Passeios fora de Tóquio

22

Se você achou que a lista de atrações em Tóquio do post anterior já era enorme, ainda ficaram faltando alguns passeios fora da cidade que você pode fazer em 1 dia, num esquema bate-e-volta. Vamos a eles:

Nikko (JR Nikko ou Tobu Nikko station): uma cidade de templos incríveis, Patrimônico Histórico da Humanidade, em uma área de florestas (de cedros) linda. O complexo de templos Toshogu é o que tem as decorações mais elaboradas do Japão, com muita madeira entalhada e ouro, e foi construído lá por 1600. Visitamos também o templo Rinnoji, que infelizmente está agora em reformas até 2012 (!). A ponte vermelha da foto que ilustra esse post é a ponte Shinkyo, construída em 1636, e que hoje em dia pode ser atravessada (tem que pagar). Nessa região fica o parque nacional Okunikko, com cachoeiras e lagos que parecem bem bonitos, é considerado um lugar bom pra ver as cores do outono, não deixe de ir se você estiver visitando em outubro. Você pode pegar um ônibus da estação de trem de Nikko até os templos ou ir a pé (nós fomos andando), mas são mais ou menos 2km de caminhada. Mais fotos de Nikko no meu post aqui.

Eu e Gabe visitando Nikko, templo Toshogu, em 2006

Hakone: uma área montanhosa famosa pelas nascentes de água quente (onsen) pertinho do Mt Fuji, a montanha-vulcão símbolo do país. O Lago Ashi em um dia claro de sol e céu azul é considerado um dos melhores lugares pra ver o vulcão adormecido. Só um detalhe: é bem difícil ver o Mt Fuji, ele está normalmente encoberto pelas nuvens, então não se decepcione se você não conseguir ver o Fuji-san (como os japoneses chamam a montanha). De qualquer forma, Hakone tem muitas outras atrações, como as onsens (que eu particularmente não consigo usar, acho a água quente demais), passeio de bondinho, trilhas na mata, o trenzinho da linha Hakone-Tozan que vai subindo pela floresta (me lembrou o trenzinho do Corcovado no Rio), o fantástico Hakone Open Air Museum, que é um museu de esculturas e instalações de arte no meio de um jardim no alto da montanha, espetacular! Pra quem vai com crianças, esse museu tem 2 instalações feitas pra criançada (até 12 anos) escalar, a Woods of Net e a Curved Space, e ainda um Arts Hall que é um playground diferente (fechado) pra crianças pequenas. Meus filhos amaram! Recomendo que você passe uma noite nessa área, porque em apenas em dia é bem difícil ver tudo, as distâncias são grandes. Nós chegamos tarde (ficamos na dúvida se o passeio valeria a pena porque o Mt Fuji estava mais uma vez encoberto apesar do céu azul) e só deu tempo de ir ao Hakone Open Air Museum. Leva-se entre 85 minutos a 2 horas de Tóquio a Hakone, dependendo do trem que você vai pegar, e depois são diversas formas de transporte até as atrações, com tempos variados de acordo com o método que você escolher. Existe um passe chamado Hakone Free Pass, que você pode comprar a partir de Shinjuku se não tem o JRPass ou a partir de Odawara se você tem o JRPass. O Ricardo Freire fez o passeio no Lago Ashi e conseguiu ver o Mt Fuji, veja aqui o relato dele.

Eu e Eric no Hakone Open Air Museum, na instalação Woods of Net

Tóquio Disneyland (Maihama station): esse parque é uma cópia do Magic Kingdom em Orlando, Flórida. Se você já visitou o parque americano, não precisa ir de novo no parque japonês, pode aproveitar pra ir à Disney Sea ao lado, que é um parque especialmente construído para o Japão. Claro que a Disneyland Tóquio é linda como o parque de Orlando, também tem a Parada Elétrica a noite e os fogos encerrando o dia. Você pega o trem até a estação Maihama e de lá vai andando até a entrada da Tóquio Disneyland. A nossa visita em 2006 está aqui.

Eu na Tóquio Disneyland, em 2006

Tóquio Disney Sea (Maihama station): o parque da Disney criado especialmente para o Japão é bem diferente dos demais, tendo o Mar como tema principal, e fenômenos da natureza (tufões, furacões, etc). O castelo desse parque é o do Rei Tritão, pai da Pequena Sereia, como não podia deixar de ser. Dentro do castelo, uma área linda especialmente feita pra crianças pequenas, com brinquedos que os pequenos gostam, nada radicais. Essa área tem ar condicionado, o que é uma dica importante pra se refrescar no verão. A área na entrada do parque tem tema italiano, com gôndolas venezianas; tem uma área de 20 mil léguas submarimas com direito a passeio no submarino da história, tem um vulcão que simula erupção; uma área do Aladdin com a arquitetura do Oriente Médio; uma parte Maia com florestas tropicais, é uma misturada. No final do dia, o show Fantasmic no lago principal, é um espetáculo de luzes, sons e fogos. Você pega o trem até a estação Maihama e de lá pega o monorail até a entrada da Disney Sea, que é bem longe.

Família Misura na Disney Sea

Sanrio Puroland (Hello Kitty Park) (Tama-center station): o parque coberto da gatinha mais famosa do Japão e sua turma (criadas pela empresa Sanrio) fica em Tama, 1h de Tóquio mais ou menos, dependendo de onde você ficar hospedado. É um parque bem antigo e está muito longe do nível de um parque da Disney, mas pra crianças pequenas que gostam da personagem (como a minha filha de 5 anos que adora a Hello Kitty), vale a pena. O forte são os shows, são 4, em diferentes teatros em vários horários por dia, e um show grande com todos os personagens na rua principal do parque no final da tarde. Os shows são em japonês, é claro, e tem um monitor de TV do lado do palco que passa umas legendas em inglês. Escrevi um post sobre esse parque lá no meu blog pessoal, veja aqui como foi a nossa visita.

Nós visitando a Hello Kitty na Sanrio Puroland

Acabamos não visitando, por causa do mau tempo:

Kamakura (Kamakura station): uma cidadezinha a beira-mar popular com os turistas pelos seus muitos templos e praias, que foi capital do Japão por quase 150 anos. São mais de 80 templos Xintoístas e Budistas, ligados por trilhas na floresta. Algumas das atrações mais importantes de Kamakura: o Grande Buda de Kamakura, templo Kenchoji (o mais importante templo Zen Budista), templo Tsurugaoka Hachimangu (o mais importante templo xintoísta) e o templo Hase (famoso pela vista).

Como chegar nessas cidades:

Veja no site Jorudan qual é o melhor caminho a partir da estação mais perto de onde você estiver hospedado (você pode ver o resultado por mais rápido, mais barato, menos conexões).

Um mapa com os locais citados acima:

View Passeios fora de Tóquio in a larger map

Se você não viu os outros posts da série Japão, navegue por aqui:
Planejando uma viagem para o Japão
Roteiro de viagem pelo Japão
Guia Fotográfico de Comida Japonesa
O que fazer em Tóquio
Onde ficar em Tóquio
O que fazer em Quioto
Compras no Japão
Restaurante em Tóquio: jantando com os Ninjas
Um dia em Nara, a antiga capital do Japão
Como é o Takayama Matsuri, um dos festivais mais famosos do Japão
Tóquio com crianças: dicas para quem vai com bebê e criança pequena
Visitando o Hakone Open Air Museum
Como chegar a Hakone (e como se locomover na área)


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$ 120,00 + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


22 COMENTÁRIOS

  1. Mais uma vez tenho que te agradecer…pretendo ir a Nikko, mas vai ser bate e volta. Também irei nos dois parques the Disney, apesar de já ter ido em Orlando, acho que a minha mais nova, de 8 anos, vai amar ver tudo de novo! Ah, e Hakone tb!
    Beijos!

    • Tânia, achei tranquilo ir a Nikko no esquema bate-e-volta, Hakone é que é mais complicadinho e merece mais tempo porque tem outras coisas pra fazer. Se você vai aos dois parques da Disney sugiro passar a noite por lá, porque é longinho pra ir e voltar dois dias seguidos, você economiza tempo e dinheiro passando a noite lá perto! Beijos!

  2. Oi Luciana, AMEI as fotos novamente! Vc tem mais algumas do Hakone Open Air Museum, na instalação Woods of Net? Muito, muito legal. Bjs

    • Tenho muitas, ainda vou escrever um post só sobre esse museu 😉 Aí sim vou publicar um monte de fotos da Woods of Net!

      • Oi, Luciana! Estou indo ao Japão em junho e seus posts estão ajudando muito! Estou com uma dúvida enorme: como otimizar o JR pass de 7 Dias ficando 10 entre Tokyo e Kyoto? Quero ir a Nikko, kamakura, hakone, Nara e talvez Hiroshima, se der tempo!
        Muito Obrigada.

        Tatiana

        • Você tem que escolher se vai chegar e começar a usar imediatamente ou terminar a viagem com ele. A gente ativou o nosso de 14 dias alguns dias depois da chegada, porque ficamos quase 20 dias mas não compensava comprar o de 21 dias. Então na chegada em Narita a gente usou o Limousine Bus pra ir do aeroporto pro hotel e pagamos o metrô no início separadamente. Aí ativamos o JR pra começar a circular fora da cidade. E aí no último dia usamos pra pegar o Narita Express pro aeroporto.

  3. Olá Luciana! Acabei de encontrar este blog. Foi um achado! Irei com uma amiga em fevereiro/2017 correr a Maratona de Tóquio. Ficaremos de 22fev a 28fev. Antes de devorar e pegar aqui estas dicas de bate-volta a partir de Tóquio, gostaria de perguntar se é muita loucura sair bem cedo e tentar conhecer Kioto? Vamos ficar Keio Plaza Hotel, em Shinjuku, que fica a uns cinco minutos da Shinjuku Station. Obrigado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui