plataforma online onde as pessoas anunciam apartamentos ou quartos para alugar para estadias curtas. Funciona da mesma maneira do booking.com, por exemplo: você procura pela cidade, fala quantas pessoas e quantos dias precisa e ele te dá uma lista com as ofertas. A diferença é que mesmo que o apartamento/quarto esteja disponível, o “host” (como é chamada a pessoa que anuncia o espaço) pode rejeitar seu pedido. Ou seja, você tem que esperar até 24 horas pra saber se a reserva foi feita ou não (das vezes que eu usei todos responderam bem mais rápido, em 2 ou 3 horas no máximo).

(na época das Olimpíadas aqui em Londres pensei em anunciar nosso quarto de hóspedes pra ganhar uma grana extra, mas acabei desistindo, fiquei com preguiça de fazer todo o processo de “listing”  e tal)

Tem gente que rejeita e não explica porque (mesmo que no calendário apareça que o lugar está disponível), apenas te manda uma mensagem padrão. Tem quem explique e fale que pra tal época só aluga um mínimo de dias ou então tenha quem não goste de alugar com muita antecedência. E é essa a grande diferença entre o AirBnB e uma reserva através do booking: você lida com pessoas e não com um negócio. Isso as vezes é bacana, mas em algumas situações pode ser irritante. Mas volto a esse tópico mais pra frente.

Pela minha experiência, é comum o pedido ser rejeitado. Então nem esquente! Vai tentando outros, a oferta é ampla, que alguém vai aceitar. Achei as descrições dos apartamentos sempre muito boas, e se você tem qualquer dúvida é possível contatar o host antes de fazer a proposta de reserva. E não se preocupe com os dados do cartão de crédito se a proposta for rejeitada, não será cobrado um tostão. Aliás, essa é outra coisa legal do AirBnB – é possível cancelar a reserva sem nenhum custo. Mas a política varia de host para host, tem uns que aceitam cancelamentos com pouca antecedência, outros não –  e aí será cobrada uma multa. Isso tudo está bem explicadinho na página do quarto/apartamento, eles não deixam espaço para dúvidas.

Viaje com internet no seu celular

Vai viajar para o exterior? Já chegue no seu destino com o celular funcionando. A EasySim4u oferece plano de dados ilimitados em 140 países, para que você fique conectado a internet. Utilize o cupom para ganhar frete grátis: APRENDIZDEVIAJANTE! Veja meu post: Chip EASYSIM4U: Como usar a Internet na Europa.

Ok, mas vamos a minha experiência. Até agora me hospedei em 2 apartamentos alugados através do AirBnB, nas duas vezes a trabalho (lembrando que há a opcão de alugar apenas o quarto e conviver com os moradores). Tenho outros dois apartamentos ja alugados para viagens em 2014 (uma pessoal e outra a trabalho), então daqui a uns meses darei uma atualizada nesse post.

O Seguro Viagem é Obrigatório na Europa

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

O primeiro apartamento foi em Milão, em abril. Era para mim e outras 4 colegas de trabalho – a cidade fica caríssima na época que vamos porque é a semana de design mais famosa e importante do mundo, e com o orçamento da minha empresa é impossível achar 5 quartos em um hotel minimamente decente. Então procurei e achei um apartamento grande, com 2 banheiros, quartos amplos, wifi e próximo a alguma estação de metrô. E, o melhor, cabia com folga no orçamento! Foi cerca de 200 euros por noite pelo apê INTEIRO, sendo que um quarto de hotel xexelento nessa época do ano em Milão não custa menos do que 400 euros. Ou seja, seriam 2 mil euros por noite para um grupo de 5 pessoas! Olha a diferença!

airbnb milão
Um dos quartos do apartamento em Milão

 

A primeira coisa que me impressionou foi como as fotos do apê no AirBnB eram verdadeiras e a descrição de tudo era muito perfeita. A host, dona do apartamento, estava lá nos esperando no horário combinado e nos mostrou tudo que tínhamos que saber sobre o lugar. Não tivemos nenhum problema. A única coisa que os incomodou foi que ela mandou uma pessoa para fazer a limpeza algumas horas antes do horário marcado pra gente sair. Ficamos desconfortáveis, pois estávamos lá trabalhando enquanto a pessoa corria de um lado pro outro lavando roupa de cama e varrendo o chão. Isso porque logo depois outro grupo já ocuparia o apartamento.

airbnb milão
Sala (e um dos quartos ao fundo) do apartamento em Milão

 

E mais ou menos a mesma coisa aconteceu pela segunda vez, agora em Bolonha. Fui com apenas mais uma colega de trabalho, e de novo os preços dos hotéis estavam impraticáveis. Achei um apartamento com localização ótima, barato e tamanho ideal para duas pessoas (o único porém era que não tinha quarto separado, era um estúdio com mezanino, mas isso eu sabia quando aluguei – tentei outros antes mas a reserva foi rejeitada).  os hosts foram ótimos, tudo funcionando bem, mas um dia antes da viagem o dono me escreve pedindo para que eu chegasse uma hora depois e saísse meia hora antes. Ele pediu mil desculpas e tal, mas acrescentou “que certamente não seria um problema pra mim”. Isso me incomodou um pouco! Precisei fazer hora em um café na chegada e na saída fui pro aeroporto muito mais cedo quando poderia estar no apê usando o wifi pra trabalhar.

airbnb bolonha
Apartamento em Bolonha

 

É aí que eu senti a diferença, como falei antes. Em um hotel raramente isso aconteceria, eles não mudam horários de check in/check out assim do nada e muito menos começam a arrumar seu quarto antes de você ter ido embora. Claro, o elemento humano é também positivo: você conversa com alguém local que de cara já te fala da vizinhança e te dá dicas da cidade.

No fim das contas, o que vale a pena mesmo é o preço – na minha humilde opinião. Eu gosto da conveniência e mordomia do hotel, e quando couber no meu bolso, eles continuam sendo minha primeira opção. Mas tô feliz de ter saído da minha zona de conforto e experimentado o AirBnB. Sei que dá pra usar sem medo! Como falei, tenhos dois alugados para o ano que vem, e tenho certeza de que serão tão bons quanto parecem no site.

Ah, lembrando que no fim da estadia você recebe um email pedindo pra deixar sua opinião sobre o apartamento. O bom é que você tem espaço para a opinião que será lida por todo mundo e pode também mandar um recadinho apenas para o host e apenas para o AirBnB.

E vocês, já usaram os apartamentos e quartos do AirBnB? O que acharam?


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$ 120,00 + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


104 COMENTÁRIOS

  1. Em junho, aluguei um ap em Paris por duas noites, onde ficamos com um casal de amigos. Foi uma experiência bem interessante, eles vieram passar uma semaninha aqui, sendo dois dias em Paris, e pra prolongar o jeito de receber em casa, acabamos optando pelo Airbnb. O ap é bem legal (ainda tenho que escrever post sobre), mas acabei não encontrando a proprietaria, meus amigos que fizeram o check in e check out. Tratei com ela por email/telefone, e a confirmação foi super rapida, ponto pra ela. A convivialidade que a gente queria estava garantida, e isso me faz pensar em usar o serviço em mais viagens em grupo/familia.

    • Tenho uma dúvida, vou viajar para alguns paises da Europa a passeio, e uma exigência da imigração é um comprovante de hospedagem ou carta convite caso fique hospedado na casa de uma pessoa. O airbnb disponibiliza alguns destes?

        • Boa tarde Heloísa,

          Quanto à localização dos apartamentos? estou a tratar de um aluguer de longa duração mas a morada não coincide com as características do apartamento. É seguro fazer a transferência sem conhecer o local?

          • Oi Susana! Nao entendi – o que nao coincide? as fotos? vc chegou a ler os reviews dos hospedes anteriores? Da uma olhada no que as outras pessoas disseram sobre o apartamento!quando vc diz transferencia, vc quer dizer o pagamento pelo proprio airbnb, certo?

  2. Oi Heloisa, tudo bem? Eu usei duas vezes, ambas em Paris. Três meses em cada apartamento, no dois casos os donos ficariam fora por esse tempo e alugaram pelo airbnb. Comigo foi tudo perfeito, obviamente antes disso tive algumas rejeições, outros que nem responderam, mas a maioria respondia dando alguma explicação e desejando boa sorte. As fotos condiziam com a realidade, e o trato com os donos foram sempre muito bons. Eu sempre recomendo. Uma coisa que é legal citar é a questão do seguro. Quem aluga também está assegurado pelo airbnb caso a pessoa estrague algo, faça muita zona, e coisas mais graves. E se não estou enganado, o usuário paga uma multa por isso também. O legal é que no Brasil muita gente já está usando também. Parabéns pelo post.
    Abraço e boas próximas viagens.

  3. Eu utilizei o AirBnB durante minha viagem pela Europa, fiquei em apê em Roma, Milão, Munique, Paris e Londres, e também usei no Rio aqui no Brasil, todas as experiências foram super boas, só um apê na Alemanha que tava com muito pó, mas fora isso deu tudo certo, quando não consegui encontrar em contato com a proprietária do apê em Roma eles entraram em contato com ela e resolveram tudo, foi muito boa a experiência de utilizar, gostei pelo preço, por ter uma “casa”a sua disposição é só comprar tudo no mercado e você tem muita opção. Acho que para viagens curtas de 2 e 3 dias talvez não valha a pena, pois você nem consegue se instalar.

  4. Olá.. fui indicado ao Airbnb por um amigo que sempre utiliza, fiquei 09 dias em Chicago EUA e 18 no Brooklyn NYC EUA ambos como Share Room, nos dois fui bem acolhido em NYC era uma familia de Iraquianos, também recebi várias negativas mas o melhor foi a economia na minha viagem turistica que passou dos 50% de economia facil, eu tinha acesso a cozinha e uma parte da geladeira, onde eu colocaria meus alimentos, mas por várias vezes fui convidado a jantar principalmente em NYC, e pelo aroma da comida, kkkk não resisti aos convites, (isso não estava incluso!), recebi as chaves da casa, dicas, e me divertia muito, em Chicago a Host me convidava sempre pra o seu Tea… ahhh em Chicago a Host cobrava o deposito de segurança, que era de US$500 fiquei preocupado com isso, que segundo o site seria bloqueado no cartão e apos a reserva liberado, isso somente para o caso de algum dano no Apto. mas foi tranquilo feio direitinho.. já indiquei para vários amigos.. e já estou planejanto outra viagem..

  5. Usamos logo que chegamos em Londres. Alugamos um ap por 3 semanas perto de Shepherd’s Bush (do ladinho do Westfield) ainda no Brasil. Como íamos chegar de mala e cuia, alugamos um mais central, pagamos um pouquinho mais, mas nada comparado ao que pagaríamos em um hotel pelo mesmo período. Foi ótimo! O local tinha tudo para casa (até toalhas de banho e edredon), internet, máquina de lavar…só TV que não tinha. O proprietário foi super simpático conosco e eu super recomendo!!!!

  6. Estou planejando uma viagem para Paris,Londres,Amesterdan e Bruxelas, em familia (4 pessoas) e proucurando os hoteis, vi o motivo da fama de serem cidades com hospedagem cara,encontrei o Airbnb, os preços são fantásticos, saem muito mais em conta do que o hotel! O aplicativo para celular,Ipad, é ótimo tambem, vale a pena baixar e perder um bom tempo olhando os apartamentos.

  7. Eu utilizei este site para alugar um apartamento durante 1 mês em Nova York. Não tive do que reclamar, o host era super simpatico, atencioso e conseguimos combinar tudo com ele sem nenhum problema. As fotos do apartamento eram iguaizinhas a realidade. Valeu muito a pena, recomendo !

  8. Olá Heloisa, eu e minha mulher (já´passei dos 60 e ela dos 50 ) alugamos um ap. em Londres, no Soho, melhor localização impossível, no período de 03 a 22 de outubro. O pequeno ap. dispunha de fogão, máquina de lavar roupa, e louça, tal qual apareciam nas fotos postadas, que utilizamos sempre.Fomos muito bem atendidos pelos proprietários, pessoas jovens e educadíssimas. Super recomendo, fica na Firth Street, em frente ao Ronie Scotts, melhor casa da Jazz da Europa. Com certeza utilizarei o Air Bnb novamente. Ab.

  9. Estou planejando uma viagem para alguns lugares da Europa e estou bem interessada em utilizar esse serviço. Valeu as dicas!!

    • Olá pessoal,
      Apenas para deixar uma pista para quem vier visitar Lisboa, experimentem digitar, Pessoa Xperience no Google e vão achar um local no Airbnb muito especial,
      Cumprimentos a todos,
      Graça Barata

  10. Olá!!! Pelo que estou lendo o airbnb só tem positividade!!! Que beleza, estou me preparando pra ir a Paris e conheci o airbnb num blog, estou um pouco insegura, mas to lendo que o serviço é seguro mesmo!!!!
    Valeu!!!!

  11. olá pessoal!

    eu acredito que até quem não está em grupo, compensa muito mais, eu tive recentemente essa experiência em Paris com meu noivo, aluguei por outros meios não o airbnb, foi pelo alaparisienne, não encontrei o que eu precisava no airbnb na época, mas já tenho destinos salvos pelo airbnb, nossa próxima viagem será Miami.
    Hotel nunca mais, tendo um apartamento ou uma casa, sua viagem e experiência é outra!

  12. Aluguei um apartamento em Paris pela Air Bnb para maio deste ano. Um amigo já ficou neste ap e disse que é mto bom e bem localizado, espero que dê tudo certo. É incrível mesmo a economia de se ficar num ap, hoteis com localização equivalente custam mto mais caros ou são muquifos. Agora estou começando a olhar apartamentos também nas outras cidades onde ficaremos, pois acho que mesmo menos dias vai valer a pena. Ano passado já viajei ficando em apartamento, mas não pela Air Bnb, e foi mto bom.
    Abraços

  13. […] A próxima possibilidade é você alugar um quarto na casa de alguém. O site Airbnb conta hoje com mais de 190 países participantes e mais de 34 mil cidades cadastradas. Pode ser por um dia, uma semana ou um mês, isto tudo você negocia com o dono. Assim como as regras do lugar e as possibilidades de uso de outras partes da casa, como a cozinha. O serviço beneficia quem quer ganhar um dinheiro com o espaço extra e para quem está viajando e gostaria de economizar um pouco com a hospedagem. A Heloisa Righetto nos conta suas experiências no site Aprendiz de Viajante. […]

  14. Li o seu artigo e gostei muito. No entanto, me permita fazer um comentário: eu loco apartamentos por temporada em Maceió, estou anunciando ultimamente no http://www.casaferias.com.br/imovel/100034 e outros. São ao todo 3 imóveis, já fiz uma locação pelo Airbnb e recebi certinho, no prazo sugerido por eles.
    Entretanto, no último aluguel, em 02 de janeiro para saída em 06 de janeiro, o Airbnb me prometeu o pagamento para 5 dias úteis depois, mas até hoje nada. Eles alegam que o país está com problema para o repasse do valor, mas entrei no RECLAMEAQUI e existem muitas reclamações contra a empresa.
    O meu comentário é somente para que tenham cuidado no aluguel pelo site, pois podem ter prejuízo financeiro. Estou com bastante medo desse site, inclusive estou com outros 3 aluguéis reservados, mas entrando em contato com os clientes para tentar cancelar e fazer um contrato particular.

    • Arlindo, como foram solucionados seus problemas com o Airbnb? Ficou td bem? Estou anunciando meu apto para alugar na temporada da Copa. Você acha q o site é, afinal, confiável?

    • Não acredito que o AIRBNB alegue que não está pagando por problemas do país, como citou. Tenho 3 apartamentos pelo site deles, 2 em Paris, 1 no Rio de Janeiro desde 2013 e posso dizer que nunca tive problemas com eles.
      Tudo é muito claro em cada página.
      Os problemas são gerados pelos hóspedes se você não faz a triagem. E, ainda assim você pode
      correr riscos de receber gente “non grata”.
      Porque recusar um pedido de informação/reserva? Quando você vê que o candidato acabou de se inscrever no site e não se identificou corretamente: documentos, redes sociais, telefone. (Sem isso, eu corto de imediato).
      As vezes recusa-se também porque ele sequer viu o calendário e escreve querendo fazer a reserva, sem observar que a data não está disponível… óbvio que vai ser recusado.
      Tem gente que entra no site e quer negociar preço especial por fora. Eu não negocio, pois o site oferece um seguro de até 800mil dólares. (Não aplico a Lei de Gerson). Tem também aqueles que veem as fotos e escrevem perguntando o preço da estadia… desculpem, mas do lado direito tem tudo, preço, calendário…
      Porque enviar a faxineira na hora em que os hóspedes estão se preparando para partir? Os horários de entrada e saída são visíveis na página de cada imóvel, mas 80% dos hóspedes não querem respeitar. Isso atrapalha a chegada do próximo grupo.
      Outra coisa, reclamar que não viu o proprietário: As vezes ele aluga porque vai estar ausente. Qual a razão de esperar pelo hóspede se pode deixar as chaves com alguém?
      O conceito do AIRBNB não é fazer o proprietário servir ao hóspede com nos hotéis ! Exceto se aluga quarto, aí sim vai existir uma convivência e, que espera-se cordial e amigável de ambas as partes.
      Importante também é que tem hóspedes que pensam que devemos fornecer artigos pessoais. Shampoo, sabonete… (tive um que reclamou nos comentários que não gostou da marca do shampoo e que o frasco estava acabando… era o meu que havia esquecido…)

  15. Estou pensando em utilizar o AirBnb pela primeira vez! GOstei dos comentários e fiquei tranquilo pois o site realmente parece confiável. Só tenho uma dúvida: Como é feito o pagamento? Pelo site dá a entender que é só via cartão de crédito. Há a opção de parcelamento? É cobrada taxas extras ou é o preço final que aparece nas páginas de anúncios?
    Fico MUITO grato se responder.

    Abraços

  16. Que bom ter notícias positivas sobre o airbnb! Reservei 3 apartamentos (Paris, Amsterdam e Florença) para abril e maio e estava um pouco apreensiva…
    Descobri por acaso procurando estadias e me deparei com essa proposta mais econômica e, na minha opinião, muito mais atrativa! Ficar em um apartamento completo, “infiltrada” entre moradores locais e ainda ser recebida pelo anfitrião (todos eles foram muito gentis e solícitos) me agradou bastante.
    O site oferece estadias para todos os bolsos e gostos. Desde compartilhar quartos até um apê inteirinho só para você 🙂
    Assim que eu voltar de viagem compartilharei minhas experiências com o airbnb 🙂
    Até lá!

  17. Gostei demais de encontrar essas dicas/comentários. Me interessei pelo Airbnb para anunciar o aluguel de um apto para o período da Copa 2014. Mas já me animei com a possibilidade de alugar um espaço para a minha próxima viagem internacional. Já tive experiência de me hospedar com homestay em Lonfres e foi uma experiência ótima. Obrigada por compartilharem.

  18. Olá, poderiam me indicar algum studio ou apartamento em Paris para 3 pessoas. Vejo muitas opções mas não sei quais são confiáveis, gostaria de alguma indicação.
    Obrigada!

  19. Olá Heloisa. Muito legal suas dicas. Parabéns!
    Tive duas experiências com o Airbnb, a primeira, por enquanto (me hospedarei em Londres em agosto) positiva, tudo certo, pago, só esperando o dia de embarcar. Na semana passada, reservei Benidorm (Andalucia) e, novamente, aceitaram meu pagamento com o carão de crédito. Estranhamente, o proprietário me passou o número do telefone solicitando ligar para confirmar a reserva. Surpresa! Na cada de pau, me disse que o preço estava errado, e que para julho e agosto era outro valor… etc… etc… Rebati e disse que o valor está lá, explicito no site. Não adiantou nada, cancelaram meu pedido, mesmo tendo o valor divulgado no Airbnb diferente daquele que o proprietário me pediu. Ora, então, os valores exibidos no Airbnb valem ou não? Fiquei na dúvida, pois já aluguei imóveis pelo Rentalia e pelo Homeaway aqui na Europa (apesar de terem outra concepção) e foi tudo bem. Já não confio tanto nas informações do Airbnb….. Felicidades!

  20. Eu fiquei 18 dias viajando pela Califórnia agora em setembro e em todas as cidades eu fiquei em apartamentos alugados no AirBnB. Adorei a experiência!! Excelentes hosts e apartamentos muito fiéis as descrições!! Custo benefício maravilhoso!! Com certeza usarei o site novamente!!

  21. Estou precisando de um local barato em Lisboa , não consegui nenhum local através do airbnb, as datas
    não dão certo como tb. as pessoas não informam bem o local . Gostaria de um lugar na Baixa pois acho
    um local bem prático para tudo, agradeço se alguém souber de um lugar, pois estou indo para Lisboa dia
    22\10\ , mas devo ir a Espanha retornando a Lisboa dia 06 ou 07\11\, e dia 14\11\ , retorno a Brasilia , logo,
    seria por uma semana a hospedagem . Obrigado

  22. Venho utilizando os serviços do AirBnb há três anos consecutivos e, afora uma experiência ruim em Lisboa (afinal, pilantras existem em quaisquer lugares), todas as demais têm sido excelentes. Inclusive, fiz alguns amigos e cheguei a me hospedar ano passado em um dos endereços que fiquei em 2012 como convidado, pois a proprietária da casa tornou-se uma grande amiga. Recomendo a todos. Gosto muito do atendimento do site que, inclusive, lhe presta assistência jurídica caso ocorra algum problema entre inquilino e locador.

  23. Olá , já aluguel apartamento pelo Airbnb tres vezes. Duas em Buenos Aires e uma em Laguna Beach , California . Uma outra vez aluguel para o meu filho em visita a Montreal. Nunca tive problemas , os apartamentos eram exatamente o q havia visto nas fotos, os hosts gentilissimos e nunca tivemos problema com o cartao de credito. Hotel? No thanks !

  24. Utilizei o AirBnB quando estive em Barcelona sozinho à trabalho. Foi ótimo, excelente preço em uma cidade onde os hotéis são caríssimos, o retorno da reserva foi muito rápido. Os proprietários foram muito simpáticos dando dicas sobre a cidade. Vale a pena sim.

  25. Olá, ótimas suas dicas e comentários. Não conhecia o AirBnB, novo conceito de hospedagem, pretendo utilizá-lo muito futuramente.

  26. Olá, boa tarde!
    Adorei a proposta do Airbnb, mas tenho uma dúvida. Os proprietários continuam na casa ou não? Como faço pra saber se continuam?
    Tenho uma viagem agora em Dezembro para Califórnia (São Francisco/ Las Vegas e Los angeles), alguma indicação onde hospedar?
    Desde já agradeço.

    • Oi Jullianny – existem as duas opções: vc pode procurar tanto por apartamentos vazios, q serao só pra vc, ou quartos, com os proprietarios no apartamento. vc pode selecionar a opcao que quiser na busca!

      • Ok! Obrigada, já estou me familiarizando com o site, mas como dessa vez vai viajar apenas eu e meu marido, conseguimos um Hotel pelo Booking mais em conta.
        Adoro o blog de vcs, tem me ajudado muito em nossas viagens, Parabéns!

  27. Utilizei o AirBnB agora há pouco nas minhas férias, e valeu muito pelo custoxbeneficio ! Eramos quatro pessoas e tinhamos no roteiro cidades como Amsterdam e Londres, carissimas nesta epoca do ano. O apartamento de Amsterdam nos surpreendeu positivamente, por ser melhor do que esperavamos. O ap super amplo e completo, temos a ressalva da visita da proprietaria um dia antes do check out enquanto não estavamos no ap, o que não agradou a ninguém. Ela deixou um bilhetinho pra nos lembrar do horario de saida, achei completamente desnecessario. Mas a experiência de frequentar um supermercado, e sentir-se local da cidade mesmo que por cinco dias, foi muito boa. Repetiria a esperiência sem duvidas !
    Já em Londres, vimos o lado ruim do negocio, o proprietario foi totalmente desleal em afirmar que o apto hospedava bem quatro pessoas, tratava-se de um studio pequeninissimo, bem diferente das fotos apresentadas. Como a localização era realmente muito boa e estavamos já no final da viagem, ficamos assim mesmo. Recomendaria somente mais cuidado, exigir fotos reais ao fechar contrato com o proprietario. O site depois foi super atencioso no feedback, informando inclusive que poderiamos ter sidos relocados em Londres se tivessemos entrado em contato com a assistência do site.
    Gostei muito dessa atenção deles. Então super recomendo pra dar uma variada e economizar nos centros mais caros, embora nas cidades mais baratas eu não abriria mão de um bom quarto de hotel.

  28. Gostei bastante dos comentários que li sobre o AirBnB. Estou planejando uma viagem para a Europa no ano que vem e me animei em fazer reservas pelo site ao invés de procurar por hotéis, que certamente serão mais caros. Contudo, vi algumas pessoas reclamando que viram no site o valor em reais, mas depois o valor cobrado foi em euro/dólar. Alguem sabe me dizer se isso procede? Posso ter essa surpresinha na fatura do meu cartão?

    Obrigada!
    PS: Adoro seus posts 😉

  29. Olá !! Adoro o site !! Obrigada pela excelentes dicas!!

    Tenho uma dúvida com relaçao ao Airbnb, eu posso somente reservar ou tenho que oferecer meu espaço para os viajantes também? Nao consegui descobrir isso no site Airbnb.

  30. O problema é que em épocas como dezembro, janeiro e alta temporada em geral, ou quando tem um evento, eles aumentam o preço da diária de 29 pra 570 (de verdade!) e é mais em conta ficar em hotel…

  31. Fizemos um aluguel por este aplicativo e tivemos inúmeros problemas, primeiramente quando chegamos no imovelficamos sabendo pelo proprietário que o Condomínio não permitia aluguel por temporada e que teríamos que nos ” esconder”, pois se descobrissem ele seria multado. O ar condicionado também não conseguíamos regular conforme nossa necessidade, pois, havia uma senha e ele se recusou a nos dá. E por último após 48 horas da nossa saída nos enviou um e-mail cobrando-nos $ 240,00 dólares referentes a uns arranhões na mesa. Ora esse não fez vistoria nenhuma e agora vem dizer que fomos nós que danificamos sua mesa. E no dia seguinte da nossa o imóvel já estava alugado para outras pessoas.

      • Oi, Heloísa,

        Descobri seu blog e quero lhe parabenizar pelo conteúdo detalhado, bem escrito e muito diversificado!
        Sobre o Airbnb, posso dar meu depoimento como anfitriã. Tenho uma casa de temporada em Kissimmee e desde agosto do ano passado resolvi anunciar no Airbnb. O aplicativo deles é muito completo, de uso fácil e ágil. Tenho no meu iPhone e é utilíssimo, sendo ótimo para receber mensagens de pessoas interessadas ou mesmo de hóspedes que tenham dúvidas ou precisem de dicas (já ajudei com dicas das mais variadas, desde onde comprar uma luva de box até um vestido de casamento…).
        Ainda, eles são uma empresa muito séria, sempre cumprindo os prazos para me efetuarem os pagamentos relativos às hospedagens. Um dia após o check-in, recebo o valor certinho.
        Não tenho nenhuma queixa deles: são corretíssimos.
        Uma grande vantagem do Airbnb é que os hóspedes podem avaliar os anfitriões, o que dá ao interessado um boa ferramenta de avaliação do anfitrião. Ao mesmo tempo, nós anfitriões podemos avaliar os hóspedes, sendo também muito útil, pois um hóspedes bem avaliado também é um bom referencial para sabermos quem pretende alugar nosso imóvel.
        Aproveito, para deixar o endereço da minha casa no site, que é o seguinte:

        https://www.airbnb.com.br/rooms/3889184

        Quem consultar poderá ver minhas avaliações como anfitriã, procuro sempre dar um atendimento ágil e claro, e garanto aos meus hóspedes muito conforto, segurança e um atendimento personalizado aqui no Brasil e lá em Orlando, sempre em português; além da economia ao compararmos com os preços dos hotéis.

        Abraços,
        Rosemary

  32. Usei duas vezes (no Brasil e nos EUA) ano passado e gostei muito. Já estou procurando outra casa pra ficar no feriado de Memorial Day.

  33. Helô, quero fazer uma reserva num apê (studio) para duas pessoas em Londres, setembro/outubro. Eu comprei seu guia, adorei, mas não sei, sinceramente por onde começar a prospectar os imóveis (bairros). Você me dá algumas dicas? Vale também dica de onde NÃO ficar (se for o caso). Ai…a primeira vez é sempre a primeira…Amo esse blog! Tks. Bjs

    • Oi Wanice, tudo bem? Procura perto de alguma estação grande de metrô, como Waterloo, Westminster, South Kensington, Kings Cross, London Bridge… Não acho uma boa ficar muito a oeste ou muito a leste na primeira vez – não por nenhum problema, apenas para facilitar sua locomocão mesmo. Por exemplo, eu não ficaria em Canary Wharf, ou os bairros próximos, assim como não ficvaria muito pra oeste, em Hammersmith. Pra quem visita pela primeira vez, quanto mais central, melhor

  34. Eu não recomendo. Só porque derrubei um pouco de água fora da banheira, minha hosts não tem box blindado, ela BERROU comigo, um constrangimento moral terrível. Isto aconteceu na segunda noite, eu tinha reservado 14 noites. Fui embora na hora pra um hotel de N.Y. Hotéis são sempre mais recomendados…Fiquei no prejuízo, paguei hospedagem duas vezes. Estou ansiosa pra que o BNB venha me questionar porque esta host violou o primeiro princípio da BNB, não foi cortez e amável com a hóspede. Traumático. Vai berrar com os cachorros dela.

  35. A afirmação “é possível cancelar a reserva sem nenhum custo” não procede. No mínimo é cobrada a taxa de serviço do AirBNB.

  36. Otimo ver os comentarios !

    Moro em uma casa no sul de Barrie city, a 45 minutos de Toronto – Canada, super bem localizada.
    A casa eh grande e tenho 2 quartos mobiliados disponiveis para estudantes e turistas.
    Foi muito bom conhecer as experiencias de quem tem usado o servico da AirBnB, pois quero anunciar estes quartos.

  37. Eu estou indo estudar na Italia por 6 meses e gostaria de saber se alguém tem alguma informação sobre alugar um apartamento ou quarto pelo Airbnb por esse período.
    Obrigada!!

  38. Boa tarde! Eu tenho muita vontade de usar airb, mas tenho uma dúvida: o valor total da hospedagem que vemos no site, na hora da reserva, é por pessoa ou por grupo?

  39. Olã Heloísa e sobre o host ter que mandar para o sef em 3 dias a partir do check-in e pedir a foto do passaporte de todos os hóspedes?

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui