Londres do alto: The View from The Shard

21
the view from the shard

Aproveitei a segunda feira de feriado  pra conhecer o mais novo ponto turístico de Londres (quem me segue no Instagram já deve ter visto!), o The Shard – ou melhor, o The View from The Shard: alguns andares lá no topo do prédio mais alto da Europa Ocidental, que oferece uma vista inigualável da cidade.

Como finalmente a primavera deu as caras por aqui e na semana passada tivemos dias lindos de sol, dei uma checada na previsão do tempo uns dias atrás pra saber se continuaria assim na segunda feira. Afinal, imaginem só comprar o ingresso (que não é reembolsável ou flexível) e pegar um dia feio, super nublado, com muita chuva ou pior – neblina?

banner_guia_londres__728x90

A parte boa é que o The View from The Shard não é super lotado (por enquanto) – quando cheguei lá no meu horário reservado (13h) percebi que ainda haviam “slots” disponíveis para outros horários. Sim, você pode tentar comprar na hora lá no guichê mesmo, mas não é garantia de disponibilidade. Então, cheque a previsão do tempo para os próximos 2 ou 3 dias e compre pelo site –  essa é a minha dica!

the view from the shard

Viaje com internet no seu celular

Vai viajar para o exterior? Já chegue no seu destino com o celular funcionando. A EasySim4u oferece plano de dados ilimitados em 140 países, para que você fique conectado a internet. Utilize o cupom para ganhar frete grátis: APRENDIZDEVIAJANTE! Veja meu post: Chip EASYSIM4U: Como usar a Internet na Europa.

Apesar de que o ingresso tem horário definido de entrada, não tem horário definido pra sair; você pode ficar lá por horas e horas e ninguém vai ficar te patrulhando, tenha certeza. E não dá mesmo pra ficar menos do que meia hora: é muito pra ver e você se pega hipnotizado em alguns momentos. Eu pelo menos achava uns cantinhos e lá ficava por vários minutos vendo a minha cidade em “miniatura” e tentando identificar os bairros, os prédios, os parques, as ruas, as estações.

O processo de subida é rápido, e passando pela segurança (e por aquela partezinha chata que você tira uma foto sobre um fundo infinito que no fim eles querem te vender como o souvenir mais sem graça do planeta – #prontofalei) você já é encaminhado pro elevador. São dois elevadores, é preciso fazer uma troca no andar 33; mas de novo o processo é rápido.

the view from the shard

São dois níveis: primeiro você vê o andar 69 e então pode subir as escadas pro andar 72 que está a 244 metros do chão e  é parcialmente descoberto. Ambos oferecem a vista de 360 graus da cidade e pra ser honesta não achei que há assim uma grande diferença entre eles. No andar 69 existem algumas maquininhas que dão informações sobre os prédios que você avista  e também mostra imagens da vista em diferentes horários do dia. Não cheguei a usá-las pois estavam todas ocupadas, mas é uma boa pra quem não conhece muito a cidade e gostaria de saber mais sobre o que está vendo.

the view from the shard

the view from the shard

the view from the shard

the view from the shard

the view from the shard

Apesar de eu ter achado o preço salgado (£24,95 para adultos e £18,95 para crianças até 15 anos), depois de ter subido posso dizer que vale a pena, é um dinheiro bem gasto. Até gostaria de voltar um dia pra ver o por do sol e a cidade toda iluminada a noite. A gente fica meio pirado querendo fotografar loucamente e testando o zoom da câmera!

the view from the shard

the view from the shard

the view from the shard

the view from the shard

the view from the shard

Lá de cima deu pra ver, entre outros ícones: o estádio de Wembley, o estádio Olímpico, o Cutty Sark e a Battersea Power Station. Claro, te as construções mais conhecidas como a Tower Brige, a London Eye e o Parlamento, mas esses são bem mais fáceis de avistar.

Sei que vai ter gente que vai ficar na dúvida: vale a pena ir no The Shard em vez da London Eye, por exemplo? Olha, são experiências completamente diferentes. O The Shard, claro, é muuuuuuito mais alto e a vista em consequência alcança muito mais, mas a London Eye tem seu charme especial – o Parlamento logo ali na frente, por exemplo, e o fato de ser uma roda gigante que está na beira de um rio faz da experiência um momento super especial. Realmente tudo depende do seu tempo disponível, roteiro e gosto. Talvez a London Eye seja mais romântica, mas o The Shard é uma visita incrível para quem curte arquitetura. Enfim, escolha difícil!

banner_guia_londres__728x90

O The View from The Shard fica ao lado da estação London Bridge e abre todos os dias (com exceção de 25 de dezembro) das 9 às 22 – sendo que a último slot é as 20:30 (mas eles deixam subir até as 21h). Como eu falei lá no começo, dá pra tentar a sorte e ver se tem ingresso disponível na hora, mas o ideal é comprar pelo site e retirar o ingresso chegando lá.

Curiosidade: em 2011, quando o The Shard ainda estava sendo construído, uma raposa entrou no prédio (raposas são comuns por aqui) e ficou lá por duas semanas, sobrevivendo dos restos de comida deixados pelos pedreiros. Quando capturado, ele estava bem no alto e por isso acabou virando notícia na mídia londrina – o sucesso foi tanto que é claro que os administradores rapidinho tiveram uma ideia e transformaram o primeiro ocupante do The Shard em um fofo bichinho de pelúcia que e vendido na lojinha (e a propósito: a raposa foi tratada e alimentada, e depois solta na região de London Bridge, onde provavelmente estava toda sua família)

the view from the shard

the view from the shard

Gosta de ver cidades do alto?

Já escrevi um post sobre 10 lugares pra ver Londres do alto e sobre o Emirates Air Line, o bondinho de Londres.

E recentemente escrevi também sobre minha subida ao Skydeck da Willis Tower em Chicago – clica pra ler!


Vai Viajar?

Assine a Revista Aprendiz de Viajante! Assine a revista por R$ 120,00 + chip com 30 dias de internet ilimitada gratuita para usar em mais de 140 países!!!! Você sabia que o chip mais barato, de 5 dias, custa mais caro que a assinatura??? Então aproveite!!!! Assine agora.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Mesmo nos Estados Unidos, é altamente recomendado, pois como não existe saúde pública no país, qualquer problema mínimo de saúde pode resultar numa conta altíssima de hospital ou pronto socorro. Nós não viajamos sem seguro nunca. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto de 5% no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: APRENDIZ5.

Reserve o seu hotel no nosso parceiro Booking

Precisa alugar um carro? Reserve o carro na RentCars. A cobrança será feita sempre em reais, sem IOF e você ainda vai poder dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito ou ter um de 5% no boleto bancário.

Saia do Brasil com seu chip internacional já funcionando no celular.


21 COMENTÁRIOS

  1. Não preciso nem dizer que amei o post, né?
    Acho até que vou parar de comentar, tô virando uma chata de galocha que paga pau pra tudo que é relacionado a Londres. #desculpaeamizade
    Mas, sério, acho que desço do avião e vou direto pro The Shard quando voltar pra terrinha. Tô looouca pra passar horas lá (acho que vou levar uma cestinha com café da manhã, almoço e janta. Pode ser? hihi).

  2. Adorei!!! Com certeza é um dos lugares que está na lista de coisas que ainda não fiz por aqui, mas vou deixar para quando alguém vier visitar! 🙂

  3. O The Shard e o bondinho Emirates Air Line estão na minha lista, mas estou seriamente preocupada com a altura. Não sabia, mas tenho um probleminha com altura! Quase dei ‘piripaque’ na London Eye, imagina??? Mas vou juntar coragem e vou visitar o The Shard em breve!! Deve ser mesmo lindo ver Londres lá do alto!!:)

    • Ka, entao respira fundo no bondinho q lá dá bem mais agonia do q na london eye – mas acho q no the shard vc fica mais tranquila, afinal está dentro de um prédio, e nao rola movimento!!!

  4. Helô, você tem que ir a noite também. É lindo demais! Quero ir ao Oblix, o restaurante que abriu este mês e outros abrirão lá tb. Acho que para quem já foi uma vez deve valer a pena voltar para não só babar na vista, mas para aproveitar tb!

  5. Adorei Helo,
    Fiquei ensaiando para ir no The Shard e nem fui 🙂
    Sabe que na CN Tower em Toronto eu tb recomendo ir no final da tarde, para pegar as cenas de dia, ao por do sol e noturna… e no Top of The Rock tb é a melhor pedida.
    bjos

  6. […] More London é um lugar bem diferenciado, até na aquitetura.  Os prédios são todos moderníssimos…… e lá fica o The Shard,um super arranha céu, de onde você Londres lá do alto.  Não fomos nele também, não só pela falta de tempo, mas porque o tempo (meteorologia) não estava ajudando muito….  Todos os dias, exceto o dia que fomos na London Eye, o céu estava sempre muito encoberto….  Mas tem quem já falou dele AQUI. […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Comente!
Por favor entre seu nome aqui