Sicília: roteiro de 2 semanas (viagem de praia!)

sicília

Dia 25 de junho de 2016 embarquei com o meu marido para férias de duas semanas na Sicília. Eu programei essa viagem com muitos meses de antecedência, e o roteiro sofreu alterações de acordo com nossa disponibilidade de tempo e orçamento. Eu sei que a Sicília tem muito, mas muito mais para oferecer. Eu poderia passar um mês inteiro lá e ainda faltaria muita coisa pra ver e fazer. Mas infelizmente não tenho todo tempo (nem dinheiro) do mundo! Então criei esse roteiro dentro das nossas possibilidades, e levando em consideração o fato mais importante de todos: nós dois queríamos curtir praia. Ficar no mar, tomar sol, passear de barco. Sabíamos que seria inevitável fazer turismo (no sentido de visitar cidades e monumentos), mas isso não seria prioridade.

Então aqui está o resultado! Acabo de voltar pra casa, com a pele bronzeada e o coração cheio de amor pela Sicília. Pra quem está pensando em ir pra lá com o mesmo objetivo que a gente, esse roteiro pode ser uma base! Os próximos posts sobre a viagem serão mais detalhados. A ideia aqui era dar um panorama geral mesmo.

Dia 1- Chegada em Catania

Nosso vôo de Londres para Catania estava previsto para chegar lá às 8 da noite. Mas essa foi a hora que ele saiu! Foram 4 horas de atraso e acabamos pousando perto da meia noite. Tivemos que correr muito pra pegar a locadora do carro ainda aberta, mas no fim deu tudo certo. Fomos direto pro hotel dormir e perdemos de jantar fora para celebrar nosso primeiro dia de férias! Essa noite ficamos hospedados no Katane Palace Hotel.

O Seguro Viagem é Obrigatório na Europa

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Dia 2 – Catania/Taormina

Depois do café da manhã no hotel, resolvemos dar uma volta nas redondezas antes de fazer o check out. Mas estava tão quente que o passeio não durou nem 30 minutos. Voltamos, pegamos nossas coisas e partimos rumo a Taormina. A ideia era pegar praia ainda nesse dia. Chegamos no nosso maravilhoso hotel em Taormina (Villa Ducale), deixamos as bagagens e pegamos o shuttle do beach club La Caravella. Ficamos até o fim de tarde curtindo o mar, bebericando e realmente entrando no ritmo de férias. Retornamos para o hotel e fomos convidados a jantar lá mesmo. A comida estava maravilhosa, e a vista também.

taormina (1)
La Caravella – Taormina

Dia 3 – Taormina

Esse dia foi reservado para conhecer um pouco mais de Taormina. Passeamos com uma guia turística pelo centrinho da cidade e suas atrações turísticas mais conhecidas: o Teatro Grego e o Jardim Público (ambos lindos). Pegamos um táxi para o vilarejo de Castelmola, que fica a 10 minutos de Taormina, e almoçamos lá. Voltamos para o hotel e ficamos um pouco na jacuzzi, antes de nos arrumarmos para o jantar em outro hotel, o Villa Carlotta. Mais uma refeição incrível, mais um vista maravilhosa.

taormina (2)
Rua principal de Taormina
taormina (3)
Castelmola

Dia 4 – Taormina/Cefalù

Antes de seguir estrada para Cefalù, nossa próxima parada, resolvemos aproveitar um pouco mais Taormina. Após o café da manhã no Villa Ducale, fizemos check out e deixamos nossas malas lá. Pegamos o shuttle do beach club La Pigna (reservamos no dia anterior, direto na recepção do hotel) e aproveitamos a praia até o meio da tarde. Foi uma delícia! Às 15:30 pegamos de novo o shutlle, dessa vez de volta para o hotel, e então colocamos tudo no carro e partimos para Cefalù. Chegamos em Cefalù e fizemos o check in no B&B Villa Margherita. Deixamos tudo no quarto e saímos a tempo de ver um por do sol maravilhoso no mar! Caminhamos até o centrinho histórico da cidade e sentamos para comer uma pizza em dos restaurantes com terraço e vista para o oceano.

taormina (4)
La Pigna – Taormina

Dia 5 – Cefalù

O objetivo hoje era só um: praia! Usamos o beach club conveniado com o nosso B&B, pois aí não precisamos pagar pelo uso das espreguiçadeiras e guarda sol, apenas o que consumimos. Ficamos lá até o fim da tarde, e a noite retornamos ao centro histórico com mais calma. Passeamos pelas ruas estreitas, entramos nas lojas de cerâmica, provamos granitas e achamos um lugar delicioso pra bebericar e petiscar, a Enoteca Rossrubino.

cefalu (1)
Praia em Cefalù
cefalu (2)
Centro histórico de Cefalù

Dia 6 – Cefalù

Pegamos o carro e fomos passar o dia em outra praia, bem pertinho de Cefalù, chamada Mazzaforno. A praia é uma graça, e também tem espreguiçadeiras/guarda sol para alugar. Pela manhã estava bem cheia, pois havia um grupo grande um resort fazendo atividades por ali (tinham até instrutores de ginástica). Mas eles foram embora logo e então o silêncio e a calmaria reinaram! Almoçamos por lá mesmo e mais uma vez fomos embora só no fim do dia. A noite, repeteco: centrinho de Cefalù e Enoteca Rossorubino!

mazzaforno
Praia de Mazzaforno

Dia 7 – Cefalù/Palermo

Dia de deixar a tão linda Cefalù pra trás… A ideia era fazer check out e seguir para Palermo, mas o dono do B&B Villa Margherita nos deu uma dica preciosa: conhecer uma praia pequena nos arredores de Cefalù, que segundo ele chama-se Blue Bay. Seguimos as instruções dele pra chegar até lá (deixar o carro no estacionamento do Hotel Kalura e descer uma escadaria comprida que dá direto na prainha) e nos surpreendemos: um pequeno pedaço de paraíso, onde pouca gente vai (a foto que está no topo do post é dessa praia). Curtimos a água cristalina por umas duas horas e então dirigimos até Palermo, nosso próximo destino.

Fizemos check in no Hotel Khalisah e fomos andar pelo centro histórico da cidade. Passamos por alguns dos pontos mais conhecidos, e fizemos o tour guiado do Teatro Mássimo. Comemos uns petiscos em um bar perto do Teatro e voltamos cedo para o hotel, pois a ideia era acordar cedo no dia seguinte para passar o dia na praia de Mondello.

palermo
Teatro Mássimo em Palermo

Dia 8 -Palermo

Mondello é uma cidade vizinha de Palermo, e tem uma praia imensa. Como esse dia era um sábado, sabíamos que estaria lotada, então acordamos cedo. A gente não sabia como seria pra estacionar por ali, e queríamos chegar no horários que os beach clubs abrem, às 9h. Não conseguimos achar vaga na rua (muita gente para em lugares proibidos, mas preferimos não arriscar) e encontramos um estacionamento que cobrou 3 euros pelas primeiras 4 horas e um euro por cada hora subsequente. E então escolhemos um becj club e ficamos lá o dia todo. Só saímos das espreguiçadeiras pra entrar na água (parece uma piscina, é incrível) ou buscar almoço em uma lanchonete do outro lado da rua. Voltamos pra Palermo no fim do dia e fomos jantar no restaurante Buatta, pertinho do nosso hotel.

mondello
Praia de Mondello

Dia 9 – Palermo/San Vito Lo Capo

Por uma feliz coincidência uma querida amiga minha estava em Palermo também, então tiramos a manhã desse dia para encontra-lá e bater papo. Nos despedimos perto da hora do almoço e partimos para San Vito Lo Capo. O caminho é todo pela costa, maravilhoso! Paramos uma vez para ter uma vista extraordinária de Castellamare del Golfo, e chegamos em San Vito no meio da tarde. Impressionante como essa parte da Sicília é diferente do que havíamos conhecido até então: tem um aspecto mais desértico, com menos verde e as casas todas em tons de amarelo e laranja. Fizemos check in no B&B Armonie e andamos até a praia, que estava muito lotada (era um domingo!). Notamos uma placa de uma agência sobre aluguel de barcos, e fomos lá ver do que se tratava. Acabamos alugando um barquinho de 5 metros a motor para dali a dois dias! Achamos um lugar para beber e comer (o centro de San Vito tem vários restaurantes, é bastante movimentado) e voltamos cedo pro B&B.

Dia 10 – Favignana

Quando eu fiz o primeiro rascunho da viagem para Sicília, a ideia era ficar 2 noites em Favignana. Mas infelizmente não deu (não achei um hotel legal que coubesse no bolso e levar o carro no ferry também ficaria muito caro) e eu precisei me contentar em fazer um passeio de barco ao redor da ilha. Como estávamos em San Vito, tivemos que dirigir até Trapani. Em Trapani deixamos o carro em um estacionamento no centro e pegamos o ferry (comprei as passagens pela internet com antecedência) para Favignana. Lá em Favignana o capitão do nosso barco estava esperando, e o passeio começou logo em seguida. Esse foi um dos dias mais especiais da viagem, pois o mar em Favignana é espetacular. Já tinha visto muitas fotos, mas ainda assim fiquei pasma com a cor da água. O passeio dá a volta na ilha e dura o dia todo (inclui um pic nic no barco). Ainda tivemos tempo de dar uma voltinha pelas ruas perto do porto de Favignana antes de embarcarmos no ferry de volta para Trapani, e então dirigir para San Vito.

favignana (2)
Favignana
favignana (1)
Favignana

Dia 11 – Riserva Naturale dello Zingaro

Dia de comandar (ou seria pilotar?) um barco! Depois do café da manhã (por sinal, o melhor de todos durante nossas férias na Sicília) no B&B, seguimos para o porto de San Vito Lo Capo, onde o barquinho que alugamos dois dias antes estava nos esperando. Recebemos a instruções e lá fomos nós com a cara e a coragem, mar adentro! Nosso destino: as prainhas da Riserva Naturalle dello Zingaro! O ‘caminho’ foi fácil: saindo de San Vito era só ficar sempre a direita e então ir parando, onde quiséssemos, quando quiséssemos! Essa liberdade foi muito gostosa. No começo claro rola uma certa apreensão, mas sabíamos que qualquer problema maior era só ligar e alguém nos resgataria. De qualquer forma, mativemos uma distância segura da costa e não fomos muito longe. Chegamos até Scopello e acabamos ficando lá bastante tempo. Nadamos muito, comemos no barco (havíamos levado sanduíches), descansamos e então retornamos no fim do dia. Exaustos, mas felizes!

barco (2)
Nosso barquinho!
barco (1)
Scopello

Eu fiz uma transmissão ao vivo direto do barquinho na nossa página do Facebook, pra quem não viu, aqui está:

Dia 12 – Marsala/Segesta/Erice

Depois de dois dias de mar e muito sol na cabeça, resolvemos turistar. Pegamos o carro e fomos explorar três lugares. A primeira parada foi a cidade de Marsala (que dá nome ao famoso vinho!). Conseguimos ver as ruazinhas do centro histórico, e quando estávamos indo embora eu levei um tombo homérico, achei que tivesse quebrado alguma parte do corpo na queda. Mas acabou sendo apenas um susto e joelhos e mãos raladas. Fiquei sentada um tempão me recuperando e quando me senti melhor partimos para Segesta, para ver ruínas gregas. Passamos MUITO calor em Segesta, mas valeu a pena! E de Segesta fomos para Erice. Já era fim do dia, quase cinco da tarde, mas conseguimos aproveitar um pouco essa cidadezinha esplêndida. Erice fica no topo de uma montanha, então tem vistas incríveis do entorno. Eu não queria ir embora, pois adoro uma cidade medieval! O por do sol na estrada, a caminho de San Vito, nos fez parar o carro, de tão lindo que estava.

Sicília
Marsala
Sicília
Segesta
Sicília
Erice

Dia 13 – San Vito Lo Capo/Agrigento

Deixamos San Vito pra trás e entramos na reta final das férias. Depois de quase 3 horas de estrada chegamos no B&B Botanical Garden Cactus e fomos direto pra piscina! A princípio tínhamos pensado em ficar relaxando na piscina até o fim do dia, mas resolvemos ir conhecer o Valle dei Templi antes de anoitecer. Assim, o sol não estaria tão forte. Já tinham me avisado que lá não tem sombra nem vento, então fiquei com medo de ir no dia seguinte durante a manhã ou tarde. Bom, lá fomos nós. Chegamos quase 6 da tarde e visitamos as principais ruínas do complexo. Fiz uma transmissão ao vivo no Facebook:

Quando saímos do Valle dei Templi o sol ainda estava começando a se por, então resolvemos dirigir até a Scala dei Turchi, que fica a 10 minutos dali, pra ver o por do sol. Foi uma dica preciosa que me passaram no Snapchat, e uma das coisas mais legais que fizemos durante toda a viagem. Ficamos lá até o sol se por completamente, e acabamos achando um restaurantezinho ali perto, com vista para o mar, para jantar.

Sicilia
Scala dei Turchi

Dia 14 – Agrigento/Catania com parada em Siracusa

O último dia completo de férias na Sicília… mas eu estava em negação, e não queria ir para Catania de jeito nenhum (nosso vôo saía de lá no dia seguinte pela manhã). Então coloquei um pit stop no GPS do carro: Siracusa! Chegamos lá na hora do almoço, paramos o carro em um estacionamento e conseguimos perambular pela área de Ortigia, que é uma graça! Foi ótimo ter esse gostinho de ‘novidade’ antes de voltar pra Catania. Chegando em Catania (mesmo hotel da nossa primeira noite, quando chegamos) saímos pra jantar (comemos no FUD) e tivemos a sorte de pegar um orquestra tocando ao vivo no centro da cidade!

siracusa
Siracusa

FIM!

Para mais imagens dessa viagem veja também a hashtag #advnasicilia no Instagram.

Blogs que li e que me ajudaram a fazer o roteiro: Descobrindo a Sicília , ItaliAna e Loucos Por Viagem. Agradeço também a dicas que me foram passadas no Snapchat pela denizegam e angela.reiki


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$90,00) + frete grátis + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


15 COMENTÁRIOS

  1. Estive lá ha 02 meses e gostei do roteiro. Somente retiraria desse roteiro Palermo; cidade seja, decadente, sem nada de muito interessante pra fazer. Tem opções interessantes como subir ao Monte Etna, um ótimo passeio também saindo de Catânia ou Taormina. Outro lugar sensacional é no centro da ilha, uma cidade chamada Enna. Vale passar por lá, subir aos 1000m da cidade (fica bem no alto) e visitar o Forte de Lombardia, além de passear pela praça com belíssima vista de outras cidades e do Monte Etna bem ao fundo.

  2. Oi Helô!

    Obrigada por ter citado o Descobrindo a Sicília! Lendo seu roteiro praticamente revivi a sua viagem, lembrando também de todas as fotos que você publicou no Instagram.

    Um abraço,

    Patricia

    P.S.: Também acho Palermo incrível, uma cidade maltratada e muitas vezes incompreendida!

  3. Que bom que você curtiu Palermo, porque a cidade é linda assim do jeito que é. Quanto às praias, meu Deussssssssssss essa água azul é linda demais. Heló, mesmo sendo 15 dias a viagem de vocês rendeu bastante. Beijos e parabéns

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here