Morar em Portugal – Coimbra como Estudante usando Passaporte Português

0
Esse post faz parte da série Morar em Portugal que foi publicada na revista Aprendiz de Viajante, Edição 3. Como na revista publicamos apenas uma versão reduzida das entrevistas por causa do espaço, estamos publicando na integra aqui no blog.Comece lendo sobre os vistos disponíveis para quem quer morar em Portugal legalmente e leia mais sobre as experiências de brasileiros que foram morar no país. 
 
O Luciano e Rachel Guedes são casados, ele é advogado público e ela é empresária e conta as suas viagens em www.viagemadois.com. Em setembro de 2016 eles se mudaram para Coimbra para o Luciano fazer mestrado. Luciano tirou uma licença do trabalho para passar dois anos em Portugal. Como ele tinha cidadania portuguesa precisou apenas fazer o reconhecimento internacional dos documentos (apostilar) e a Rachel teve que pedir o visto para cônjuge depois que chegaram em Portugal.
 
Veja aqui a entrevista na íntegra:
 
 
Por que vocês se mudaram para Portugal? O Luciano sempre quis estudar no exterior e decidiu participar do processo seletivo para Coimbra e tentar uma licença para estudar. 
 
Como foi o processo de tomada de decisão de se mudar para Portugal? Quanto tempo de planejamento? Quanto tempo entre planejar e se mudar efetivamente? O processo seletivo teve início em abril. Ficamos esperando a resposta da Universidade. Quando ele soube que foi aceito, deu entrada no pedido de licença, cujo resultado saiu no início de setembro. Entra a resposta do trabalho e a mudança tivemos cerca de 15 dias. 
 
Vocês tinham passaporte português ou europeu? O Luciano tem cidadania portuguesa
 
O que vocês precisaram fazer de processo burocrático para essa mudança? (tirar passaporte/cidadania, tirar visto, validar diplomas) Basicamente foi preciso apostilar os documentos do Luciano (reconhecimento internacional), mas não foi preciso validar o diploma. A Rachel teve que pedir, depois de já estarmos em Portugal, o visto para cônjuge. Para isso tivemos que averbar o casamento e juntar alguns documentos que comprovassem renda suficiente para manutenção dos dois. 
 
Conte sobre a situação atual de vocês: O Luciano faz mestrado em Direito Constitucional e a Rachel trabalha em regime de home office. (Atualizado em Janeiro de 2018 – eles estão atualmente de volta ao Brasil)
 
Qual foi a coisa mais difícil de se adaptar na nova vida/cidade? Reaprender a viver sem carro. Em São Paulo usávamos o carro pra tudo. Percebemos o quanto éramos sedentários e como isso nos faz mal. De vez em quando alugamos um veículo para usarmos nos feriados e fins de semana. 
 
O que foi mais fácil do que vocês imaginavam? Alugar um imóvel. Burocracia quase zero. O contrato era um formulário que podia ser adquirido em qualquer papelaria. Também podemos falar da comida, com muitos pratos e ingredientes conhecidos dos brasileiros. 
 
O que vocês mais gostam da nova vida/ cidade? Especialmente da tranquilidade. E também do fato de, apesar de ser uma cidade relativamente pequena, haver muitas opções de coisas para fazer nas horas de folga. 
 
Como é o custo de vida e a vida em geral na cidade que vocês moram? Coimbra é uma cidade relativamente barata. Pagamos menos de aluguel do que em Santo André. Usamos o transporte público e caminhamos muito. A cidade gira em torno da Universidade, então fica mais vazia nos fins de semana. 
 
Do que vocês mais sentem falta do Brasil? Da família e dos amigos. 
 
Do que você não sente falta do Brasil? Da insegurança. Portugal é um país muito calmo e pode-se andar na rua a qualquer hora sem medo. 
 
Se vocês tivessem que se mudar para Portugal hoje, o que fariam diferente? Teríamos nos planejado melhor financeiramente. Nos dois primeiros meses são muitas despesas com objetos necessários, por exemplo, para cozinha ou roupas adequadas para o clima. Chegamos no final de setembro e nos primeiros dias de novembro já estava fazendo bastante frio. Tivemos de comprar cobertor, edredom, aquecedor etc. 
 
Se tivessem que escolher outra cidade em Portugal para morar, qual seria? Luciano escolheria Lisboa, por ser uma cidade maior, com mais opções de lazer, restaurantes etc. A Rachel prefere o Porto, por seu charme e beleza. 
 
Vocês tem algum arrependimento? Talvez de não ter tentando antes. Estamos gostando muito desse tempo em Portugal
 
O que vocês diriam para alguém planejando uma mudança para Portugal? É meio redundante, mas planejamento é essencial. Se vier estudar, é preciso pensar que as despesas vão além das mais óbvias: cópias, livros, material escolar etc. Nos primeiros meses há algumas despesas extras, como o depósito de um mês de aluguel como garantia. Se vier morar de vez, é bom saber que Portugal não oferece uma vida muito fácil pro imigrante. Dificilmente a pessoa vai chegar e arrumar um bom emprego da noite pro dia.
 
Vocês tem planos de voltar para o Brasil? Sim. Ao terminar a licença do Luciano voltaremos. 
 
Qual o lugar predileto em PortugalGostamos muito de Aveiro. É uma ótima opção para um bate e volta a partir do Porto. Se der tempo e o clima ajudar, vale a pena visitar a Praia da Costa Nova e ver as casinhas coloridas. Também recomendamos comer os ovos moles, doce típico da cidade, nossos preferidos até agora. 
 
Qual o  lugar predileto na cidade que você mora? Em Coimbra gostamos muito da região do Parque Verde, às margens do Rio Mondego. Dentre as atrações turísticas gostamos muito do Museu Machado de Castro. No subsolo do museu fica preservado parte de uma construção da época romana. 
 
Qual  a comida predileta em Portugal? Luciano amou o bacalhau em seus mais variados estilos. Também curtiu muito a sardinha grelhada. A Rachel ama pastéis de nata e os ovos moles. Aliás, ela amou os doces em geral. 
Que lugar vocês ainda querem visitar em Portugal e não conseguiram? A região do Algarve e os arquipélagos da Madeira e do Açores. Pretendemos usar algum dos finais de semana que nos restam para visitar um destes lugares. 
 

Leia também: 

 
Tem dúvidas, comentários ou perguntas? Deixe nos comentários que tentaremos te ajudar. 

Vai Viajar?

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.


DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui